Home Agronegócio Milho e soja caem com perspectivas positivas de aumento da safra

Milho e soja caem com perspectivas positivas de aumento da safra

A soja caiu 20,50 centavos, para 11,8450 dólares por bushel, depois de atingir 11,91 dólares mais cedo, o nível mais fraco desde 2 de maio

por Reuters
0 comentário

Os contratos futuros do milho e da soja negociados na bolsa de Chicago caíram nesta segunda-feira, devido à demanda instável, às negociações técnicas e às expectativas de um forte progresso na semeadura e nas condições da safra de milho, disseram operadores.

O trigo negociado na CBOT caiu em um pregão instável, devido a preocupações com as safras russas prejudicadas e sem expectativas de alívio, disseram operadores.

A soja caiu 20,50 centavos, para 11,8450 dólares por bushel, depois de atingir 11,91 dólares mais cedo, o nível mais fraco desde 2 de maio. O milho caiu 2,75 centavos, fechando em 4,4350 dólares por bushel.

A demanda está fraca, na melhor das hipóteses, e sem qualquer problema climático, os preços ficarão mais baixos até chegarem a um nível de preços baixo o suficiente para estimular a baixa demanda”, disse Mark Soderberg, analista da ADM Investor Services.

Após o fechamento dos mercados, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos informou que o milho estava 91% plantado no domingo, em linha com as estimativas de analistas, e que 75% do milho dos EUA estava classificado em condições boas a excelentes, superando a estimativa média de analistas.

A soja estava 78% plantada, ficando na parte inferior das estimativas de analistas.

O contrato de trigo mais ativo da CBOT,, caiu 5,75 centavos, fechando em 6,7275 dólares o bushel. Na terça-feira, o contrato atingiu o maior nível em 10 meses, de 7,20 dólares, mas caiu depois na semana passada.

Estimativas reduzidas para as exportações de grãos da Rússia e uma possível declaração de estado de emergência reacenderam as preocupações com a safra do principal país produtor de trigo, disseram operadores.

A Rússia pode declarar uma emergência nacional e as exportações de grãos russos cairão para 60 milhões de toneladas na próxima temporada, de 70 milhões de toneladas nesta temporada, após um período de frio em algumas regiões, disseram autoridades do governo russo na sexta-feira.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.