“Câmbio Legal”, aplicativo que ajudará turistas a trocar moeda no BrasilLançado no último domingo (02) pelo Banco Central (BC), o aplicativo Câmbio Legal ajudará turistas a localizar, por meio de smartphones e tablets, cerca de 12 mil pontos de atendimento de instituições credenciadas para fazer operações de câmbio.

A princípio o app está disponível apenas para aparelhos que usem os sistemas iOS (iPhone e iPad, da Apple) e Android (software gratuito e livre, do Google). O download desses aplicativos é gratuito e pode ser feitos na App Store e no Google Play.

A opção por essas plataformas operacionais é estratégica, afinal, elas são responsáveis por mais de 90% do mercado brasileiro. “Dependendo da expansão, poderemos futuramente disponibilizá-los também para outras plataformas”, disse o secretário executivo do BC, Geraldo Mantega.

Segundo o Banco Central, o número atual de pontos de atendimento pode se ampliar para 100 mil pontos de câmbios registrados no aplicativo. Para que isso ocorra, será necessária a colaboração das 184 instituições financeiras credenciadas pelo BC.

Esse aumento se deve, principalmente, pela consideração das máquinas de saques (ATM), nas quais será possível sacar reais com cartão de crédito internacional.

Sem cotação

No entanto, Magela informou que o app não disponibiliza a cotação das moedas nas casas de câmbio.

“A cotação [atual] não é possível porque varia de minuto a minuto. Não é possível estabelecer cotação. Tem que ver se é maquina cambiadora, se é uma operação de troca ou saque [no ATM]. Não é possível ser disponibilizada”, declarou ele, acrescentando que o aplicativo ficará disponível por tempo indeterminado e visa atender também ao turista brasileiro.

A autoridade monetária disponibilizará, por meio do aplicativo, informações como localização, telefone, horários de atendimento e serviços oferecidos por cada um dos postos autorizados pelo BC. Porém, se eles quiserem saber a cotação, “poderão acessar o site dessas instituições a partir do próprio aplicativo”, acrescentou o secretário.

Site especial

O BC também informou que foi desenvolvido um site especial com perguntas frequentes sobre o tema, dicas sobre onde obter os reais antes de viajar, instituições financeiras autorizadas, documentos necessários na hora da compra, possibilidade de troca nos ATM’s e uso do cartão internacional, além de limites de compra.

Essa iniciativa é mais uma que faz parte de uma campanha mais ampla, focada nos turistas estrangeiros, que tem como um dos objetivos apresentar as cédulas do real e os elementos de segurança nelas contidos.

Inicialmente, o Câmbio Legal deve ajudar os turistas que visitarão o país para a Copa das Confederações, que começa no próximo dia 15, e a Jornada Mundial da Juventude, de 23 a 28 de julho, no Rio de Janeiro.

Continue a leitura

Assuntos relacionados a câmbio e moeda não só despertam curiosidade como também levantam boas dúvidas para discussões. O Dinheirama tem alguns artigos publicados sobre o tema que podem ajudar seus estudos. Confira:

Se você está atrás de mais aplicativos para seu smartphone ou tablete, abaixo estão alguns artigos interessantes sobre o tema:

Fonte: Último Instante. Foto de freedigitalphotos.net.

Willian Binder
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários