Home Ciência e Tecnologia Nasa lança espaçonave para explorar asteroide Psique rico em metais

Nasa lança espaçonave para explorar asteroide Psique rico em metais

A espaçonave, com o tamanho aproximado de uma pequena van, deve chegar ao asteroide em agosto de 2029

por Reuters
0 comentário

A Nasa lançou nesta sexta-feira uma espaçonave da Flórida a caminho de Psique, o maior dos vários asteroides ricos em metais conhecidos em nosso sistema solar e um corpo que se acredita ser o núcleo remanescente de um antigo protoplaneta.

A sonda Psyche, dobrada dentro do compartimento de carga de um foguete Falcon Heavy da SpaceX, decolou do Centro Espacial Kennedy da Nasa, em Cabo Canaveral, em uma viagem planejada de 3,5 bilhões de quilômetros pelo espaço.

A espaçonave, com o tamanho aproximado de uma pequena van, deve chegar ao asteroide em agosto de 2029.

O lançamento, exibido ao vivo pela Nasa TV, marca a mais recente de uma série de missões da Nasa que buscam pistas sobre a formação do nosso planeta há cerca de 4,5 bilhões de anos, enviando espaçonaves robóticas para explorar asteroides relíquias primordiais do início do sistema solar.

Esse asteroide mede aproximadamente 279 quilômetros de diâmetro em seu ponto mais largo e reside nas bordas externas do cinturão principal de asteroides entre os planetas Marte e Júpiter.

Os painéis que envolvem a espaçonave dentro do nariz do estágio superior do foguete foram descartados cerca de cinco minutos após o lançamento, e a própria sonda foi lançada ao espaço cerca de uma hora depois.

A Nasa disse que o processo para a espaçonave desdobrar autonomamente seus painéis solares gêmeos e apontar suas antenas de comunicação para a Terra leva cerca de duas horas.

A equipe de controle da missão Psyche planeja passar os próximos três a quatro meses realizando verificações dos sistemas da espaçonave antes de enviá-la em sua jornada para o espaço profundo, impulsionada por propulsores de íons solar-elétricos que estão sendo usados pela primeira vez em uma missão interplanetária.

Após alcançar o asteroide, a espaçonave o orbitaria por 26 meses, examinando o Psique com instrumentos construídos para medir sua gravidade, propriedades magnéticas e composição.

Conforme a principal hipótese, o asteroide é o casco interno, outrora derretido e congelado há muito tempo, de um planeta bebê despedaçado por colisões com outros corpos celestes no início do sistema solar.

Ele orbita o Sol cerca de três vezes mais longe do que a Terra, mesmo quando está mais próximo do nosso planeta.

Primeiro asteroide desse tipo escolhido para ser estudado de perto por uma espaçonave, acredita-se que o Psique seja composto na maioria por ferro, níquel, ouro e outros metais cujo valor monetário hipotético coletivo foi estimado em 10 quatrilhões de dólares.

Mas a missão não tem nada a ver com mineração espacial, conforme os cientistas. Seu objetivo é obter informações sobre a formação da Terra e de outros planetas rochosos que são construídos em torno de núcleos de metal fundido. O centro fundido da Terra é muito profundo e muito quente para ser examinado diretamente.

O asteroide, descoberto em 1852 e batizado com o nome da deusa da alma na mitologia grega, é o maior de cerca de nove asteroides conhecidos que parecem ser compostos principalmente de metal, com material rochoso misturado. Ainda assim, os cientistas só podem supor a aparência de Psique.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.