17 ago Orçamento

Devo e não nego, mas não consigo pagar!

Devo e não nego, mas não consigo pagar! Compromete muito da renda mensal com dívidas, deve e não consegue pagar? Este texto deve ajudá-lo.

por Conrado Navarro
há 7 anos

Contas a pagar!David escreveu: “Navarro, a situação aqui está crítica. Antes de enviar esse e-mail tomei por atitude levantar o quanto eu realmente devo e cheguei à uma conclusão assustadora: devo praticamente metade da minha renda mensal. Não disse que a coisa era feia? E agora? Estou desesperado e não sei o que fazer. Resolvi falar porque tenho certeza de que muitos brasileiros passam por fase semelhante e não têm coragem de se expôr. Coragem é o primeiro passo, aprendi com você. Devo e não nego, mas só a coragem não basta para pagar os muitos boletos e contas que recebo. Socorro”.

David, deixe-me respirar um pouco. Meu, como foi que você deixou a situação ficar assim tão crítica? Você tem razão, muitos brasileiros vivem esse drama, mas poucos têm sua coragem. O primeiro passo realmente está dado, agora vamos entender o que deve ser levado em consideração para que possa sair dessa o mais rápido possível. Com tamanha renda comprometida, a saída será reavaliar seu estilo de vida e alinhar seu padrão de gastos/receitas à realidade que o cerca. Está preparado para isso?

Definindo prioridades
O mais importante ao decidir atacar seus débitos é aprender a priorizar. Tomar atitudes inteligentes pode ser a diferença entre pagar mais ou menos juros. E você quer pagar nenhum ou pouco juro, certo? Suponho que, a esta altura, você tenha problemas com o cheque especial e muitas dívidas no cartão de crédito. Isso acontece com 70% das pessoas em situação semelhante. Vejamos o que se pode fazer:

  • Cheque especial: você precisa eliminá-lo. Hoje, agora. Tendo renda comprovada, sugiro que faça um empréstimo consignado e use o dinheiro para para quitar toda a dívida do cheque especial. Fazendo isso, você passará a dever juros cinco vezes menores que os do cheque especial. Pois é, de especial ele não tem nada.
  • Cartão de crédito: O mesmo raciocínio acima vale para dívidas enroladas no cartão. Mas pagar a dívida atual e continuar fazendo uso do cartão pode ser perigoso. Recomendo que aposente imediatamente seu cartão de crédito e passe a comprar usando apenas dinheiro vivo. Pague sua dívida e faça o exercício por pelo menos 6 meses. O maior problema do cartão não é a falta de informação, mas a distorcida imagem de seu objetivo. Se você não sabe usá-lo, será usado por ele, podendo inclusive adoecer.

Estas devem ser suas prioridades imediatas. Resolvidos os problemas acima, perceberá que sua situação sofrerá significativas melhoras. Agora é hora de mexer no que você gosta, no seu jeito de ser e estar, no seu dia-a-dia. É hora de “operar” o ego. Dói, chateia e no começo é frustrante. Mas a satisfação depois da “cirurgia” não tem preço, se me permite a metáfora (sem graça) alimentada por um slogan de uma bandeira de cartão de crédito.

O carro, a TV a cabo, a Playboy…
Pare com tudo isso. Você deve e precisa entender que dever e prazer não combinam. Quando se trata de dinheiro então, forget it! É hora de reavaliar seu estilo de vida. Cancele a TV por assinatura e contente-se com a programação aberta (cá entre nós, é melhor ficar longe da TV). Assinaturas de revistas e jornais? Cancele tudo. Sim, estou falando de uma medida drástica. Some quanto gasta com isso no ano e vai me dar toda a razão.

Você pode estar confuso, pensando que o carro deveria ser uma das prioridades listadas lá no começo do artigo. Nem sempre. Se você está em uma situação realmente complicada, com mais de 50% da renda comprometida, venda-o. Fora isso, evite usá-lo desnecessariamente ou troque-o por outro modelo mais simples e barato. Fuja de financiamento, especialmente daqueles ditos mágicos. O combustível está caro e a manutenção também.

Se a coisa ainda estiver pior…
Se tudo isso que eu falei fizer pouca diferença, passe a considerar um novo lugar para morar, bem mais barato que o atual, venda o carro, cancele o curso de inglês, pare de fazer academia. Mas faça tudo isso de cabeça erguida, com a mesma auto-estima que o trouxe até o fundo do poço. Difícil né?

Não se iluda ou pense que isso é castigo. Não se esconda nas desculpas e não pense que alguém vá aparecer com uma corda para puxá-lo. Acredite, para a maioria das pessoas você vale mais ai embaixo. Pesada a frase, eu sei. Quisera eu estar mentindo.

Atenção
São dicas bastante óbvias certo? Certo. Muitas vezes a(o) esposa(o) ou a família as fazem de forma insistente, mas você teima em não ouvi-los. Aprenda a falar mais sobre dinheiro, faz bem. Passe a prestar mais atenção ao que você vem ouvindo e(ou) fazendo. Lembre-se de que foram as coisas que você quis ouvir (ou deixou de ouvir) que o colocaram nessa situação. Você tem razão David, só a coragem não faz o dinheiro aparecer. Que tal começar a agir?

Foto: “Empty wallet”, Shutterstock.

