Home Comprar ou Vender Ibovespa: o que a análise técnica mostrava antes das 13 quedas?

Ibovespa: o que a análise técnica mostrava antes das 13 quedas?

Alguns dos principais gráficos ofereciam pistas para o “cansaço” que o Ibovespa apresentava após o rali observado desde o início do ano

por Gustavo Kahil
0 comentário
Ibovespa

A sequência de 13 quedas do Ibovespa (IBOV), que terminou na última sexta-feira (18) e acumulou uma baixa de aproximadamente 5%, pegou os investidores de surpresa pela sua extensão, mas talvez não a todos que já observavam algumas mudanças nos indicadores de análise técnica.

É claro que os gráficos não poderiam sugerir o número de dias em baixa, mas alguns deles ofereciam pistas para o “cansaço” do rali que a Bolsa vivia desde o início do ano.

O analista Fernando Keith da Levante Investimentos revisitou, em um relatório enviado neste sábado (19), os gráficos anteriores ao início da tendência, e destacou em sua newsletter “Direto do Front” o que vários dos principais indicadores projetavam.

(Legenda: seta preta = movimento do MACD comparado com os preços/ seta laranja = movimento do IFR comparado com os preços/ seta vermelha = movimento do OBV comparado com os preços)

Segundo Keith, o MACD (Moving Average Convergence/Divergence), tanto o histograma quanto a linha, já não acompanharam a máxima do índice em 122.560 pontos no dia 26 de julho.

“Os compradores estavam, antes da sequência de quedas, mais fracos para renovar uma nova máxima de preços”, aponta o analista.

Ele também cita o IFR (Índice de Força Relativa), em laranja, que mede a força dos compradores. e que caiu forte em linha com o MACD anterior à série.

“Vale ressaltar que agora o nível do IFR nos informa que o preço caiu muito e pode apresentar um repique (como o de ontem)”, observa o analista.

Já o OBV, que é similar ao IFR e indica a confirmação de movimentos, acompanhou os preços e revelou o quanto a força vendedora foi alta quando se comparada ao nível de preços de maio (início da seta vermelha).

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.