Por Luciana Seabra, especialista em fundos de investimentos do Criando Riqueza.

Olá! Talvez você, leitor do Dinheirama, ainda não me conheça. Eu estudo e escrevo sobre fundos de investimento há mais de 5 anos.

Com mestrado em Economia, também cursei jornalismo para aprender a comunicar sobre dinheiro de forma correta e legal, para que todo mundo entenda.

Trabalhando no Valor Econômico, construí uma reputação para me tornar referência no assunto. Mas, por mais que eu respeite veículos sérios de comunicação, algo me incomodava.

A imparcialidade que devemos adotar no jornalismo às vezes me impedia de revelar toda a verdade sobre a indústria de fundos.

Sabe como é, a mídia tradicional nem sempre pode tomar partido. Esse modelo engessado às vezes me obrigava a abafar a minha própria opinião, tratando fundos diferentes como iguais em nome da imparcialidade.

Agora que faço parte do time do Criando Riqueza, não preciso mais me preocupar com estas questões. Posso guiar os investidores, usando o meu conhecimento, e sem me preocupar com certas limitações.

Hoje tenho um convite para você, para que conheça algo que irá te ajudar muito com seus investimentos.

Uma série completa sobre fundos de investimentos

Bem, agora que posso utilizar todas as minhas armas para impedir que você seja roubado por taxas de administração hediondas e gestores de mau-caráter e incompetentes (conheço uma porção deles), posso dizer, finalmente, que estou à frente de um projeto que será muito proveitoso (e lucrativo) para você que gosta de investir através de fundos de investimentos.

Trata-se de uma série de relatórios, batizada de “Os Melhores Fundos de Investimento“. Esta série irá apresentar a você os melhores fundos de investimentos do mercado. Você poderá realmente usufruir (e repito, lucrar) através do trabalho primoroso dos raros e excelentes gestores de fundos.

Acesse os melhores fundos de investimento do mercado

Assuntos tratados na série

  • Conheça os piores fundos de investimentos dos bancos, e trate de tirar o seu dinheiro de lá o mais rápido possível. Vamos listar quais são, dando nomes aos bois. Vamos explicar o motivo deles fazerem você mais perder do que ganhar.
  • Para quem ainda prefere investir em fundos através de um banco, tudo bem. Vamos listar quais são os fundos de banco mais “aceitáveis”, ainda que não sejam os melhores.
  • Você receberá recomendações claras e precisas de fundos de investimentos que, além de rentáveis, são conduzidos por gestores sérios. Entenda sérios, como aqueles que estão realmente comprometidos com o investidor pessoa física.
  • Enviaremos alertas sobre taxas de administração abusivas e orientações sobre o melhor momento para aplicar em cada tipo de produto – se fundos de renda fixa, ações, moedas ou multimercados.
  • Vamos destrincharemos o universo de Previdência Privada, para que você saiba qual VGBL ou PGBL realmente vale a pena e quais são pura enganação.
  • Avisaremos o momento ideal para você trocar de fundo, em função dos acontecimentos econômicos do país e do mundo.
  • Você receberá um relatório mensal ‘Os Melhores Fundos de Investimento’, escrito por mim.
  • Receberá minhas atualizações semanais para que nenhuma oportunidade de momento seja desperdiçada.
  • Terá acesso a três relatórios extras com os melhores Fundos DI, Fundos de Ações e Fundos Multimercados.

O conteúdo da série não para por aqui, até porque o mercado financeiro é dinâmico e a todo o momento estão surgindo novas oportunidades relacionadas a este tema.

Eu quero te explicar ainda algumas coisas importantes que os grandes bancos têm escondido de você, e para isso preparei uma página exclusiva com dados adicionais, gráficos e informações até então pouquíssimo acessíveis ao público comum.

Portanto, não vou me despedir, e peço gentilmente que clique aqui para darmos continuidade a esta nossa conversa.

Nota: Esta coluna é mantida pelo Criando Riqueza, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Criando Riqueza
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários