Home Agronegócio Cacau cai e açúcar bruto recua após vencimento de contrato

Cacau cai e açúcar bruto recua após vencimento de contrato

O Rabobank disse que a deterioração da liquidez e as fortes vendas a descoberto exacerbaram os movimentos de preços após o retorno das tão esperadas chuvas

por Reuters
3 min leitura

Os contratos futuros de cacau na ICE caíram acentuadamente na segunda-feira, depois de tentarem uma breve recuperação na sessão anterior, com os fundos retomando a liquidação de posições compradas.

O açúcar bruto também caiu após o vencimento do contrato de julho.

Cacau

O cacau em Londres caiu 194 libras, ou 3%, para 6.170 libras por tonelada métrica, após ter fechado em alta de 3,7% na sexta-feira.

O cacau londrino perdeu 18% de seu valor no último trimestre, depois de ter subido 129% no primeiro trimestre.

O Rabobank disse que a deterioração da liquidez e as fortes vendas a descoberto exacerbaram os movimentos de preços após o retorno das tão esperadas chuvas ao segundo maior produtor de cacau, Gana.

O cacau de setembro em Nova York caiu 5,7%, para 7.293 dólares a tonelada, depois de fechar em alta de 6,3% na sexta-feira. O contrato perdeu mais de 20% nas duas últimas semanas.

Os especuladores de cacau da ICE de Nova York reduziram sua posição líquida comprada em 4.065 contratos, para 9.519, na semana até 25 de junho, segundo dados.

Açúcar

O açúcar bruto outubro caiu 0,07 centavo, ou 0,3%, a 20,23 centavos de dólar por libra-peso.

As entregas de açúcar bruto no vencimento do contrato de julho totalizaram 21.277 contratos, ou quase 1,1 milhão de toneladas métricas, informou a ICE.

Os negociantes disseram que, apesar de grande, a entrega foi menor do que a esperada, portanto, não muito “baixista” para o mercado.

Eles observaram que as chuvas chegarão ao Brasil na próxima semana, o que pode melhorar a situação da safra.

É provável que a Índia receba chuvas acima da média em julho, depois de ter recebido 11% abaixo da média em junho, informou o departamento de meteorologia, mantendo viva a possibilidade de maior produção.

O açúcar branco de agosto caiu 2,1%, a 585,90 dólares por tonelada.

Café

O café robusta fechou em alta de 56 dólares, ou 1,4%, a 4.067 dólares a tonelada.

O Vietnã, maior produtor de robusta, exportou 902.000 toneladas métricas de café no primeiro semestre deste ano, uma queda de 10,6% em relação ao ano anterior, segundo dados do governo.

O café arábica de setembro caiu 0,9%, fechando a 2,2485 dólares por libra-peso.

Os negociantes citaram que a moeda brasileira fraca impulsionou fixação de preços em Nova Iorque pelos exportadores brasileiros.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.