Home Economia e Política Comissão aprova garantia de lar provisório a animais dependentes de tutores presos

Comissão aprova garantia de lar provisório a animais dependentes de tutores presos

Sem um lar provisório, a alternativa mais provável será o abandono do animal, o que não apenas é cruel, mas também gera um problema social

por Agência Câmara
0 comentário
(Imagem: Reprodução/Depositphotos)

A Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados aprovou projeto de lei garantindo lar provisório ao animal que dependa exclusivamente de pessoa presa.

O lar provisório deverá ser providenciado pelo Poder Executivo do local do domicílio do preso.

O texto aprovado é o substitutivo do relator, o deputado licenciado Felipe Becari (União-SP), ao Projeto de Lei 4461/23, do deputado Delegado Matheus Laiola (União-PR). O relator apresentou substitutivo para ajustar a ementa do projeto. 

“Os animais dependem de cuidados essenciais, como alimentação, água, abrigo e cuidados médico-veterinários e, quando um tutor é preso, essas necessidades podem ser negligenciadas, colocando em risco a saúde e a vida do animal”, avaliou Becari.

“Sem um lar provisório, a alternativa mais provável será o abandono do animal, o que não apenas é cruel, mas também gera um problema social, na medida em que aumenta a população de animais de rua, deixando-os vulneráveis, além das questões de zoonose a serem enfrentadas e eventuais acidentes de trânsito”, acrescentou o parlamentar. 

A medida será inserida na Lei de Execução Penal e no Código de Processo Penal. 

Tramitação

A proposta será analisada, em caráter conclusivo, pelas comissões de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.