Home Economia e Política Haddad busca apoio da Febraban a projetos sobre mercado de crédito que tramitam no Congresso

Haddad busca apoio da Febraban a projetos sobre mercado de crédito que tramitam no Congresso

Após se reunir com representantes da entidade representativa dos bancos nesta manhã em São Paulo, Haddad citou como exemplo proposta de mudança na lei de falências para facilitar a recuperação de créditos

por Reuters
3 min leitura

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, buscou nesta sexta-feira apoio da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) a projetos que tramitam no Congresso Nacional e que tratam do mercado de crédito no país, uma agenda que, afirmou, está sendo recuperada pelo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Após se reunir com representantes da entidade representativa dos bancos nesta manhã em São Paulo, Haddad citou a jornalistas como exemplo proposta de mudança na lei de falências para facilitar a recuperação de créditos.

Ele disse que não prevê dificuldades na tramitação desses projetos, apesar de eventuais impactos das eleições municipais de outubro nos trabalhos do Congresso.

A equipe de Haddad detalhou na reunião com a Febraban um total de oito projetos em tramitação no Congresso, incluindo projeto de lei complementar da resolução bancária — encaminhado ainda pelo governo Jair Bolsonaro — e medidas que tratam de cooperativas de seguros, infraestrutura do mercado financeiro e execução extrajudicial.

“Alguns projetos de lei que já estavam tramitando foram recuperados por este governo”, disse Haddad a jornalistas após a reunião. “Viemos pedir apoio da Febraban porque têm um impacto muito favorável no mercado de crédito, no mercado de capital do Brasil”.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.