Quero chamar sua atenção para uma coisa no mínimo curiosa. Se você fez curso superior, deve se lembrar daqueles seus colegas de faculdade que ocupavam o “fundão” da sala de aula.

Eles costumavam tirar notas piores, faltavam algumas aulas, eram reprovados em algumas matérias, eram mais “bagunceiros”, mas eram também mais populares e divertidos.

Pois é. Muitos deles, depois de alguns anos no mercado de trabalho, se tornaram grandes empresários, executivos ou profissionais liberais de destaque em suas áreas de atuação.

E aqueles que tiravam excelentes notas nas provas e eram mais comportados e quietinhos? Boa parte deles também se desenvolveu em sua carreira profissional, mas costumam ser liderados pela “galera do fundão”.

Se você viu exceções nestas minhas colocações, fique tranquilo. Elas existem, e essas pessoas também se beneficiarão (se já não o fazem há muito tempo) de um tipo de riqueza que a galera do fundão sempre cultivou muito bem: o poder do networking.

Ebook gratuito recomendado: Ter uma Vida Rica Só Depende de Você

Não adianta ser apenas um ótimo profissional

Jamais subestime o valor dos relacionamentos. De nada adianta uma pessoa ter, por exemplo, um currículo invejável, repleto de cursos e certificações, e não conhecer as pessoas que poderão indicá-la para uma determinada função.

De igual forma, não basta ser um bom empreendedor, ainda que já tenha conseguido transformar aquela ideia genial em um negócio de verdade. Se não conhecer as pessoas certas, muito provavelmente não conseguirá fazer o seu negócio crescer.

Nenhum de nós vai muito longe sozinho. É fundamental investir na criação e manutenção de bons relacionamentos. Conhecer pessoas e trocar conhecimentos e experiências é uma das poucas situações da vida onde doamos algo e ficamos ainda mais ricos.

O sentimento que fortalece suas conexões

Os negócios fluem de forma verdadeira quando contam com este poderoso sentimento: a confiança.

Os laços de confiança formam a base de todos os relacionamentos bem sucedidos. Estes laços podem e devem ser multiplicados, e isso acontece quando desenvolvemos as famosas redes de relacionamentos.

Não estou falando das redes virtuais, pois elas são apenas ferramentas para auxiliar o processo. Falo das redes reais, do contato físico, do olho no olho, das conversas, de um forte aperto de mãos.

Leitura recomendada: 3 coisas sobre medo e autoconfiança que você deve entender

João confia em Marcos. João também confia no Marcelo. João apresenta o Marcos ao Marcelo, e reforça aos dois os laços de confiança que possui com ambos. Marcos e Marcelo iniciam seu relacionamento. Rapidamente estabelecem seus próprios laços de confiança, que tiveram como base a confiança que ambos têm em João.

Esse é o poder do networking, que se multiplica de forma exponencial, e é capaz de gerar uma fonte inesgotável deste importante tipo de riqueza.

Tenha uma postura proativa para criar relacionamentos

Cuidado com a sua postura em relação à construção de novos relacionamentos. Não perca as oportunidades de participar de eventos que reúnem pessoas que você tem o desejo de conhecer.

Quando estiver nestes eventos ou encontros similares, cuidado para não se prender apenas numa “roda de velhos conhecidos”. Cultive a pró-atividade! Não tem ninguém para apresentar você àquela pessoa que deseja conhecer? Vá até ela e inicie o diálogo!

Prefere utilizar as redes sociais para um primeiro contato? Tudo bem, mas faça do jeito certo. Muitas pessoas apenas solicitam às outras para participar de sua rede de contatos, seja no Facebook, Linkedin ou outra ferramenta similar.

Ao invés disso, envie uma mensagem personalizada de abertura, junto com a solicitação de contato, apresentando-se e explicando resumidamente o motivo pelo qual você deseja fazer contato com aquela pessoa. Isso muda completamente a primeira impressão que a pessoa terá de você.

Leitura recomendada: 5 atitudes nos relacionamentos que enriquecem sua vida

Mesmo fazendo do jeito certo não obteve resposta? Tudo bem. Você não perdeu nada (o “não” você já tinha). Mas se ao contrário, você obter uma resposta, então a partir daquele momento, a sua vida poderá mudar completamente.

Aconteceu comigo

Comigo foi assim. Um dia decidi restabelecer o contato com um amigo de infância (dica: crianças são ótimas em criar novos relacionamentos – aprenda com elas). Eu não o via há muitos anos.

Primeiro enviei uma mensagem de abertura no Facebook. Depois da resposta, agendamos um encontro presencial. Trocamos ideias, compartilhamos experiências. Novos encontros aconteceram, e em cada um deles, o laço de confiança aumentava.

Hoje trabalhamos juntos. A minha vida mudou muito (para melhor, é claro). Ambos ficamos mais ricos do que já éramos. E para finalizar, deixo para você um vídeo deste grande amigo e mentor. Um abraço e até a próxima!

Clique aqui para assistir o vídeo

Giovanni Coutinho
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários