Home Agronegócio Preços do café robusta sobem com oferta ainda restrita

Preços do café robusta sobem com oferta ainda restrita

O contrato agosto do açúcar branco teve pouca variação, cotado a 552,70 dólares a tonelada

por Reuters
3 min leitura

Os futuros de café robusta na ICE subiram nesta quinta-feira, impulsionados pela oferta restrita no maior produtor, o Vietnã, enquanto os preços do café arábica também aumentaram.

Café

O contrato setembro do café robusta fechou em alta de 116 dólares, ou 2,9%, a 4.176 dólares por tonelada, voltando a se aproximar do pico recorde de 4.394 dólares estabelecido mais cedo este mês.

Os operadores disseram que o mercado continuou a se beneficiar da oferta restrita do maior produtor de robusta, o Vietnã.

“A oferta no Vietnã está excepcionalmente escassa agora e os preços permanecem altos, então poucos negócios foram fechados”, disse um trader baseado no cinturão cafeeiro do Vietnã.

O contrato setembro do café arábica subiu 1,8%, para 2,3035 dólares por libra, conforme negociantes continuavam monitorando de perto a colheita no principal produtor, o Brasil.

Os operadores disseram que a colheita estava ligeiramente à frente do ritmo da temporada passada, mas persistiam preocupações sobre o tamanho pequeno de alguns grãos.

O USDA projetou na quinta-feira um aumento de 4% na produção global de café, para 176,23 milhões de sacas.

Açúcar

O contrato julho do açúcar bruto encerrou em queda de 0,03 centavo, ou 0,2%, a 18,89 centavos de dólar por libra, com o mercado ainda preso em uma faixa recente entre 18 e 20 centavos.

A Copersucar, maior comercializadora de açúcar do mundo, está otimista com os preços do açúcar no médio prazo, já que o clima seco no maior produtor mundial deve confirmar uma produção menor na safra 2024/25, que começou em abril.

A BP concordou em comprar a participação de 50% da Bunge na joint venture brasileira de açúcar e etanol BP Bunge Bioenergia por 1,4 bilhão de dólares, disse a empresa.

O contrato agosto do açúcar branco teve pouca variação, cotado a 552,70 dólares a tonelada.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.