Home Agronegócio Soja avança em Chicago com risco de clima úmido nos EUA

Soja avança em Chicago com risco de clima úmido nos EUA

Segundo os analistas, as inundações serão uma preocupação para a safra de soja na parte norte do rio Mississippi

por Reuters
3 min leitura

Os contratos futuros da soja negociados na bolsa de Chicago se fortaleceram nesta sexta-feira, já que alguns modelos meteorológicos mostraram chuvas fortes, colocando certas áreas de produção dos EUA em risco de inundação.

Apesar dos ganhos no dia, os contratos ainda encerraram a semana em queda.

Segundo os analistas, as inundações serão uma preocupação para a safra de soja na parte norte do rio Mississippi, se a previsão do modelo climático dos EUA, que mostra mais chuva, for confirmada.

“Os produtores agrícolas de lá estão dizendo: ‘Chega, chega. Estamos recebendo muito”, disse Jim McCormick, sócio da AgMarket.net.

No entanto, no leste do Meio-Oeste, McCormick disse que os produtores de milho e soja estão descobrindo que sua safra, nesse estágio, está respondendo bem à combinação de umidade e calor.

A soja subiu 5,25 centavos, para 11,605 dólares o bushel, depois de fechar em seu valor mais baixo em dois meses na quinta-feira.

Na semana, a soja caiu 19,25 centavos, depois de subir na semana anterior.

O milho caiu 4,75 centavos na sessão, a 4,35 dólares o bushel. Na semana, perdeu 15 centavos.

O trigo também cedeu, já que o mercado reagiu ao progresso excepcionalmente rápido da colheita de inverno dos EUA, juntamente com a revisão das estimativas de safra da Rússia e da Argentina nesta semana, indicando que a oferta global continua forte.

O contrato julho do trigo caiu 11,25 centavos, a 5,615 dólares por bushel. Na semana, caiu 51,50 centavos, sua quarta queda semanal.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.