Home Mercados Ibovespa: veja os 10 destaques desta terça-feira; Cogna sobe 5%

Ibovespa: veja os 10 destaques desta terça-feira; Cogna sobe 5%

Às 10h57, o Ibovespa caía 0,03%, a 128.304,7 pontos

por Reuters
0 comentário

O bovespa (IBOV) mostrava variações tímidas nesta terça-feira, em meio a um noticiário corporativo misto, que destaca o resultado trimestral da Vibra e oferta de ações do GPA, mas também ruídos envolvendo interesse da Azul (AZUL4) na Gol (GOLL4) e “upgrade” da XP para as ações da Cogna (COGN3).

Às 10h57, o Ibovespa caía 0,03%, a 128.304,7 pontos, com o declínio de Vale exercendo uma pressão negativa relevante. Na mínima até o momento, chegou a 128.201,45 pontos. Na máxima, a 128.584,21 pontos. O volume financeiro somava 2,3 bilhões de reais.

Investidores também monitoram dados econômicos dos Estados Unidos nesta sessão, enquanto aguardam as declarações do chair do Federal Reserve, Jerome Powell, a comitês no Congresso norte-americano nesta semana, bem como números sobre o mercado de trabalho da maior economia do mundo.

Em Wall Street, os futuros acionários sinalizavam uma abertura negativa dos pregões em Nova York, enquanto o rendimento do título de 10 anos do Tesouro dos EUA marcava 4,1603%, de 4,219% na véspera.

Ainda no exterior, ocupavam as atenções notícias da China, onde o governo estabeleceu uma meta de crescimento econômico para 2024 de cerca de 5%, semelhante à expansão de 5,2% registrada em 2023. Dados sobre a atividade de serviços também mostraram que o setor perdeu força em fevereiro.

De acordo com grafistas da Ágora Investimentos, em relatório, a clientes, o Ibovespa sequenciou movimento negativo, após leve correção na sexta-feira, em direção à região consolidada de fundo dos 126.600 pontos. “No curto prazo, a tendência permanece neutra, com resistências em 129.400 e 131.690 pontos.”

Destaques

Vibra (VBBR3) recuava 3,46%, a 25,64 reais, em meio à repercussão do balanço do quarto trimestre do ano passado, quando a distribuidora de combustíveis registrou lucro líquido de 3,3 bilhões de reais, superior ao resultado de 566 milhões no mesmo período de 2022.

Ultrapar (UGPA3), que também atua no setor de distribuição de combustíveis por meio da Ipiranga, tinha queda de 3,08%.

Cogna (COGN3) avançava 5,81%, a 2,73 reais, favorecida por relatório de analistas da XP elevando a recomendação dos papéis a “compra” e o preço-alvo a 4,2 reais, avaliando que setor de educação parece estar caminhando para outra temporada positiva de captações de alunos, enquanto a alavancagem da empresa, que era uma preocupação, pode ser menor do que calculavam.

Azul (AZUL4) subia 4,20%, a 12,40 reais, em meio a uma reportagem da Bloomberg de que a companhia está trabalhando com Citigroup e Guggenheim Partners sobre uma oferta potencial pela Gol. A B3 pediu esclarecimento à Azul. Gol (GOLL4), que não está mais no Ibovespa, tinha elevação de 4,76%, a 2,64 reais.

Vale (VALE3) era negociada em baixa de 0,96%, a 66,09 reais, em meio a um desempenho misto dos futuros do minério de ferro na Ásia, com agentes analisando metas econômicas da China, o que pesava também em outras ações do setor de mineração e siderurgia na B3. No caso específico da Vale, o papel também segue pressionado pelos ruídos envolvendo eventuais mudanças no comando da mineradora. O BTG Pactual também cortou a recomendação das ações da Vale para “neutra”.

 GPA (PCAR3) perdia 0,56%, a 3,58 reais, após anunciar oferta primária de ações que pode alcançar em torno de 1 bilhão de reais considerando o preço de fechamento da véspera. Na mínima, mais cedo, chegou a cair a 3,38 reais. O varejista já havia sinalizado planos para o follow-on. E as ações já tinham recuado nas últimas três sessões, acumulando no período uma perda de 18,4%. O GPA espera precificar a oferta em 13 de março.

Petrobras (PETR4) avançava 0,37%, a 40,23 reais, buscando uma recuperação após um declínio de mais de 4% na semana passada e um começo de semana fraco (-0,25% no fechamento da véspera). No exterior, o contrato de petróleo Brent era negociado em baixa de 0,66%, a 82,25 dólares o barril.

Itaú Unibanco (ITUB4) cedia 0,12%, a 33,77 reais, enquanto Bradesco (BBDC4) tinha variação negativa de 0,07%, a 13,64 reais.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.