Home Economia e Política Taxas futuras sobem após inflação maior no Focus

Taxas futuras sobem após inflação maior no Focus

O avanço das taxas dos DIs (Depósitos Interfinanceiros) ocorre na contramão do exterior, onde os rendimentos dos Treasuries oscilavam em baixa

por Reuters
0 comentário

As taxas dos DIs registravam altas firmes na manhã desta segunda-feira, em especial entre os contratos a partir de janeiro de 2026, após piora nas projeções do mercado para a inflação neste e nos próximos anos, conforme o relatório Focus.

O avanço das taxas dos DIs (Depósitos Interfinanceiros) ocorre na contramão do exterior, onde os rendimentos dos Treasuries oscilavam em baixa.

Após ter cedido na abertura, às 10h41 a taxa do DI para janeiro de 2026 estava em 10,855%, ante 10,791% do ajuste anterior, enquanto a taxa para janeiro de 2027 estava em 11,225%, ante 11,144%.

Mais cedo, o relatório Focus indicou que a mediana das projeções do mercado para a inflação em 2024 passou de 3,86% para 3,88%. No caso de 2025, foi de 3,75% para 3,77% e, para 2026, de 3,58% para 3,60%.

Esta foi a quinta semana consecutiva em que a projeção para a inflação em 2025 aumentou, afastando-se do centro da meta perseguida pelo Banco Central, de 3%.

No Focus, a mediana das projeções para a taxa básica Selic no fim de 2024 foi de 10,00% para 10,25%. Na curva de juros, a precificação majoritária é de Selic a 10,50% no fim deste ano.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.