Home Carreira Como Empreender com Pouco Dinheiro?

Como Empreender com Pouco Dinheiro?

por Simone Costa
0 comentário

Você, provavelmente, já ouviu falar em empreendedorismo. Mas como empreender com pouco dinheiro?

É possível trabalhar de casa e sem mais funcionários além de você mesmo, por exemplo. 

De fato, com criatividade e força de vontade, o céu é o limite para as suas possibilidades de fazer negócio.

Por isso, neste artigo, você vai conferir algumas dicas sobre como empreender com pouco investimento inicial.

O que é o empreendedorismo?

Antes de mais nada, empreender é poder resolver problemas. E, dito assim, talvez pareça algo complexo e difícil de colocar em prática. Mas, a grande verdade, é que todos temos a possibilidade de empreender. 

Ou seja, quando você oferece um serviço, oferta algum produto, ou faz as duas coisas, você está empreendendo.

Você faz unha? É uma empreendedora! Tem uma consultoria digital? Também está empreendendo. 

Em outras palavras, todas essas atividades atendem à necessidade de alguém e resolvem o problema de outras pessoas.

Aliás, muitas pessoas não se veem como empreendedores por não saberem o que isso significa e como, muitas vezes, essa é justamente a sua realidade.

Empreender na internet - Dinheirama
Crédito: Pexels

Empreender na crise

Durante a pandemia, o empreender com pouco dinheiro se tornou ainda mais comum. Já que muitas pessoas perderam toda ou uma parte da sua renda.

Nesses momentos, vemos a importância de termos mais de uma fonte de renda. Dessa forma, não dependemos apenas do nosso salário fixo e também conseguimos poupar mais.

Por isso, se você está passando por dificuldades financeiras, esse é, com certeza, um bom momento para isso. 

O ponto chave, no entanto, é que você deve fazer isso com o menor investimento inicial possível. Afinal, você não pode correr o risco de perder ainda mais dinheiro, não é mesmo?

Abaixo vamos listar algumas boas ideias para empreender na crise.

Como virar empresário com pouco dinheiro?

Em primeiro lugar, todo negócio começa com uma ideia. E, conforme dissemos acima, empreender é solucionar problemas.

Por isso, olhe à sua volta atentamente e perceba o que as pessoas estão precisando. 

É algum serviço que hoje é mal feito e você pode fazer melhor? Ou um produto que ainda não tem no seu bairro?

Com a pandemia, por exemplo, a necessidade por máscaras de pano surgiu. Assim, muita gente aproveitou esse momento para empreender confeccionando e vendendo máscaras.

Ou então, um serviço que já existia, como a entrega de comida, aumentou com o isolamento social. Como resultado, investir nesse tipo de negócio também foi uma boa neste momento.

Esses dois exemplos, quando praticados em pequena escala, não demandam muito investimento. Em outras palavras, você pode empreender com pouco dinheiro, fazendo em casa.

O importante, no entanto, é sempre se organizar. Nesse sentido, utilize tabelas, anote tudo e tenha certeza de que está tendo mais lucro do que prejuízo, ok?

Prós e contras de empreender

Ao iniciar no universo do empreendedorismo, você provavelmente vai perceber que existem vários pontos positivos nesse tipo de atividade, e outros não tão legais assim.

Algo que considero muito interessante para quem tem seu próprio negócio, por exemplo, é a possibilidade de gerenciar com mais autonomia seus horários e compromissos, podendo ter mais flexibilidade e liberdade de tempo. 

O outro lado dessa história é que quando temos nosso próprio negócio, toda a responsabilidade pelo seu sucesso e execução (principalmente no começo), é nossa. Afinal, não haverá ganhos sem dedicação e esforço, alinhados à boas estratégias.

Não por coincidência, o que torna o processo de empreender tão atrativo, pode ser também o que o torne desafiador em alguns momentos. 

Porém, é assim com qualquer decisão que você tome. Ou seja, sempre haverá pontos positivos e negativos para se levar em consideração.

