Home Mercados Wall Street: índices batem recordes após Fed e dados da inflação

Wall Street: índices batem recordes após Fed e dados da inflação

As ações ficaram instáveis após as notícias e a coletiva de imprensa com o chair do Fed, Jerome Powell

por Reuters
3 min leitura

Os índices S&P 500 e Nasdaq registraram recordes de fechamento pelo terceiro dia consecutivo nesta quarta-feira, depois que dados sobre os preços ao consumidor norte-americano vieram mais brandos do que o esperado, mas os índices terminaram abaixo dos picos do dia uma vez que o Federal Reserve projetou apenas um corte na taxa de juros este ano.

As projeções de março do Fed incluíam três reduções de 0,25 ponto percentual.

O banco central dos Estados Unidos, em um comunicado no final de sua reunião de 11 e 12 de junho, deixou sua taxa básica de juros inalterada em 5,25% a 5,5%, como esperado.

As ações ficaram instáveis após as notícias e a coletiva de imprensa com o chair do Fed, Jerome Powell, com o S&P 500 e o Nasdaq reduzindo seus ganhos no final e o índice Dow Jones terminando quase estável.

As ações abriram em alta depois que o Departamento do Trabalho dos EUA informou que o índice de preços ao consumidor norte-americano ficou inesperadamente inalterado em maio, devido à gasolina mais barata.

“O número do índice de preços foi certamente mais brando do que as estimativas e impulsionou o otimismo no início do dia, mas isso foi apenas metade do cardápio de hoje”, disse Michael James, diretor administrativo de negociação de ações da Wedbush Securities.

James disse ter esperado que o mercado terminasse mais fraco após a atualização do Fed, observando que “o comentário foi duro e as expectativas de corte nos juros foram reduzidas de três para uma”.

O Dow Jones (US30) encerrou com variação negativa de 0,09%, para 38.712,21 pontos.

O S&P 500 (SP500) subiu 0,85%, para 5.421,03 pontos.

O índice de tecnologia Nasdaq (IXIC) avançou 1,53%, para 17.608,44 pontos.

Logo após o relatório de inflação, investidores aumentaram as apostas de um corte nos juros do Fed em setembro e outro em dezembro.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.