Home Agronegócio Preço do café robusta dá novo salto na ICE e açúcar bruto atinge mínima de 8 meses

Preço do café robusta dá novo salto na ICE e açúcar bruto atinge mínima de 8 meses

O café arábica de março subiu 0,6%, para 1,8525 dólar por libra-peso

por Reuters
0 comentário

Os contratos futuros do café robusta subiram 4% na terça-feira, depois de um ganho semelhante na segunda-feira, em meio a preocupações com o clima negativo para a produção no Brasil e na Indonésia, enquanto o açúcar bruto caiu para o nível mais baixo em oito meses e meio, já que os fundos continuaram a vender.

Café

O contrato março do café robusta subiu 102 dólares, ou 4%, a 2.724 dólares a tonelada métrica, depois de atingir uma máxima de cinco meses e meio de 2.733 dólares.

Os comerciantes disseram que o recente clima quente e seco no Brasil pode prejudicar as perspectivas de safra em regiões como o Espírito Santo, que cultivam principalmente o café robusta.

A preocupação com o Brasil ocorre depois que outros produtores de robusta, como a Indonésia, enfrentaram dificuldades com o clima negativo.

Fernando Maxiliano, analista de café da corretora StoneX, disse que as perspectivas para o café robusta no Brasil se deterioraram, apesar dos sistemas de irrigação estarem amplamente difundidos.

(Imagem: Reprodução/eliasfalla/PIxabay)
(Imagem: Reprodução/eliasfalla/PIxabay)

“Alguns municípios declararam estado de atenção devido às baixas reservas de água. Se os governos impuserem limites à irrigação, o problema será maior”, disse ele.

O café arábica de março subiu 0,6%, para 1,8525 dólar por libra-peso.

Açúcar

O açúcar bruto subiu 0,5%, para 22,59 centavos de dólar por libra-peso, depois de estabelecer uma mínima de oito meses e meio de 21,48 centavos de dólar no início da sessão, devido à venda contínua de fundos.

Os comerciantes disseram que uma mudança na política de etanol da Índia na semana passada, que deve aumentar a oferta doméstica de açúcar, contribuiu para a recente queda nos preços, juntamente com uma produção mais forte do que o esperado no Brasil.

(Imagem: Reprodução/shixugang/PIxabay)

A região centro-sul do Brasil produziu 35% mais açúcar em relação ao ano anterior na segunda quinzena de novembro, informou a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica).

O açúcar branco subiu 0,3%, para 639,70 dólares a tonelada.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.