Então, confira alguns prós de empreender:

  • Fazer seus horários e ter flexibilidade;
  • Poder criar metas de rendimento;
  • Ter controle sobre cada decisão tomada.

Por outro lado, também existem alguns contras de empreender:

  • Ter longas jornadas de trabalho;
  • Não ter certeza quanto ao faturamento;
  • Ser responsável por absolutamente cada detalhe do negócio.

Ramos para empreender

Você pode empreender com pouco dinheiro em qualquer ramo e atividade que quiser. Se você tiver um bom produto, bom serviço e souber vender, as pessoas vão te procurar.

Embora muitas pessoas acreditem que o mercado está saturado, a verdade é que sempre haverá um grupo de pessoas que irá se identificar com a sua causa, com a qualidade dos seus produtos/serviços ou mesmo com a sua personalidade.

Algumas áreas, porém, podem te dar retorno mais rápido por terem uma maior aceitação e busca no mercado. Por exemplo:

  • Alimentação;
  • Lazer;
  • Educação;
  • Entrega;
  • Transporte. 

É importante reforçar, porém, que você precisa identificar o que faz bem. E também se isso te trará retorno financeiro e se pode ser iniciado rapidamente.

“Então eu só posso empreender se atender a essas características?”

Não! Porém, de acordo com a sua necessidade atual, pensar sobre isso pode ser necessário.

Trago agora algumas ideias para empreender com pouco dinheiro. Anote as que fizerem sentido para você e se inspire para alternativas que possam lhe parecer mais interessantes.

1. Aulas

Em que atividade você tem um grande conhecimento que poderia passar para outras pessoas? 

Se você sabe cozinhar muito bem ou se trabalhou em uma área durante muito tempo, você pode desenvolver um passo a passo e ensinar isso para outras pessoas. 

Você precisa ter uma conexão com internet, um celular/computador, e não ter vergonha de mostrar a que veio! 

Atualmente existem diversas plataformas que você pode utilizar para essas aulas. O que torna o processo barato e eficiente para você e para quem contrata seus serviços.

2. Kits

As pessoas, mesmo depois do período de quarentena, terão muito interesse em realizar comemorações em casa. E, claro, com qualidade e personalização. 

Já pensou em fazer e comercializar um kit festa? O investimento nos materiais não é alto e você mesmo pode criar cada elemento.

Tornando o processo totalmente personalizado, de acordo com o pedido e perfil do cliente, você terá um diferencial.

Além de poder ser um momento de recreação caso você goste de trabalhos manuais.

3. Comidinhas

Se tem uma coisa que o ser humano sempre irá priorizar é a alimentação. 

Mesmo em tempos de crise, o setor alimentício sempre terá uma alta demanda. E o melhor: dá para empreender com pouco dinheiro.

Além de alimentar o corpo, muitas vezes as pessoas buscam comer para melhorar seu estado de espírito.

Ao preparar um alimento para vender, você tem a oportunidade de levar algo positivo para quem consome.

Empreender com pouco dinheiro - Dinheirama
Crédito: Pexels

Seja na qualidade e carinho da preparação, até a entrega com um pequeno bilhete desejando uma boa refeição.

Se você gosta de cozinhar ou sabe uma receita que tenha uma boa saída, como doces, por exemplo, essa pode ser uma alternativa muito interessante (e com baixo custo) para começar. Preste atenção em todas as normas e mão na massa!

4. Revenda de produtos

Uma boa e velha alternativa para aumentar seus rendimentos investindo pouco, pode ser a revenda de produtos.

Todos nós já tivemos acesso a algum tipo de catálogo, seja de produtos cosméticos ou mesmo de produtos para casa.

Com a tecnologia, é possível fazer todo o processo de venda totalmente online. Desde seu cadastro em uma plataforma de revenda, até o envio de um catálogo online em formato de PDF.

Você pode iniciar oferecendo os produtos para amigos e familiares e expandir aos poucos.

