Se depender do PIB, não há boas notícias para a Bolsa de Valores. Já tem sido assim há algum tempo e os números atuais não devem mudar no curto prazo. Os economistas de bancos projetam um crescimento de menos de 2% para a economia brasileira em 2015, segundo pesquisa da Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

A estimativa para o ano que vem, para ser mais exato, caiu de 2,2% para 1,7%. Já a projeção para 2014 passou de 1,8% para 1,4%. Até aí nenhuma novidade, até porque a expectativa geral é entender o que de fato irá mudar em um segundo governo Dilma ou com o governo de oposição.

Ações com foco no longo prazo

Estou investindo em ações focado em conquistar bons resultados ao longo do tempo e já disse aqui outras vezes que não fico preocupado com variações do PIB no curto prazo – entendo sua importância no dia a dia da economia, mas meu horizonte maior o torna mais um dos números importantes.

Os planos de investimentos das empresas consideram um horizonte de tempo superior a um ano, e nesse quesito o crescimento toma uma conotação maior e transforma o risco do curto prazo em oportunidade para o futuro.

PIB X Ibovespa

Considerando o histórico recente, vejamos o que o PIB significa para a evolução do Ibovespa, o principal índice de ações do Brasil. Em 2008, ápice da crise financeira global, o Ibovespa caiu 41%, depois mais do que se recuperou em 2009 (+82%) e estacionou, variando 1% em 2010.

No mesmo intervalo, o Produto Interno Bruto brasileiro avançou 5,2% em 2008, registrando posteriormente declínio de 0,2% em 2009 e alta de 7,5% em 2010.

Ora, se os preços das ações em Bolsa antecipam tendências econômicas, talvez então as cotações atuais já embutam desconto excessivo diante das perspectivas desanimadoras. Talvez! O Importante é mantermos o foco, sem deixar de manter a atenção para as oportunidades que o mercado apresenta.

Em suma, defendo que sempre há oportunidades no mercado de ações. Você concorda com essa visão? Como você vê as expectativas do mercado e da população para o futuro do Brasil e a influência disso tudo nos investimentos?

Nosso foco na Empiricus é criar material de qualidade para ajudá-lo a conhecer oportunidades de lucros e entender a dinâmica do investimento em ações. Se você não tem tanta familiaridade com investimentos, pode aproveitar e assinar nossa newsletter gratuita (clique aqui) para começar a ter contato com o tema.

Minha intenção com essa coluna semanal é manter aberta nossa linha de comunicação, para que possamos discutir como investir melhor e de forma mais rentável. Sinta-se convidado a deixar sua opinião no espaço de comentários abaixo. Obrigado.

Foto “Under heavy rain”, Shutterstock.

Conrado Mazzoni
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários