Home Empresas Usiminas espera religar alto-forno 3 em meados de outubro, diz sindicato

Usiminas espera religar alto-forno 3 em meados de outubro, diz sindicato

Não há uma data definida, está faltando 1% dos trabalhos da reforma, coisa simples, se der tudo certo nos testes

por Reuters
0 comentário
Siderúrgicas que operam no Brasil estão cobrando o governo para impor Imposto de Importação de 25% sobre o aço (Imagem: Reprodução/Freepik/@KamranAydinov)

A Usiminas (USIM5) espera reativar seu maior equipamento de produção de aço bruto, o alto-forno 3 da usina de Ipatinga (MG), em meados de outubro, após fim de reforma bilionária iniciada em abril que tinha previsão de conclusão em agosto, afirmou o presidente do sindicato local de trabalhadores nesta quarta-feira.

“A informação que temos é que eles acreditam que na primeira quinzena de outubro vai religar”, disse o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Ipatinga (MG), Geraldo Magela Duarte, ao ser questionado pela Reuters.

Procurada, a empresa não comentou quando pretende religar o equipamento.

“Não há uma data definida, está faltando 1% dos trabalhos da reforma, coisa simples, se der tudo certo nos testes”, acrescentou o dirigente.

A expectativa inicial era que o alto-forno 3 fosse religado em 10 de agosto, afirmou, acrescentando que a empresa não contratou funcionários adicionais para o início da operação do equipamento.

O alto-forno 3 está parado desde abril para uma reforma geral que tem investimento estimado em 2,7 bilhões de reais.

A capacidade do equipamento é de cerca de 3 milhões de toneladas por ano, mas a companhia vinha operando com ele a cerca de 60% deste volume antes da reforma, que deve gerar ganhos de produtividade para empresa, segundo afirmaram executivos da companhia no final de julho.

Em julho, a estimativa do Aço Brasil para as importações da liga pelo país este ano indicava alta de 25,6%, para 4,2 milhões de toneladas
O alto-forno 3 está parado desde abril para uma reforma geral que tem investimento estimado em 2,7 bilhões de reais
(Imagem: unsplash/ yasin hemmati)

Se a previsão se confirmar, o religamento pode contribuir para pressionar o mercado interno já intensamente abastecido por importações de aço, principalmente da China e da Rússia.

Siderúrgicas que operam no Brasil estão cobrando o governo para impor Imposto de Importação de 25% sobre o aço como forma de proteção comercial.

Nesta quarta-feira, os presidente-executivos de Gerdau, Gustavo Werneck, e Arcelor Mittal Brasil, Jefferson De Paula, afirmaram em congresso que, se o governo não criar a alíquota em breve, o setor poderá iniciar uma onda demissões diante de um quadro marcado por 40% de capacidade ociosa.

Enquanto o alto-forno 3 não é religado, o sindicato conversa com a Usiminas sobre a implementação de um esquema de trabalho de quatro dias em dois turnos, com folga de quatro dias, a chamada escala “4 x 4” de 12 horas, disse Duarte.

Também em outubro, na segunda quinzena, o sindicato deve iniciar campanha salarial, disse o dirigente. A data-base da usina em Ipatinga é 1º de novembro.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.