Home Agronegócio Preços do café robusta se recuperam; açúcar e cacau sobem

Preços do café robusta se recuperam; açúcar e cacau sobem

O café robusta de julho fechou em alta de 152 dólares, ou 3,7%, a 4.272 dólares a tonelada, com o mercado retomando sua tendência de alta

por Reuters
0 comentário

Os preços futuros do café robusta na ICE subiram acentuadamente nesta segunda-feira, recuperando-se após as fortes perdas da sessão anterior, enquanto os preços do açúcar e do cacau também subiram.

Café

O café robusta de julho fechou em alta de 152 dólares, ou 3,7%, a 4.272 dólares a tonelada, com o mercado retomando sua tendência de alta após a queda de sexta-feira.

Negociantes disseram que agricultores do Vietnã continuaram a reter os grãos na esperança de obter preços mais altos, enquanto os embarques de maio do maior produtor mundial de robusta devem ter ficado abaixo do normal para o mês.

O café arábica de julho subiu 1,9%, a 2,2655 dólares por libra-peso.

Negociantes disseram que os embarques de arábica do Brasil estão aumentando à medida que a colheita ganha ritmo, embora continuasse a haver alguma preocupação com os grãos pequenos.

O clima continua seco no Brasil, o que ajuda a safra deste ano, mas pode prejudicar a safra de 2025.

Açúcar

O açúcar bruto de julho fechou em alta de 0,48 centavo, ou 2,6%, a 18,78 centavos de dólar por libra-peso.

Comerciantes disseram que o mercado obteve algum apoio do ritmo mais lento do que o esperado da produção de açúcar no Centro-Sul do Brasil durante a primeira metade de maio.

Os embarques de açúcar do país estão fortes, em parte devido ao forte início da temporada, mas também em resposta à boa demanda, com o número de embarcações aumentando cerca de 40% em comparação com o mesmo período do ano passado.

O açúcar branco de agosto subiu 2%, para 552,30 dólares a tonelada.

Cacau

O cacau de setembro negociado em Londres subiu 176 libras, ou 2,5%, para 7.086 libras por tonelada, depois de estabelecer um pico de três semanas de 7.246 libras.

O cacau de julho negociado em Nova York subiu 4,8%, para 9.775 dólares a tonelada.

Dinheirama

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.