Eu preciso ter um objetivo para começar guardar dinheiro?

Eu preciso ter um objetivo para começar a guardar dinheiro?

Guardar dinheiro por guardar é algo que realmente funciona ou é indispensável ter um ou mais objetivos? Conheça a solução para esse problema.

Como anda o hábito de guardar dinheiro? Você tem conseguido economizar e juntar dinheiro para realizar seus desejos e objetivos? Tenho certeza de que este assunto apareceu nas promessas da virada de ano, mas como transformar vontade em realidade?

Para muitas pessoas, o simples fato de guardar dinheiro parece servir bem como fonte de motivação para fazer disso um bom hábito financeiro. Mas, guardar dinheiro para quê? Guardar por guardar?

Essa discussão é bem interessante e requer mais atenção do que parece. Do ponto de vista do hábito, ter uma meta realizável é bom porque permite que você possa comemorar ao realizá-la. O reforço positivo é poderoso e funciona.

Por outro lado, há uma nova abordagem para a questão dos hábitos que defende que objetivos não fazem tanta diferença, pois costumam estar longe do início do processo – portanto distantes da realização, desmotivando mais do que motivando.

A minha opinião pessoal é um meio termo entre estas duas “teorias”: a sensação de realizar uma meta financeira é incrível, mas se ela for maluca e distante pode realmente gerar mais frustração que realização.

O que eu consegui aprender diante disso e que pratico é o seguinte:

  • Procuro determinar objetivos grandes para os próximos 10 anos e objetivos mais simples para o ano em curso;
  • A partir dos objetivos de dez anos, crio dez objetivos anuais;
  • A partir dos objetivos anuais, crio 12 objetivos mensais;
  • A partir dos objetivos mensais, crio 4 metas semanais.

Melhor que a poupança: Na Grão a rentabilidade é de 106% da poupança com conta grátis

Objetivo para guardar dinheiro: significado ajuda

Um dos principais pontos polêmicos envolvendo o papel dos objetivos no sucesso financeiro vem da subjetividade. O que é um objetivo realizável? Como ele pode ser medido? Ele faz sentido e pode ser transformado em tarefas?

A questão do significado entra em cena pra valer neste momento. O objetivo deve ser mensurável, simples o suficiente para ser realizado, mas precisa ter um impacto grande no seu lado emocional.

Quanto sua meta vai fazer diferença para você e sua família, vai mudar sua vida e criar novas oportunidades é realmente subjetivo, mas esse valor precisa ser avaliado e considerado ou você corre o risco de ficar desmotivado.

O significado do objetivo importa e ajuda muito. Basta pensar na força do casamento para fazer muitas mulheres cumprirem uma rigorosa dieta (“Preciso caber no vestido”), na chegada dos filhos e por aí vai.

Ação: A partir dos sonhos financeiros maiores (dez anos), crie objetivos com grande significado para o ano corrente e dele metas e tarefas realizáveis para as semanas e meses.

Objetivo para guardar dinheiro: foco sustenta

Uma lista de objetivos mensais não basta para que eles sejam concluídos com sucesso. Ter metas semanais não significa que você será capaz de realizá-las. A organização e o senso de dever cumprido precisam fazer parte da sua rotina.

A teoria que descarta objetivos tem uma lição importante e útil para este passo: uma transformação não é fruto de metas, mas de pequenas melhorias diárias em diversas frentes – o que podemos chamar de ganhos marginais.

Eu gosto da ideia de ser 1% melhor todo dia, mas ainda prefiro que essa realidade possa culminar com a realização de algum objetivo. Um exemplo pessoal ajuda a explicar meu lado nessa história.

Eu aprendi a nadar depois de 35 anos de pânico de água. Eu não suportava a ideia de entrar em uma piscina ou no mar. Quando comecei a fazer aulas de natação, coloquei o objetivo anual de participar de uma prova de triatlo e dentro das metas mensais alcançar 2000m em um dia de treino (ou 80 piscinas de 25m).

A contrapartida para realizar o que eu queria consistia em treinar pelo menos 3 vezes por semana. Eu tinha um objetivo ousado, metas e datas específicas que deveria cumprir. O foco no que eu queria alcançar passou a gerar a necessidade de compromisso.

Ação: Coloque as tarefas da semana em um lugar visível e ao lado de outros afazeres que você já costuma realizar como hábitos. Você precisa ver todos os dias o que tem que ser feito.

Melhor que a poupança: Na Grão a rentabilidade é de 106% da poupança com conta grátis

Objetivo para guardar dinheiro: compromisso resolve

Três vezes por semana, com professor e avaliações periódicas de evolução e desempenho. Eu tinha objetivos. Tracei as metas. E teria cobrança em relação ao andamento do processo. Eu precisava de compromisso.

Mas estamos falando de guardar dinheiro, não é mesmo? Que história é essa de natação? Ah, não muda muita coisa não. Pense bem nos conceitos que discutimos até aqui. Você precisa saber o que quer e criar a disciplina necessária para alcançar os passos intermediários entre o presente e a realização do seu sonho.

O compromisso é a convergência final entre todos os “atores” deste ciclo: você e suas metas; o significado para elevar sua autoestima e motivação; o foco para não se desviar do caminho a partir das tentações; e o compromisso para, de fato, juntar dinheiro para o que quer.

Ação: A cada tarefa realizada, marque-a como finalizada e comemore. Calma, a ideia não é gastar dinheiro à toa ou fazer loucura, mas celebrar com criatividade o fato de você estar avançando.

Ouça: DinheiramaCast – Principais erros no planejamento financeiro e como corrigi-los

Guardar por guardar até funciona, mas…

Você percebeu que eu acredito muito no objetivo de guardar dinheiro para metas claras e com significado. Certo. Não quer dizer que guardar por guardar não funcione ou deva ser evitado.

Meu ponto de vista é simples: quanto mais você puder realmente se sentir feliz, realizado e animado ao poupar, melhor! Tudo para continuar fazendo investimentos e controlando suas finanças.

O objetivo maior, as metas mensais, as tarefas semanais vão, pouco a pouco, sendo vencidas, comemoradas como parte do plano, da estratégia maior de chegar longe. De grão em grão, aproveitando a jornada, você conquista o que quer. Não parece interessante?

Guardar dinheiro: Conclusão

Cá entre nós, juntar dinheiro não é fácil considerando o nível médio de renda do brasileiro, as taxas de juros praticadas aqui e a falta de educação financeira. Por que não associar a necessidade de juntar dinheiro com metas interessantes e motivadoras?

Nosso aprendizado sobre objetivos e dinheiro não pode se encerrar com este texto. Ao defender que objetivos são importantes para ajudar a criar uma reserva financeira e manter investimentos, quero provocá-lo.

Como você tem alcançado seus objetivos? Quais sonhos financeiros já realizou? Como as metas foram importantes neste sentido? Ou não foram? Eu também quero aprender com você. Obrigado e até a próxima!

Atenção: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários

Vídeos gratuitos sobre educação financeira TV Dinheirama

Aprenda de forma simples e interativa, alguns assuntos que irão fazer toda a diferença no dia a dia na sua relação com o dinheiro. Investimentos, finanças comportamentais, empreendedorismo, liderança, dicas práticas e muito mais. Clique no botão abaixo, assista e assine o canal gratuitamente para receber os novos videos diretamente no seu e-mail.

Assista grátis Ok