Independência financeira, Internet e sucesso pessoalLembro da primeira vez que visitei o Dinheirama, anos atrás, e para ser sincero não entendi o motivo de tanta gente ter esse entusiasmo para falar sobre dinheiro. Concordo bastante com o Daniel Pink, autor do livro Motivação 3.0, que explica que ao nutrirmos nosso desejo de crescimento profissional, não estamos apenas pensando no salário, mas principalmente em sermos reconhecidos.

O reconhecimento é um dos frutos colhidos após uma dedicação em nossos estudos. Outra consequência de nossa determinação em concluir uma boa faculdade e inclusive ter o empenho em buscar uma pós graduação, MBA ou cursos de idiomas é que o talento resultante inevitavelmente trará o resultado financeiro.

Ao ler o livro “Educação Financeira: Um Estilo de Vida”, que o Conrado Navarro preparou com uma ótima seleção de artigos do Dinheirama para o grupo “A Classe Alta”, entrei num questionamento socrático, chegando a uma pergunta fundamental: por que a independência financeira é tão importante para nós?

Refletindo sobre este tema, vejo que a independência financeira é muito mais do que a possibilidade de comprar uma casa ou apartamento em um belo local e ter uma vida de qualidade, com um carro zero km, fazendo viagens pela Europa. Essa é a superfície do que a riqueza monetária proporciona.

No meu trabalho de coaching profissional, preciso explorar os desdobramentos da reserva financeira de cada cliente. Nem sempre é uma situação fácil, pois as dívidas e limites de recursos podem representar grandes obstáculos para o que desejamos alcançar.

Qual o papel da riqueza?
Dentro do espectro daquilo que fica fora de nosso alcance, existem desde sonhos pessoais como um casamento, uma lua de mel ou a troca de um carro por um modelo mais confortável a situações mais complicadas, como conflitos familiares ou sermos obrigados a trabalhar em empregos desagradáveis (para não dizer coisa pior).

Sem riqueza, não temos o poder de influenciar fatores ao nosso redor, atrair as pessoas certas em nossas vidas, ajudar quem precisa de nós ou de alcançar qualquer resultado significativo.

A educação financeira acaba sendo, assim, muito mais do que a possibilidade de fazer viagens, comprar carros novos ou mudar para um apartamento melhor. É a capacidade de fazer coisas acontecerem, expressar nossa visão, cuidar de nossas vidas e também de nossos filhos e família, com qualidade de vida.

É fácil? Para algumas pessoas, sim. Para quem tem dificuldade em controlar o desejo de gratificação instantânea, pode ser muito difícil, como provou Joachim de Posada em seu experimento com crianças e doces. Um exemplo? O Navarro sempre alertou todos nós, aqui pelo Dinheirama e em outros espaços, sobre as armadilhas em financiamentos e compra de carro zero ou imóveis.

Ok, até agora não estou falando nada de novo. Inclusive agradeço quem ainda está lendo este post. Se formos usar o bom senso, bastaria então dedicarmos mais esforços em nossa educação financeira e prosperar. Todas as informações para isso estão aí pela Internet.

Uma coisa que eu raramente vejo ser dita, porém, é o que Nicholas Carr, autor de “The Shallows: What the Internet is doing to our brains”, e outros pesquisadores na Harvard University estão descobrindo: a Internet está corroendo o nosso poder de foco e nossos relacionamentos. Numa era em que ficamos aborrecidos quando uma página demora mais de três segundos para carregar, é cada vez mais difícil manter a perseverança e a disciplina, tão essenciais nas estratégias para alcançar objetivos. Falta paciência e existem muitas distrações nos desviando do nosso caminho.

A Internet está mudando nossos cérebros. Para pior. Essa é a mensagem principal de Nicholas Carr. Concordo, porém em partes. É verdade que muita gente utiliza a Internet de forma improdutiva, mas também devemos reconhecer o potencial enorme de aprender muito através dessa tecnologia.

Não me surpreendeu que a grande maioria dos voluntários que respondeu a uma pesquisa que fizemos recentemente sobre como melhorar o Dinheirama acabou apontando para a falta de tempo como principal motivo em não ter alcançado todos os objetivos em 2010 (42% das respostas). Curiosamente, o segundo obstáculo foi a procrastinação, enrolando na Internet, TV, games e outras distrações (38,6% das respostas)

Curso inovador de educação financeira
Para contornar esse obstáculo, o que preparamos foi um curso inovador em que os materiais de educação financeira são oferecidos por uma plataforma interativa, com sistema de acompanhamento. Para os que entrarem para o grupo criado, um email será enviado de tempos em tempos apontando para atividades interativas que serão realizadas em grupo dentro de uma rede social fechada.

Isso tem uma série de benefícios. Em primeiro lugar, ajuda a contornar as distrações e manter um ritmo leve (porém sólido) de leitura entre todos os leitores, simultaneamente. O tempo total de leitura será de cinco semanas.

As atividades interativas fazem com que a leitura não seja meramente passiva. Quantas vezes não lemos um livro de cabo a rabo em dois dias… para esquecer tudo na semana seguinte? Com técnicas de eLearning que eu utilizo em minha profissão, desenvolvi exercícios que estimulam o debate e interpretação e assimilação de conceitos levando em conta as especificidades de cada indivíduo.

Como isso tudo é feito dentro de um grupo MasterMind (conceito de Napoleon Hill, da obra “Pense e Enriqueça”), um resultado colateral é um networking de pessoas com pensamento semelhante ao nosso: com muita vontade de investir na educação financeira pessoal, empreendedorismo, carreira e investimentos.

Para manter o grupo coeso e com uma boa dinâmica interna de discussões, estamos limitando o número de participantes com o número de Dunbar: apenas 150 vagas serão abertas, a partir hoje. Clique aqui e conheça mais detalhes da iniciativa “A Classe Alta”.

Este projeto nasceu ao final de 2010 como forma de encerrar o ano com chave de ouro e plantar as sementes de um 2011 próspero e com responsabilidade profissional e financeira. Espero que gostem! Como o Dinheirama é um parceiro especial deste projeto, existe um link que dá 50% de desconto do valor oferecido para o público geral (veja e clique logo abaixo). Conheça um conjunto de iniciativas que podem ajudar você a ir mais longe:

Acesse: http://www.arataacademy.com/port/a-classe-alta-dinheirama/

Obrigado e até a próxima.

Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários