5 dicas para realizar a viagem dos sonhos (sem dívidas)

5 dicas para realizar a viagem dos sonhos (sem dívidas)

Que tal começar a pensar na viagem dos sonhos de uma forma diferente? Conheça 5 dicas que vão ajudar a realizar esse sonho. Aproveite!

A viagem dos sonhos, tema interessante que permeia o imaginário de muitas pessoas. Você já conseguiu realizar esse sonho?

Todo ano parece ser a mesma coisa. Correria na Black Friday, décimo terceiro salário que sempre ajuda no planejamento, Natal ao lado da família (mesmo morando longe) e o desejo de fazer a viagem dos sonhos nas tão sonhadas férias. E que bom que é assim, não é mesmo?

Será que “mexer em time que está ganhando” faz sentido quando o assunto é a loucura de final de ano? Pensando no seu bolso, sim, pode fazer sentido! Via de regra, quando todo mundo deseja as mesmas coisas (ou as mesmas experiências), quem as vende pode cobrar mais.

O assunto da nossa conversa são as viagens dos sonhos, tão desejadas neste período do ano. A estratégia mais comum é criar pacotes e literalmente envelopá-los em publicidade cativante e com apelo de promoção imperdível.

Tomados pela emoção do momento, que envolve as férias das crianças, o Natal e a renovação das esperanças e promessas tão comuns na virada de ano, ficamos menos alertas e mais suscetíveis a simples armadilhas de consumo.

Pode parecer uma pergunta sem propósito e até mesmo estranha, mas por que viajar sempre em dezembro ou janeiro? Porque você já está acostumado. Porque é mais fácil, considerando férias e a correria do ano todo. Porque “sim”.

Que tal uma experiência diferente, capaz de envolver mais a família tanto no planejamento, quanto na experiência em si? Se é a viagem dos sonhos, precisa ser algo mais. Algumas dicas para pensar nisso:

Presente: Abra sua conta grátis na Grão em dezembro e ganhe R$ 10

1. Viaje na baixa temporada

Se seus filhos são pequenos, você pode viajar em datas menos associadas ao encerramento/pausa do ano letivo. Isso significa que pode viajar em períodos de baixa temporada, aproveitando muito (praticamente tudo) do destino, mas sem filas e com preços bem mais em conta.

Viajar quando ninguém quer (ou pode) viajar é mais barato e tem tudo para ser mais divertido. Talvez você consiga se organizar para ter disponibilidade de fazer a viagem nesta janela mais complicada para a maioria ou quando o local de destino não está ainda tão badalado. Planejamento e antecedência são os pontos-chave.

Ouça: DinheiramaCast – Mídias sociais ajudam ou atrapalham na educação financeira?

2. Planeje melhor suas férias 

Procure alinhar as férias de todos da casa com as datas menos procuradas para determinados destinos, o que pode mudar de ano para ano e de lugar para lugar. Se você quer ir para uma praia especial, talvez o alto verão seja perfeito, mas a primavera pode resolver e oferecer pacotes mais baratos. Se o lugar é quente (ou frio) o ano todo, consulte os períodos com menos movimento.

Muitas vezes, a definição do período de férias acontece de forma apressada e sem tanta reflexão. São comuns os casos em que a empresa simplesmente cria uma escala e apresenta aos seus funcionários, e isso não é legal. Se você quer viajar e pretende se planejar de verdade para isso, precisa alinhar isso com as suas férias.

Leia também: Cashback: você sabe como economizar com ele?

3. Atenção para o destino e suas surpresas

Você não quer chegar no destino e descobrir que viajou para lá correndo o risco de se ver em meio a uma nevasca. É importante estudar com calma e paciência as opções, os melhores períodos e as experiências de outros viajantes nos períodos selecionados.

Pesquisar através da Internet costuma ser suficiente para determinar os momentos em que determinado local não deve ser visitado, bem como para avaliar a opinião de outros turistas nos períodos de baixa temporada.

O que você quer encontrar é aquele período ideal que misture pouco movimento, bom tempo e atrações em pleno funcionamento, afinal de contas estamos falando da viagem dos sonhos.

Assista: Por que o Dólar Disparou? 🚀 5 Razões que Você Precisa Conhecer

4. Planeje a viagem dos sonhos com mínimo de 6 meses de antecedência

A ideia aqui é se preparar bem para a viagem, o que inclui parcelar pouco e economizar durante o processo para os gastos na hora de se divertir viajando. Quanto antes planejar, melhor. Um ano antes? Excelente, assim você paga a viagem à vista e ainda junta para os gastos fora de casa.

Quanto antes, melhor. Quanto mais você pensar a viagem, melhor preparado estará para desfrutá-la. Seja o lado financeiro ou mesmo a questão da época ideal, quanto antes você “arrumar a casa” para fazer a viagem sem confusão e aperto, melhor. Se você não estiver satisfeito com seu planejamento, adie mais um pouco, mas priorize a organização.

Presente: Abra sua conta grátis na Grão em dezembro e ganhe R$ 10

5. Compre moeda estrangeira de forma fracionada

Se você pretende viajar para fora do Brasil, não tente adivinhar o melhor momento para comprar dólar, euro ou outra moeda. O ideal é que você compre pouco, com muita frequência, literalmente de grão em grão. Assim você fará um preço médio certamente mais interessante que a cotação da última hora.

A opinião do economista que você leu no jornal é certamente relevante e ele tem muita bagagem para comentar sobre os possíveis movimentos do dólar, mas não leve isso a sério para fazer seu planejamento. Não use manchetes de jornal ou a opinião de alguém como justificativa para sua decisão. Crie seu próprio julgamento.

Se você tem certeza de que o dólar vai cair, então quem sou eu para dizer o contrário. Na dúvida, compre de pouco em pouco, de forma gradual e casada com o prazo até o dia do embarque para a sonhada viagem dos sonhos.

Leia também: Férias: como me divertir gastando pouco

Conclusão

O objetivo de uma viagem dos sonhos é unir diversão, momentos íntimos ao lado de quem amamos e experiências inesquecíveis. Pagar caro ou se endividar por falta de planejamento pode se transformar em um pesadelo capaz de suprimir as lembranças incríveis da viagem, pense com carinho nisso.

Muitas vezes, tudo que você precisa fazer é ser mais paciente, delegar melhor algumas tarefas envolvendo a viagem e passar mais tempo pesquisando e organizando o roteiro. Coisas que parecem “chatas”, mas que na verdade são divertidas. Você começa a experimentar a viagem antes dela acontecer. Experimente!

Atenção: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários

Vídeos gratuitos sobre educação financeira TV Dinheirama

Aprenda de forma simples e interativa, alguns assuntos que irão fazer toda a diferença no dia a dia na sua relação com o dinheiro. Investimentos, finanças comportamentais, empreendedorismo, liderança, dicas práticas e muito mais. Clique no botão abaixo, assista e assine o canal gratuitamente para receber os novos videos diretamente no seu e-mail.

Assista grátis Ok