Home Economia e Política TCU avalia nesta quarta-feira regras para renovação de 20 concessões de distribuição de energia

TCU avalia nesta quarta-feira regras para renovação de 20 concessões de distribuição de energia

Sob relatoria do ministro Antonio Anastasia, o processo envolve 20 contratos, que somam 60% do número de clientes, mercado e receita bruta do total das concessionárias de distribuição de energia do país

por Reuters
0 comentário
TCU

 O Tribunal de Contas da União (TCU) pautou para esta quarta-feira a análise do processo que avalias as regras definidas pelo governo federal para a renovação de contratos de distribuição de energia elétrica com vencimentos previstos para o período de 2025 a 2031.

Sob relatoria do ministro Antonio Anastasia, o processo envolve 20 contratos, que somam 60% do número de clientes, mercado e receita bruta do total das concessionárias de distribuição de energia do país.

A definição sobre essas regras é bastante aguardada por grandes grupos do setor elétrico com contratos a vencer nos próximos anos, como Enel, CPFL Energia (CPFE3) e Equatorial Energia (EQTL3).

A Enel, por exemplo, suspendeu a venda de sua distribuidora no Ceará até ter mais clareza sobre a possibilidade de renovação do contrato. Já a Light aguarda uma resolução para antecipar a renovação contratual, o que ajudaria a definir também os rumos de sua recuperação judicial.

O Ministério de Minas e Energia enviou em setembro ao TCU as regras propostas para a renovação dos contratos, incluindo os critérios mínimos que as empresas devem atender para poder manter a concessão e “contrapartidas sociais” para beneficiar os consumidores.

Não há previsão de obrigatoriedade de nova licitação ou pagamento de outorga pelas companhias nesse processo.

Segundo a agência reguladora Aneel, os novos contratos de distribuição já deverão contar com um olhar mais voltado à satisfação do consumidor, e mais flexibilidade para que as concessionárias adotem novas tecnologias e se adaptem a mudanças de hábitos da sociedade.

A EDP Espírito Santo é a primeira das distribuidoras a assinar um novo contrato com o governo. A companhia precisa assinar o termo de aceite da prorrogação em janeiro de 2024, 18 meses antes do vencimento de sua concessão.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.