Se existe uma figura célebre no mundo dos investimentos é Warren Buffett, o homem que se tornou um mito por criar fortuna a partir de práticas relativamente simples, levando em conta empresas que apresentam boa administração e mercados estratégicos, que mesmo em momentos de crise mantém sua importância econômica.

O que pouca gente sabe é de fato como escolher os melhores investimentos, seguindo essa linha adotada por Buffett, já que o pequeno e médio investidor nem sempre tem tempo e acesso a informações que mostrem claramente quais sãos as empresas mais bem administradas.

A equipe de analistas da Empiricus, parceira de conteúdo do Dinheirama, estudou a fundo a carreira de Warren Buffett, seus muitos acertos e alguns equívocos. Esse trabalho, trouxe luz para quais seriam de fato as 5 principais estratégias de Buffett na hora de escolher onde investir.

Buffett procura empresas que ofereçam:

  1. Capacidade de gerar fluxo de caixa livre mesmo em condições adversas de mercado;
  2. Crescimento consistente do lucro por ação ao longo do tempo, traduzido também em crescimento dos dividendos;
  3. Baixo nível de endividamento ou – ainda melhor – posição excedente de caixa;
  4. Vantagens competitivas ou barreiras à entrada que reforcem a perpetuidade do negócio;
  5. Blindagem em relação a ingerências governamentais, mas também sem cair em vícios privados (ex. executivos incompetentes).

Relatório Barganhas da Bolsa

Após o estudo de diversos casos de investidores de sucesso, a equipe de analistas da Empiricus criou um relatório especial, Barganhas da Bolsa (clique e saiba mais). Esse relatório distribuído semanalmente contém no momento 11 ações, sendo que uma das ações recomendadas acumulou em 15 semanas um ganho de +34,11%. Evidentemente que ganhos passados não são garantia de ganhos futuros, mas os resultados da carteira sinalizam um trabalho correto, sério e que tem oferecido ótimo retorno.

Foi preparado ainda um relatório exclusivo (clique aqui para lê-lo na integra), falando mais sobre Warren Buffett e as atitudes que transformaram uma pessoa comum no maior investidor do mundo.

O exemplo de Buffett pode ser replicado (clique e saiba mais). Cabe a nós investidores atentos a boas oportunidades e exemplos a disposição em buscar o melhor conhecimento que ao longo dos anos nos oferecerão melhores resultados. Até a próxima!

Nota: Esta coluna é mantida pela Empiricus, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Foto: Photo of Forbes article, Shutterstock.

Empiricus Research
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários