Home Agronegócio Plantio de soja do Brasil cai abaixo média pela 1ª vez em 23/24, diz Pátria AgroNegócio

Plantio de soja do Brasil cai abaixo média pela 1ª vez em 23/24, diz Pátria AgroNegócio

Na mesma época do ano passado, produtores do Brasil tinham semeado 37,60% da soja

por Reuters
0 comentário
(Imagem: Reprodução/Freepik/@Oleksandr Ryzhkov)

O plantio de soja no Brasil atingiu 29,84% da área prevista até esta sexta-feira, com atraso em relação ao mesmo período do ano passado e ante a média histórica de cinco anos pela primeira vez nesta safra 2023/24, informou a consultoria Pátria AgroNegócios.

“Apesar do bom ritmo de trabalhos de campo observado no Mato Grosso, os demais Estados seguiram em ritmo lento diante da falta de chuvas generalizadas e temperaturas elevadas”, disse o diretor da consultoria Matheus Pereira, em nota.

Na mesma época do ano passado, produtores do Brasil tinham semeado 37,60% da soja, enquanto a média histórica para o período é de 30,06%.

Mais cedo, o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) estimou que plantio de soja em Mato Grosso atingiu 60% da área prevista para o maior Estado produtor brasileiro. O instituto ainda vê o plantio à frente a média histórica para o período.

Para a Pátria Agronegócios, o plantio em Mato Grosso foi a 58,6%, versus 66,84% em 2022 e 50,64% da média de cinco anos.

No Cerrado brasileiro, o calor intenso levanta preocupações sobre replantio das lavouras e de impacto na janela climática da segunda safra (de algodão ou milho), semeada após a colheita da oleaginosa.

No Paraná, segundo produtor brasileiro de soja, o plantio está mais avançado em relação à média para o Estado, com mais da metade de área já semeada, ajudando a compensar um pouco o atraso no Centro-Oeste no índice médio nacional.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.