É possível também se cadastrar em sites para recebimento por cartão de crédito. Tudo para minimizar seus riscos de calotes e aumentar seu leque de opções de recebimento.

5. Assistente virtual

A internet tem inúmeras oportunidades e muitas pessoas as têm aproveitado bem. Uma função que vem crescendo bastante é a de assistente virtual. 

Trata-se de você auxiliar outra pessoa com suas atividades. Como o agendamento e atendimento de clientes, controle de horários e pagamentos, entre outros.

Com o distanciamento social, é totalmente possível (e necessário), que estes serviços sejam feitos de forma digital. 

Você pode oferecer este serviço para diversas pessoas. Tudo de acordo com a demanda de trabalho dos contratantes e de qualquer lugar do mundo em que estejam.

Além disso, o custo inicial para ofertar esse serviço é baixo, sendo uma ótima alternativa de renda.

6. Cuidar de pets

Você ama animais e tem amigos e conhecidos que tenham bichinhos de estimação? 

Então, uma boa alternativa para empreender com pouco dinheiro é oferecer seus serviços para cuidar deles enquanto seus donos estão fora trabalhando ou viajando, por exemplo.

Esse serviço demanda pouco investimento, mas muito amor e responsabilidade. Por isso, é indicado para quem realmente se identifica com isso.

7. Mídias digitais

Outra demanda que aumentou muito durante a pandemia foi a gestão de redes e mídias sociais. Desde a confecção de textos e artes, até estratégias de marketing digital.

Esse serviço, porém, demanda conhecimento mais específico para que você possa oferecer os melhores resultados para o seu cliente. 

Mesmo sendo um mercado extremamente crescente, a qualidade dos resultados sempre será o seu maior diferencial.

Como começar?

Bom, talvez, após ler todas essas dicas sobre empreender com pouco dinheiro, você tenha gostado de alguma em específico. Ou mesmo tenha tido uma ideia do que gostaria de fazer. E então surgiu a dúvida: como começar?

Empreender com pouco dinheiro - Dinheirama
Crédito: Pexels

Primeiro, reconheça em que você é bom, quais são suas habilidades e que atividade você desempenharia com qualidade. Não há nada que vai te abrir mais portas do que fazer um trabalho com qualidade.

Ao entender esse ponto pense em qual ou quais formatos poderiam ser a entrega do seu trabalho. Serviço ou produto? Físico ou online?

Levante quais materiais ou produtos você precisa para iniciar seu trabalho. Pesquise preços e saiba qual será o seu custo para então definir o valor cobrado.

Faça um texto e/ou uma arte e envie para pessoas próximas que possam se interessar pelo que você irá oferecer. Ou mesmo que possam te indicar para outras pessoas que te contratem.

Estude sobre empreendedorismo. Mesmo que seja uma área em que você pense em iniciar apenas como renda extra

Ter um conhecimento sobre como tomar as melhores decisões em cada etapa, certamente, fará com que você tenha bons resultados.

Tenha uma reserva

Um dos grandes erros de profissionais que começam a empreender, é pensar que o valor recebido é todo seu.

É necessário pensar que agora você tem um negócio e precisa de dinheiro para mantê-lo funcionando.

Estipule quanto do seu lucro será para seu uso pessoal, quanto será para reserva financeira e quanto será para reinvestir no negócio.

Viu só como empreender com pouco dinheiro pode ser algo totalmente dentro da sua realidade. E até mais possível do que você imaginava?

Conclusão

Esse texto foi feito para facilitar sua tomada de decisão. E, quem sabe, dar o empurrãozinho que faltava para você iniciar sua caminhada empreendedora. Que tal?

Se você teve uma ideia sobre como empreender com pouco dinheiro após a leitura desse texto, coloque-a em prática. E conta para a gente como foi! Ficaremos muito felizes em saber.

Ah, e claro, continue acompanhando o Dinheirama por aqui e nas nossas redes sociais para aprender mais sobre empreendedorismo e finanças. 

Traremos sempre os melhores conteúdos para te ajudar em cada etapa da sua evolução!

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.