Home Empresas Opep+ negocia corte de produção para 2024-2025, dizem fontes

Opep+ negocia corte de produção para 2024-2025, dizem fontes

Uma quarta fonte, um delegado da Opep+, quando perguntado na sexta-feira se a reunião de domingo tomaria decisões sobre 2025

por Reuters
0 comentário

A Opep+ está trabalhando em um acordo complexo a ser firmado em sua reunião no domingo, que permitirá ao grupo estender alguns de seus cortes significativos na produção de petróleo até 2025, disseram três fontes familiarizadas com as discussões da Opep+ na quinta-feira.

A Opep+ fez uma série de cortes desde o final de 2022 em meio ao aumento da produção dos Estados Unidos e de outros não membros do grupo de produtores, além de preocupações com as perspectivas de demanda, já que as principais economias mundiais lutam com altas taxas de juros para controlar a inflação.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo, liderada pela Arábia Saudita e aliados liderados pela Rússia, conhecida como Opep+, está atualmente cortando a produção em um total de 5,86 milhões de barris por dia, o equivalente a cerca de 5,7% da demanda global.

Os cortes incluem 3,66 milhões de bpd dos membros da Opep+ válidos até o final de 2024 e 2,2 milhões de bpd de cortes voluntários de alguns membros que expiram no final de junho.

O acordo no domingo poderia incluir a extensão de alguns ou de todos os cortes de 3,66 milhões de bpd para 2025 e alguns ou de todos os cortes voluntários de 2,2 milhões de bpd para o terceiro ou quarto trimestre de 2024, disseram as três fontes.

“Uma decisão para 2025 é possível”, disse uma delas. “Saberemos mais nos próximos dias”.

A extensão de alguns cortes para 2025 provavelmente estará condicionada à Opep+ concordar com novos números de capacidade de produção de membros individuais no final de 2024, disseram duas das fontes.

Uma quarta fonte, um delegado da Opep+, quando perguntado na sexta-feira se a reunião de domingo tomaria decisões sobre 2025, disse: “Em parte, sim”.

O grupo está tentando chegar a um acordo sobre a nova capacidade de produção de petróleo para seus países membros até o final de 2024, uma questão que gerou tensões no passado porque a meta de produção de cada nação é calculada com base em sua capacidade.

Os países que fizeram cortes voluntários mais profundos do que os acordados com o grupo mais amplo são Argélia, Iraque, Cazaquistão, Kuwait, Omã, Rússia, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos.

Dinheirama

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.