Imposto de Renda 2020: Você está preparado para conversa com o Leão?

Imposto de Renda 2020: Você está preparado para conversar com o Leão?

Imposto de Renda 2020 está próximo! Descubra como se organizar para não se atrapalhar no momento de preparar a declaração.

Imposto de Renda 2020, mesmo ainda faltando algum tempo para começar a entrega, muita gente começa a procurar informações sobre o tema, ainda assim, é comum que a grande maioria das pessoas empurre o assunto com a barriga, para a última hora.

Quem faz a entrega nos primeiros dias acaba sempre contando com maior rapidez na hora de receber a restituição do imposto, dinheiro que normalmente chega em boa hora e que ajuda muita gente.

Quem deixa para a última hora também acaba correndo maior risco de não encontrar alguma documento e se complicar na hora de acertar as contas com o Leão.

Poupança Turbinada: Na Grão a rentabilidade é de 106% da Poupança

Quem precisa fazer a declaração de imposto de Renda?

Estão obrigados a declarar o imposto de renda 2020 contribuintes que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no ano de 2019.

Também precisam fazer a declaração os contribuintes que se enquadrarem nas seguintes situações:

  • Assalariados, aposentados ou pensionistas com renda mensal superior a R$ 1.903,98.
  • Contribuintes que tiveram rendimentos não tributáveis (seguro desemprego, vale transporte, etc) acima de R$ 40.000,00.
  • Trabalhadores rurais com rendimento bruto anual superior a R$ 128.308,50.
  • Contribuintes que investiram qualquer valor em ações em bolsa, criptomoedas e similares.
  • Contribuintes com imóvel ou terrenos com valor superior a R$ 300 mil.

Ouça: DinheiramaCast – Queda da SELIC para 4,5%

O que vou precisar para fazer a declaração de imposto de renda

Para fazer a declaração de imposto de renda alguns documentos são indispensáveis. São documentos que comprovam sua identidade como os númers de RG, CPF, Título de eleitor e também os dados que comprovam a residência do contribuinte.

Também são necessários para a declaração alguns documentos importantes que se referem a renda do contribuinte, como:

  • Informes de rendimento das fontes pagadoras;
  • Informes de rendimento das instituições financeiras;
  • Informes de rendimento de bens móveis e imóveis recebidos;
  • Darf´s;
  • Notas fiscais de serviços que garantem dedução de imposto.

Leia também: Quer financiar seu carro usado? Atenção, paciência e planejamento!

Tabela do imposto de Renda

O presidente Jair Bolsonaro fez ao longo do ano de 2019 algumas menções sobre a correção da tabela de imposto de renda, mas até o momento, não foi confirmada nenhuma alteração para as declarações que serão entregues em 2020.

Imposto de Renda 2020: Atenção na hora de declarar

A cada ano a Receita Federal aprimora seus critérios para tornar o processo de envio da declaração do imposto de renda mais fácil e rápido.

Os controles internos que validam as informações também ano após ano se tornam mais confiáveis e completos, tornando todo o processo mais confiável e dificultando a ação de fraudadores.

Para 2020 é fundamental não esquecer de mencionar o número do CPF de todos os seus dependentes. Bebês que nasceram a partir de 2017 já possuem na certidão de nascimento o número do CPF.

Poupança Turbinada: Na Grão a rentabilidade é de 106% da Poupança

Aposentados, pegue o informe de rendimento no INSS

Os aposentados e pensionistas podem verificar o informe de rendimento diretamente pelo site da Previdência Social. É fundamental verificar se os valores recebidos estão dentro da faixa de obrigatoriedade da declaração.

A Previdência costuma disponibilizar o informe para download no final do mês de fevereiro.

Recibos e notas fiscais: o que não pode faltar

As despesas com médicos, dentistas e outros profissionais de saúde, exames, internações e planos de saúde podem ser deduzidas integralmente no Imposto de Renda, mas precisam estar bem organizadas.

Lembre-se que é importante  guardar os papéis por no mínimo cinco anos, a Receita Federal pode solicitar a comprovação da veracidade das informações.

A organização é tudo, por isso separe todos os recibos, notas fiscais e boletos de despesas pagas ao longo do ano passado.

Fique atento, confirme se os papéis discriminam o nome do prestador, endereço, o serviço prestado, valor, CPF ou CNPJ de quem prestou o serviço, além do seu nome completo e CPF.

Leia também: Financiamento: vale a pena juntar para dar entrada maior?

Imposto de Renda 2020: gastos com educação

Como de costume a Receita Federal só aceitará a dedução de despesas com escolas de ensino fundamental, médio, superior, pós-graduação ou técnico.

Portanto, não tente  lançar gastos com cursos extracurriculares, como inglês ou balé, nem com cursinhos preparatórios para a faculdade, porque não serão considerados.

A Receita Federal também não aceita despesas com compra de livros, uniforme ou qualquer tipo de material escolar também não são aceitas.

Não se esqueça de juntar e organizar os boletos ou recibos de pagamento, que devem trazer o nome da escola e o CNPJ, além do nome do aluno. Além das despesas próprias com educação, você também pode abater os gastos dos seus dependentes e alimentandos

Leia também: 4 Dicas para poupar dinheiro e comprar seu imóvel

Imposto de Renda 2020: estar preparado é sempre a melhor opção

Chegamos ao final do mês de janeiro, até o início do período de declaração você terá um bom tempo para se organizar e ficar tranquilo no momento de preparar e enviar sua declaração de imposto de renda.

Ao longo das próximas semanas vamos acompanhar o tema de perto e trazer as novidades que serão informadas pela Receita Federal nos próximos dias.

Por enquanto, opte por organizar e separar todos os documentos necessários para ganhar tempo e não correr nenhum risco de complicar o envio da declaração.

Atenção: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários

Vídeos gratuitos sobre educação financeira TV Dinheirama

Aprenda de forma simples e interativa, alguns assuntos que irão fazer toda a diferença no dia a dia na sua relação com o dinheiro. Investimentos, finanças comportamentais, empreendedorismo, liderança, dicas práticas e muito mais. Clique no botão abaixo, assista e assine o canal gratuitamente para receber os novos videos diretamente no seu e-mail.

Assista grátis Ok