Home Política Governo X Congresso: você precisa saber de algumas coisas para blindar seu dinheiro

Governo X Congresso: você precisa saber de algumas coisas para blindar seu dinheiro

por Roberto Indech
3 min leitura

Diante das √ļltimas entrevistas concedidas, podemos afirmar que o ministro Joaquim Levy √© o cara certo no momento (pol√≠tico) errado. Da mesma forma, o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega era o cara errado na hora certa (per√≠odo de crescimento global at√© a crise em 2008).

Congresso versus governo

N√£o √© novidade que o Congresso Nacional est√° em conflito com o governo nos √ļltimos meses, aprovando mais gastos e menos arrecada√ß√£o (medidas contra o ajuste fiscal), e isso complica ainda mais a necessidade de o pa√≠s voltar a crescer. A hora √© de investimentos mais conservadores e com √≥timas rentabilidades, como esta LCI que paga 98% do CDI (clique para saber mais).

Medidas como o aumento de salário aos servidores do Judiciário e a atuação de forma a dificultar a aprovação das mudanças de regras para os trabalhadores e do fator previdenciário, além da atividade fraca (que reduz a receita do governo), pode significar o rebaixamento da nota do país pela agência Moodys.

O rebaixamento da nota deve trazer ainda mais instabilidade ao mercado de a√ß√Ķes, juros e c√Ęmbio, com a possibilidade de o real continuar se desvalorizando ante o d√≥lar, assim como tem ocorrido ao longo dos √ļltimos dias, o que n√£o deixa de ser uma boa not√≠cia para os investidores que se aproveitam da volatilidade no curt√≠ssimo prazo.

A crise n√£o √© apenas econ√īmica

Olhando todo este cenário de forma pragmática e objetiva, certamente o que se vê é uma crise institucional, diferentemente do que tentam passar alguns políticos polpudos, no intuito de desmentir essa situação.

No entanto, no que parece um movimento paliativo, o governo promete adotar medidas como abrir capital do Instituto de Resseguros do Brasil (IRB), Caixa Seguridade e BR Distribuidora, buscando arrecadar recursos “extras”. Estes movimentos n√£o ocorrer√£o de forma recorrente, ou seja, ser√£o medidas pontuais, o que certamente parece mais uma “opera√ß√£o tapa buraco‚ÄĚ da √©poca Mantega.

As decis√Ķes tomadas deixam novamente o sentimento do dever n√£o cumprido, de n√£o refletirem as melhores solu√ß√Ķes de m√©dio e longo prazo para a economia do pa√≠s e aquelas que trar√£o a t√£o esperada credibilidade de volta ao cen√°rio econ√īmico nacional.

Onde investir e como aproveitar este momento?

Enfim, estamos diante de uma situa√ß√£o complexa e complicada do ponto de vista pol√≠tico e econ√īmico, mas pensando no bolso, quais seriam as melhores medidas a adotar? As mais simples, √© claro.

Alocar suas economias em ativos de qualidade oferecidos em nosso país para o curto prazo, como o Tesouro Selic ou LCI que pagam até 98% do CDI (veja mais aqui).

O primeiro, conforme já muito mencionado, é rentabilizado pela taxa de juros (Selic), que atualmente encontra-se a níveis elevados e ainda há a possibilidade de resgate diário, assim como ocorre na poupança, possibilitando ao investidor deixar seus recursos em ativos de risco baixo e com grande liquidez em caso de necessidade.

Já a LCI também possui rendimento atrelado a Selic e ainda oferece isenção de Imposto de Renda para pessoas físicas no período de aplicação, o que sugere um rendimento superior inclusive aos títulos do Tesouro. Aprenda mais sobre LCI e LCA clicando aqui.

Conclus√£o

O momento √© de cautela e, pensando no seu bolso, h√° solu√ß√Ķes bastante interessantes mesmo diante de um cen√°rio t√£o desafiador. Basta escolher a melhor op√ß√£o que se adequa a voc√™, investidor, e seu horizonte de aplica√ß√£o. O momento √© de incerteza, mas voc√™ pode investir com seguran√ßa e tranquilidade. Aproveite! At√© a pr√≥xima!

Nota: Esta coluna √© mantida pela Rico.com.vc, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conte√ļdo gratuito de qualidade.

Foto: Filipe Frazao / Shutterstock.com.

O Dinheirama √© o melhor portal de conte√ļdo para voc√™ que precisa aprender finan√ßas, mas nunca teve facilidade com os n√ļmeros.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informa√ß√£o e atesta a apura√ß√£o de todo o conte√ļdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que n√£o faz qualquer tipo de recomenda√ß√£o de investimento, n√£o se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.