Home Mercados Ibovespa: veja os 9 destaques desta quinta-feira; Auren recua 5%

Ibovespa: veja os 9 destaques desta quinta-feira; Auren recua 5%

Às 11h, o Ibovespa registrava variação negativa de 0,07%, a 127.940,82 pontos

por Reuters
0 comentário

O Ibovespa (IBOV) titubeava nesta quinta-feira, após uma abertura mais positiva, com Petrobras (PETR4) ainda pressionando negativamente, enquanto Wall Street hesitava após novas máximas, em dia com vários dados sobre a economia norte-americana no radar.

Às 11h, o Ibovespa registrava variação negativa de 0,07%, a 127.940,82 pontos. O volume financeiros somava 3,98 bilhões de reais.

Nos Estados Unidos, houve queda nos pedidos semanais de auxílio-desemprego, embora um pouco menor do que o esperado pelo mercado, enquanto a produção industrial estagnou em abril, ante previsão de alta de 0,1%.

Em Wall Street, o S&P 500 tinha variação positiva de 0,07%, enquanto o rendimento do Treasury de 10 anos marcava 4,3711%, de 4,356% na véspera.

De acordo com a equipe da Genial Investimentos, há um sentimento mais positivo no mercado sobre chances de cortes do juro pelo Federal Reserve após o índice de preços ao consumidor de abril mais benigno, conhecido na véspera.

O mercado voltou a apostar em dois cortes de 0,25 ponto percentual na taxa de juros pelo Fed este ano, com os investidores vendo uma chance de 72,4% de que o primeiro ocorra em setembro, mostrava mais cedo a ferramenta FedWatch da CME.

O presidente do Fed e Nova York, John Williams, disse à Reuters que comemorou os dados mais fracos sobre a inflação ao consumidor, mas acrescentou que as notícias positivas não são suficientes para o banco central dos EUA cortar o juro em breve.

No Brasil, a pauta macroeconômca é mais tranquila, enquanto o noticiário corporativo destaca a aquisição da AES Brasil pela Auren, com agentes ainda analisando os desdobramentos da mudança no comando da Petrobras e o final da safra de balanços.

Destaques

Petrobras (PETR4) caía 0,94%, com investidores ainda avaliando os potenciais reflexos da mudança no comando após decisão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que busca com a nova presidente acelerar investimentos no comando da estatal, para que seja a principal indutora de emprego e renda no país. A

Petrobras disse na véspera que a análise da indicação de Magda Chambriard para presidência da companhia levará até 15 dias.

Vale (VALE3) mostrava acréscimo de 0,25%, em dia de alta dos futuros do minério de ferro na China, com as notícias de que as autoridades chinesas estão considerando a compra pelo governo de imóveis não vendidos, o que melhorou o sentimento dos investidores e as perspectivas de demanda pelo principal ingrediente da fabricação de aço. O contrato mais negociado na Bolsa de Mercadorias de Dalian encerrou as negociações do dia com alta de 2,56%.

 Itaú Unibanco (ITUB4) tinha variação negativa de 0,06%, enquanto Bradesco (BBDC4) perdia 0,15%.

 Minerva (BEEF3) valorizava-se 3,97%, em dia positivo para o setor, com JBS (JBSS3) registrando alta de 2,06% e BRF (BRFS3) subindo 2,16%.

Marfrig (MRFG3), que divulgou na noite da véspera lucro líquido de 62,6 milhões de reais no primeiro trimestre, revertendo resultado negativo de 634 milhões de reais um ano antes, era negociada em alta de 1,85%.

Auren (AURE3), que não faz parte do Ibovespa, recuava 5,65%, após anunciar na véspera a incorporação da AES Brasil, formando a terceira maior geradora de energia do Brasil.

A relação de troca equivale a 0,762 ação da AES Brasil para cada ação da Auren, que é controlada por Votorantim e CPP Investments. AES Brasil (AESB3), que também não está incluída na carteira do Ibovespa, disparava 14,01%.

– IMC ON desabava 7,89%, após prejuízo líquido no primeiro trimestre, embora menor do que o ano anterior, com a performance da receita afetada pelas operações nos Estados Unidos.

O CEO da dona da rede Frango Assado e operadora das redes de fastfood KFC e Pizza Hut no Brasil, Alexandre Santoro, disse que abril ainda sofreu com um efeito calendário, mas que maio está sendo melhor.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.