Prazo para entregar declaração do Imposto de Renda acaba em menos de 15 diasOs contribuintes que precisam declarar seus rendimentos e ainda não tomaram nenhuma providência têm menos de 15 dias para preparar sua declaração. O prazo para entregar declaração do Imposto de Renda 2013 acaba no dia 30 de abril.

Segundo informações divulgadas pela Receita Federal, cerca de 35% do total de declarações esperadas foram recebidas até o meio de abril. Como de costume, o brasileiro parece deixar mesmo suas pendências para o fim do prazo – a Receita espera receber mais 16,7 milhões de declarações nos últimos quinze dias do prazo.

Não é por falta de incentivos que os contribuintes estão adiando suas declarações. Unindo facilidade com comodidade, a Receita recentemente lançou aplicativo que permite a simulação e a declaração do imposto pelo celular ou tablet (m-IRPF). Usuários de Android e iOS podem tirar proveito da tecnologia para regularizar suas obrigações.

No entanto, é válido lembrar que os contribuintes que receberam rendimentos de pessoa física, que estejam obrigados a declarar dívidas e ônus reais, que auferiram ganho de capital e que tenham recebido determinados tipos de rendimentos isentos ou com tributação exclusiva ainda precisam utilizar o meio convencional. As declarações com essas características ainda não são possíveis através do m-IRPF.

Dúvidas sobre Declaração de Imposto de Renda – IRPF 2012/2013?

Os questionamentos em volta das declarações de Imposto de Renda sempre aparecem nessa época do ano. Não é por menos, alguns rendimentos que precisam ser declarados apresentam certas particularidades e as dúvidas são normais.

Pensando nisso, o Dinheirama publicou um guia especial de declaração de Imposto de Renda que pode auxiliar os contribuintes a fazer suas declarações. Clique aqui para ler o guia.

Alguns dos artigos publicados estão gerando boas discussões e solucionando algumas dúvidas. Abaixo estão alguns dos mais procurados.

Regras para declaração de Imposto de Renda: obrigatoriamente, devem declarar Imposto de Renda aqueles que tiveram rendimentos tributáveis acima de R$ 24.556,65 ou rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte acima de R$ 40 mil. Investidores do mercado de ações e pessoas com bens acima de R$ 300 mil em 2012 também devem declarar. Clique aqui para ler mais sobre as regras.

Download do programa para declaração de Imposto de Renda: baixe direto do site da Receita Federal o Programa Gerador da Declaração (PGD) para fazer sua declaração. O Receitanet, programa para transmissão da declaração, também já está disponível no site. Clique aqui para mais detalhes do download dos programas.

Como fazer a declaração de Imposto de Renda (IRPF) 2012-2013: como de costume, o Dinheirama explica de forma clara e objetiva como fazer a declaração através de perguntas relacionadas ao preenchimento e envio. Clique aqui para ler nosso guia completo.

Como declarar despesas médicas: neste artigo abordamos as principais dúvidas em relação à declaração de despesas médicas e suas deduções. Clique aqui para ler as respostas das sete principais perguntas sobre o tema.

Como declarar imóvel no Imposto de Renda: as cinco principais dúvidas relacionadas à declaração de imóveis no Imposto de Renda são respondidas para ajuda-lo a lidar melhor com a Receita Federal. Clique aqui para entender como declarar imóveis.

Declaração de Imposto de Renda de investimentos e renda variável: para aqueles que têm dinheiro investido, seja na poupança, ou em bolsa de valores, este artigo será muito útil para entender como declarar seus rendimentos. Clique aqui para saber se você deve declarar seus investimentos.

Fonte: R7. Foto de freedigitalphotos.net.

Willian Binder
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários