Home Mercados Ibovespa: veja os 12 destaques desta segunda; SLC sobe 3%

Ibovespa: veja os 12 destaques desta segunda; SLC sobe 3%

Por volta de 11h15, o Ibovespa subia 0,41%, a 124.420,4 pontos

por Reuters
3 min leitura

O Ibovespa (IBOV) avançava nesta segunda-feira, puxado principalmente pelas ações da Vale e da Petrobras acompanhando a alta do petróleo e do minério de ferro no exterior, com SLC Agrícola entre os destaques positivos após dados mostrando que o valor de suas terras aumentou entre 2023 e 2024.

Por volta de 11h15, o Ibovespa subia 0,41%, a 124.420,4 pontos. O volume financeiro somava 4,15 bilhões de reais.

Investidores também analisavam pesquisa Focus, realizada pelo Banco Central, que mostrou nova alta nas previsões para o IPCA em 2024 e 2025 — de 3,98% para 4% e de 3,85% para 3,87%, respectivamente. A pesquisa revelou ainda expectativa de maior desvalorização do real.

Estrategistas do BTG Pactual decidiram adicionar um pouco de exposição cambial e defesa na carteira de ações recomendada pelo banco para julho, citando um cenário mais incerto e volátil.

Eles citam que a deterioração dos preços dos ativos locais pode ser atribuída ao que acreditam ser uma crise de confiança fiscal e monetária.

“A decisão unânime do Banco Central de manter as taxas estáveis em junho pode ter restaurado um pouco da confiança do mercado, mas uma recuperação completa só poderá ocorrer após a nomeação do novo presidente do banco Central em dezembro”, afirmaram Carlos Sequeira e equipe em relatório a clientes.

“Em relação ao lado fiscal, esperamos que o governo anuncie um congelamento de gastos em julho, mas mudanças orçamentárias mais estruturais só poderão ocorrer após as eleições municipais de outubro”, complementaram.

No exterior, o rendimento do título de 10 anos do Tesouro norte-americano <US10YT=RR > marcava 4,4494%, de 4,343% na última sexta-feira. O S&P 500, uma das referências do mercado acionário dos Estados Unidos, registrava variação negativa de 0,23%.

Destaques

Vale (VALE3) avançava 0,95%, conforme os futuros do minério de ferro subiram nesta segunda-feira, ajudados por dados de atividade fabril melhores do que o esperado na China, onde o contrato mais negociado na Bolsa de Mercadorias de Dalian (DCE) encerrou as negociações do dia com alta de 2,5%. CSN Mineração (CMIN3) saltava 4,43%.

Petrobras (PETR4) ganhava 1,05%, favorecida pela alta dos preços do petróleo no exterior, onde o barril de Brent mostrava elevação de 0,81%.

SLC Agrícola (SLCE3) apurava alta de 3,15%, após a companhia, uma das maiores produtoras agrícolas do Brasil, divulgar que suas terras foram avaliadas neste ano em 11,59 bilhões de reais, ante avaliação de 10,93 bilhões de reais em 2023. O grupo também disse que a produtividade da soja cultivada ficou 17% abaixo do orçado na temporada 2023/24.

Equatorial (EQTL3) valorizava-se 2,05%, ainda reagindo ao fato de ela ter sido a única finalista no processo de disputa por um investidor estratégico no âmbito da privatização da Sabesp. No final da sexta-feira, ela divulgou ter feito uma oferta de 6,9 bilhões de reais por 15% da companhia paulista de saneamento. Sabesp (SBSP3) subia 2,08%.

Localiza (RENT3) registrava acréscimo de 1%, tendo como pano de fundo relatório de analistas do Citi elevando a recomendação dos papéis para “compra”, citando que o valuation atual das ações traz uma melhor assimetria para investidores. O preço-alvo, porém, foi reduzido para 50 reais, de 51,89 reais anteriormente.

 MRV (MRVE3) perdia 1,8%, enquanto o índice do setor imobiliário da B3 cedia 0,1%.

Rede D’Or (RDOR3) caía 1,65%, em uma segunda sessão de baixa após valorização de 4,85% nos dois pregões anteriores. A companhia também avisou acionistas que, em razão da recompra de ações no âmbito do programa da empresa, o valor de pagamento dos juros sobre o capital próprio foi alterado para 0,15599367342 real por ação, de 0,15574080156 real antes.

Itaú Unibanco (ITUB4) tinha variação negativa de 0,05% e Bradesco (BBDC4) mostrava acréscimo de 0,16%, enquanto Banco do Brasil (BBAS3) cedia 0,37% e  Santander Brasil (SANB11) recuava 0,22%.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.