Como vai a sua vida pessoal? Você se considera uma pessoa feliz? Em uma escala de 0 a 10, quanto você se sente realizado com a vida que tem levado? Viver em estado de bem-estar é um dos maiores desejos de qualquer pessoa.

A busca pela felicidade rege todas as ações e escolhas do nosso cotidiano. Para isso, estar em paz consigo mesmo é fundamental. Eu defino o bem-estar como: estar satisfeito e viver bem com o ambiente, recursos e perspectivas que se tem.

Ambiente compreende família, amigos, casa, cidade; recursos são dinheiro, saúde e tempo; e perspectivas, a capacidade de fazer planos e agir para criar seus próprios inéditos, ou suas próprias mudanças para o que ainda não se tem, mas se deseja, seja o que for; e, acima de tudo, satisfação é paz de espírito, uma sensação totalmente interna, que nada tem a ver com aquisições materiais.

Ebook gratuito recomendado: Riqueza pessoal é possível

Nem sempre é fácil obter essa satisfação

No dia a dia, diversos fatores influenciam diretamente nosso comportamento, humor, nossas atitudes e nossos relacionamentos.

Também é comum nos depararmos com situações complicadas e de estresse. São nessas circunstâncias que precisamos de uma força extra para enfrentar as dificuldades de forma mais positiva e sem afetar outras áreas da vida.

É nesse contexto que o coaching pode ser um ótimo aliado na busca pelo bem-estar. Por exemplo, no assessment de Inteligência Emocional, o bem-estar é medido em função do nível de autoestima, autorrealização, relações interpessoais e otimismo. Embora seja um conceito pré-definido, na prática se mostra muito eficiente.

Por se tratar de uma metodologia de desenvolvimento humano, o coaching contribui para promoção de mudanças positivas e permanentes em todas as áreas da sua vida.

Através do autoconhecimento, os participantes desse método adquirem o que é necessário para promover as mudanças internas. Além disso, eles aprendem a eliminar pensamentos, crenças e comportamentos improdutivos, que os impedem de viver uma vida plena.

Entre os benefícios do coaching para a vida pessoal, estão:

  • Melhoria na qualidade de vida;
  • Aumento do equilíbrio e harmonia interior;
  • Diminuição do estresse;
  • Aumento da disposição, energia e saúde;
  • Resolução de conflitos;
  • Maior controle emocional;
  • Melhoria na autoestima e
  • Confiança em si mesmo.

Leitura recomendada: Invista todos os dias no seu maior patrimônio: a sua mente!

Visão positiva de si mesmo

Na minha opinião, ter uma visão positiva de si mesmo é um dos aspectos mais importantes para se alcançar o bem-estar e a felicidade, mas uma visão positiva, e não uma visão irreal do que se é, o famoso “eu me acho”.

No entanto, estar plenamente feliz não deve se tornar uma busca frenética. É importante usufruir das pequenas coisas cotidianas, viver bem o presente com o que se tem e buscar o futuro que se deseja. É o pé no chão no hoje, e a visão no futuro, ou sonhar a noite e trabalhar de dia.

A felicidade não pode ser vista como uma obrigação ou um ideal a ser alcançado e depois disso nada mais virá.

É preciso ter consciência de que as vezes nem tudo estará bem, e isso é fundamental para ter um bom aproveitamento da vida. A dor é sempre veículo de consciência. Faz parte do crescimento humano, e uma vida real tem dessas coisas.

Nas palavras de Délia Guzmán: Aquele que busque apaixonadamente, desesperadamente, um bem-estar, que está fora de si mesmo, entrará em um labirinto de difícil saída, tanto que poderá passar toda uma existência percorrendo vias erradas que conduzem a outras mais equivocadas ainda.

Aquele que se acha nessa situação, viverá sempre dependendo das pessoas e das circunstâncias; será tão feliz como lhe permitam as pessoas com as quais convive e terá tantas ou tão poucas satisfações como lhe ditem as circunstâncias. Sabendo onde achar o bem-estar, é preciso saber buscá-lo e ter presente que toda busca implica um trabalho.

Canal de vídeos recomendado: TV Dinheirama, o seu canal de educação financeira

Dicas de coaching para o seu bem-estar

  • Priorize. Mude suas prioridades e coloque você no topo da lista. Só você pode ser responsável por sua saúde e bem-estar, isso é indelegável.
  • Organize. Saiba gerir bem o seu tempo e organize as tarefas diárias. Lembre-se que rotinas caóticas não são compatíveis com uma boa qualidade de vida. Pessoas com alto nível de bem-estar se sentem mais produtivas e produtividade tem a ver com organização.
  • Valorize. Dê valor aos pequenos e bons momentos. Aprenda a agradecer por tudo de bom que já aconteceu. Saboreie seu alimento devagar, observe a beleza das flores, das aves, das arvores, do vento e de um lindo amanhecer e pôr do sol. Preste atenção ao barulho da chuva.
  • Realize. Estabeleça metas que levem à sua felicidade e coloque em prática tudo o que for preciso para alcançá-las. Afinal, se não houver ação, não vai acontecer.

Nos vemos no próximo texto! Abraços!

Emerson Weslei Dias
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários