Home Mercados Minério de ferro cai em meio a altos estoques nos portos da China

Minério de ferro cai em meio a altos estoques nos portos da China

Outros ingredientes de fabricação de aço na bolsa de Dalian caíram, com o carvão metalúrgico e o coque recuando 4,72% e 3,91%, respectivamente

por Reuters
0 comentário

Os preços futuros do minério de ferro caíram na quarta-feira em meio ao aumento dos estoques nos portos chineses, apesar das esperanças de maior intervenção no mercado imobiliário do país.

O contrato mais negociado de setembro do minério de ferro na Bolsa de Mercadorias de Dalian (DCE) na China encerrou o dia com queda de 2,91%, a 866 iuanes (119,85 dólares) a tonelada.

Os preços apagaram os ganhos da alta de 2,63% registrada da segunda-feira, o primeiro dia de negociação após o feriado público do Dia de Maio na China, que ocorreu depois de um comunicado do Politburo dizendo que as autoridades deveriam conduzir pesquisas sobre políticas e medidas para reduzir o estoque de moradias, a fim de prevenir e dissipar o risco no mercado imobiliário.

“Devido ao fim do feriado chinês, a especulação de reposição de estoques de minério de ferro terminou. Além disso, as chegadas ao porto durante os dias úteis de maio continuam a ser altas, e o estoque do porto está em alta sazonal”, disse Pei Hao, analista da corretora internacional Freight Investor Services (FIS), com sede em Xangai.

As importações de minério de ferro este ano pela China, o maior consumidor do mundo, devem praticamente igualar o volume do ano passado, em torno de 1,17 bilhão a 1,18 bilhão de toneladas, disse um executivo da mineradora Vale na quarta-feira.

Outros ingredientes de fabricação de aço na bolsa de Dalian caíram, com o carvão metalúrgico e o coque recuando 4,72% e 3,91%, respectivamente.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.