Nutrebem: conta digital e acompanhamento nutricional

Nutrebem: conta digital e acompanhamento nutricional

Entrevistamos Henrique Mendes, CEO da Nutrebem, uma fintech onde os pais podem acompanhar os gastos dos filhos e ver a classificação nutricional dos produtos consumidos nas escolas.

Uma das fases que mais permitem que crianças e adolescentes comecem a cuidar do próprio dinheiro é aquela que abrange a escola, especialmente se os pais ou tutores dão aquele dinheirinho para a compra do lanche diário.

A Nutrebem, uma fintech que começou a atuar a partir da necessidade de um pai com olhar empreendedor, age exatamente nesta fase. Ela está presente em escolas através de uma conta digital e acompanhamento nutricional.

Funciona assim: cada aluno da escola atendida possui uma conta digital, onde o responsável pode ativar e colocar saldo pelo aplicativo da Nutrebem ou diretamente na cantina.

O aluno possui acesso à sua conta nos totens instalados na escola. E os pais, por sua vez, podem acompanhar os gastos dos filhos e ver a classificação nutricional dos produtos consumidos.

O Dinheirama conversou com Henrique Mendes, CEO da Nutrebem, para entender melhor como funciona.

A Nutrebem atua em cantinas escolares com um público bastante importante, as crianças e seus pais. Para começar, gostaria de perguntar como vocês enxergam a importância da educação financeira para o público infantil e como acreditam que fintechs podem auxiliar nisso?

Henrique Mendes: Acreditamos que a educação financeira é e será muito relevante para as crianças no futuro. Afinal, independente da profissão que exercerão, precisarão cuidar do seu próprio dinheiro. Para mim, as fintechs conseguem captar mais rapidamente novas tendências e propor soluções mais inovadoras e focadas nos seus clientes.

Como surgiu a ideia de criar a Nutrebem?

H. M.: A Nutrebem surgiu de uma necessidade como pai. A cantina escolar envolve muita insegurança porque é onde a criança usa o primeiro dinheiro da vida dela e escolhe alimentos sem o auxílio de um adulto. Quando conheci a Nutrebem, me tornei investidor anjo dela, justamente por acreditar nessa ideia de alinhar educação financeira e nutricional com tecnologia. Eu tinha dois filhos pequenos e entendia bem da carência de termos esse auxílio dentro das cantinas escolares no mercado, de ter essa atenção e cuidado.

Me convidaram para ser o CEO por não estarem em um bom momento. Como pai e ex-executivo, levamos uma nova proposta, com maior foco no serviço para os pais dando mais segurança financeira e nutricional. Implantamos os tótens, o aplicativo, o uso de QR Code para pagamentos e oferecemos o acompanhamento nutricional para os pais, junto de uma equipe de nutricionistas.

Em quantas escolas a Nutrebem está presente? Como essas escolas são escolhidas? Existe um perfil comum?

H. M.: São 230 escolas espalhadas pelo país. O operador da cantina e a diretoria da escola são mais inovadores, que buscam parceiros que os ajudam a entregar mais valor para os pais dos alunos.

Como exatamente funciona a conta digital da Nutrebem e como os pais podem acompanhar?

H. M.: É uma conta digital com acompanhamento nutricional para alunos para ser usada exclusivamente na cantina escolar que ainda oferece mais agilidade nas filas através do tótem onde fazem o pedido.

Ela oferece maior segurança financeira e nutricional para os pais, que conseguem acompanhar e limitar os gastos por dia e consumos de produtos diários. Ao mesmo tempo que os pais podem ver a classificação nutricional de todos os produtos do cardápio da cantina, ajudamos a cantina a aumentar sua oferta de produtos nutritivos.

O responsável habilita a conta digital do aluno e coloca saldo pelo app ou diretamente na cantina. O aluno possui acesso à sua conta nos tótens instalados na escola, tanto por meio de cartão magnético como por login e senha, e pode efetuar pagamentos via QR Code. Já os pais, pelo aplicativo, podem acompanhar os gastos dos filhos e ver a classificação nutricional dos produtos consumidos. Tudo na palma da mão.

A conta digital seria como uma espécie de pré-pago? Qual a diferença?

H. M.: No cartão pré-pago, como é conhecido, o saldo está no cartão e, caso o perca, perderá o saldo. Na Nutrebem, o cartão é apenas um meio do aluno acessar a sua conta digital. Ele poderá usar um cartão, um login ou seu celular. O saldo está na conta digital do aluno.

Costumamos falar que educação financeira, assim como exercícios físicos, requerem equilíbrio e frequência. Com relação à alimentação e uso do dinheiro, que tipo de comparação poderiam fazer?

H. M.: Nós acreditamos muito no conceito do equilíbrio. Na alimentação, criamos uma funcionalidade onde os pais podem permitir que as crianças comam algum produto somente em um dia específico da semana. Essa ideia reforça o conceito de que comer esse alimento apenas 1 dia da semana não há problema, mas não é bom come-lo mais vezes. Assim, os pais e alunos passam a ter uma consciência maior desse equilíbrio na alimentação.

Além disso, nossa consultoria nutricional sugere mudanças no cardápio da cantina ao longo do tempo, já que educação em qualquer área ocorre de maneira gradativa. Isso permite uma conversa maior com as crianças pois a partir do momento que eles personalizam o cardápio e o customizam, as crianças questionam o motivo.

Gostamos de proporcionar uma conversa entre pais e filhos que vai se estabelecendo cada vez mais frequente, até chegar o dia em que isso fará parte do hábito das crianças. Requer frequência, pela questão do tempo, equilíbrio e serenidade.

Como pais e estudantes têm recebido a Nutrebem e como enxergam a empresa daqui a alguns anos?

H. M.: Pais e alunos nos recebem muito bem. Em média, os alunos usam a Nutrebem para comprar seu lanche 11 dias úteis por mês. Ou seja, o uso a cada 2 dias demonstra uma frequência bem alta e que se adapta bem à nova forma de lanchar na cantina escolar.

Queremos aumentar o impacto da Nutrebem na melhoria alimentar da escola dando cada vez mais segurança financeira e nutricional aos pais dos alunos. Queremos que eles sintam que seus filhos estão usando melhor o dinheiro que recebem e escolhem melhor seus alimentos no recreio escolar. E sabemos que temos muito para evoluir, já que o desafio é enorme.

Janaína Gimael Janaína Gimael
Jornalista graduada e pós-graduada pela Cásper Líbero, tem especialização em Economia para Jornalistas, extensão em Psicologia Econômica e formação em Terapia Financeira. Já passou pela Bloomberg Television, Agência Dinheiro Vivo, Patagon, Ibope e Nubank. Também já teve uma agência de comunicação através da qual produziu muito conteúdo sobre educação financeira e empreendedorismo. No Insta: @janaina.dimdim
Ver artigos de Janaína Gimael >

Atenção: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários

Vídeos gratuitos sobre educação financeira TV Dinheirama

Aprenda de forma simples e interativa, alguns assuntos que irão fazer toda a diferença no dia a dia na sua relação com o dinheiro. Investimentos, finanças comportamentais, empreendedorismo, liderança, dicas práticas e muito mais. Clique no botão abaixo, assista e assine o canal gratuitamente para receber os novos videos diretamente no seu e-mail.

Assista grátis Ok