Home Agronegócio Trigo atinge máxima em 10 meses

Trigo atinge máxima em 10 meses

A consultoria IKAR reduziu ainda mais sua estimativa para a produção russa de trigo para 81,5 milhões de toneladas métricas

por Reuters
0 comentário

Os contratos futuros do trigo negociados na bolsa de Chicago subiram nesta terça-feira, apoiados pela redução das projeções de colheita na Rússia, atingindo uma máxima de 10 meses antes de reduzir os ganhos.

Os futuros da soja caíram devido à baixa competitividade do farelo de soja dos EUA, enquanto os contratos de milho recuaram com a melhora do clima de plantio nos EUA.

O clima seco e as fortes geadas atingiram as principais regiões de cultivo de trigo no sul da Rússia, e cerca de 1,5 milhão de hectares de plantações russas foram danificados pelas geadas, informou a União de Grãos da Rússia.

“Os problemas de safra na Rússia são a grande história do momento”, disse Terry Linn, corretor da Linn and Associates. “Temos realmente um mercado climático volátil”

O contrato de trigo mais ativo subiu 3 centavos, fechando a 7,0025 dólares por bushel.

Na segunda-feira, a consultoria IKAR reduziu ainda mais sua estimativa para a produção russa de trigo para 81,5 milhões de toneladas métricas e as exportações para 44 milhões de toneladas.

Há apenas um mês, a IKAR previa uma produção de 93 milhões de toneladas e exportações de 52 milhões de toneladas.

Os preços da soja caíram com a fraqueza dos futuros do farelo de soja dos EUA, que arrastaram o complexo para baixo, em grande parte devido às exportações mais baratas de farelo da América do Sul, que pesaram sobre o mercado.

Os futuros do milho ganharam algum suporte com a recuperação dos preços do trigo, embora o rápido progresso do plantio e as previsões de clima seco no Cinturão do Milho dos EUA tenham pressionado os preços no início da sessão, disseram os traders.

Ao final, milho caiu 2,25 centavos, fechando a 4,625 dólars por bushel, enquanto os futuros da soja caíram 18,50 centavos, para 12,295 por bushel.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.