Conrado Navarro

Educador financeiro, tem MBA em Finanças pela UNIFEI. Sócio-fundador do Dinheirama, autor dos livros "Dinheiro é um Santo Remédio" (Ed. Gente), “Vamos falar de dinheiro?” (Novatec) e "Dinheirama" (Blogbooks), autor do blog "Você Mais Rico" do Portal EXAME e colunista da Revista InfoMoney. No Twitter: @Navarro.

Leia todos os artigos de Conrado Navarro
Importante: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.
  • Pingback: domelhor.net

  • http://www.contraditorium.com cardoso

    O bar da esquina vende a mesma cerveja bem mais barata que o seu restaurante preferido. E ninguém nunca morreu por tomar uisque oito anos ou viajar de BRA (ok, ainda).

    O ego é a PIOR parte, tem gente que prefere morrer a admitir que vive acima das posses.

  • http://www.codigofonte.net Emmanuel

    Resumindo: Pare de Viver, não coma e não se divirta, pois isto gera gastos.

    Eu não sou tão radical ao ponto de cortar todos os meus lazeres, posso até ficar um pouco apertado, mas eu trabalho muito duro pra conseguir o dinheiro e eu também mereço lazer.

    O que vc deve é se controlar e não sair comprando coisas desnecessárias, isto sim prejudica nossa renda.

  • Ana Paula

    Justamento Emmanuel. O problema é que o David se descontrolou e agora terá que se privar de muitos de seus prazeres e momentos de lazer para então respirar aliviado e poder voltar a usufruir destes bons tempos no futuro.

    Excelente artigo! Visto sob a ótica do David não vai ser fácil, mas é necessário. Parabéns e boa sorte David.

  • http://www.redebalsamo.com?6244 Gelson

    Olá, boa noite Navarro.

    Parabéns por este blog, é muito útil para sociedade.

    Quanto ao David, realmente ele chegou ao fundo do poço, mas nem tudo esta perdido seguindo o seu raciocínio, certamente ele sai dessa.
    Coragem, David vç. consegue!

    Abraço, Gelson, aqui fica um cantinho doBRASIL-ACRE.

  • gustavo

    é grave, é 50% da renda? acho pagável essa dívida… as soluções propostas são ótimas… tá devendo? paciência, agora aguenta o tranco, né…?

  • Guilherme

    Bom artigo Navarro. Parabéns!
    Só uma dúvida, o curso de inglês não seria um investimento? Afinal de contas uma segunda ou terceira língua aumenta a possibildade de ganho financeiro futuro. Justamente o que todos os investidores procuram.

  • http://www.redebalsamo.com?6244 Gelson

    Olá,

    Olha gostei do comentário , Guilherme uma segunda língua ajuda muito principalmente se for inglês.
    Quanto ao David, ele terá que passar pelo seu “ego”, depois fica mais fácil.
    Força, amigo vç. não esta só.

    Abraço, Gelson aqui do ACRE!

  • http://www.contraditorium.com cardoso

    Se ele não aprendeu inglês até agora não vai ser com mais seis meses ou um ano que aprenderá. Melhor se concentrar no que ele sabe fazer HOJE, do que investir em um momento onde os R$150 (ou mais) farão diferença.

  • http://www.redebalsamo.com?6244 Gelson

    Olá,

    Mais uma vez te dou os parabéns Navarro, vç tem visão de muitos negócios e consegue passa-los para leigos e cultos de uma maneira singular e altruística.

    Muito bom, o caráter a sinceridade e a inteligência com isso vç. fica imbatível.

    Abraço. Gelson, aqui do ACRE!

  • Guilherme

    Cardoso, acho que vc não entendeu o comentário. O que eu quero dizer é: até que ponto devemos sacrificar o investimento em estudo para acumular dinheiro. Afinal, vc só acumula ou investe dinheiro quando se tem renda.
    Só para esclarecer um pouco mais… Citei estudo como uma possibilidade de sucesso, mas, como tudo na vida, dependerá de muita dedicação, esforço, sacrifício e conhecimento (Olha o estudo ai!). Mais ou menos o que devemos seguir no campo das finanças, segundo vários autores.

  • http://valeriofarias.wordpress.com Valério Farias

    O David estava na fase
    1. aproveitar agora e se preocupar depois

    Passou para a fase:
    2. desespero sem saber o que fazer agora e sem saber como será depois.

    Navarro deu muitas contribuições para que David chegue na fase:
    3. Resolver os problemas agora para aproveitar depois.

    É preciso ter bem definido o que se quer da vida: pois ambos os caminhos tem seu custo:

    Quem só aproveita agora vai penar depois e justamente quando o corpo já não tem a vitalidade e energia da juventude.

    Quem dá duro hoje para aproveitar depois, pode perder momentos muito signicativos durante a vida.

    Acho que sempre que possível, podemos garantir o hoje pensando no amanhã, sem deixar de aproveitar o fim de semana e os bons momentos com família e amigos. É uma atitude que beneficia a si próprio e as pessoas com quem convivemos, pois no caso da atitude individualista de aproveitar hoje a qualquer preço, acaba também prejudicando os familiares e as pessoas que tanto querem que sejamos pessoas importantes na vida delas.

    Bom David para ganhar um pouco mais de força, pense nas pessoas próximas a você que estão torcendo para que você seja um vencedor. Pense também no seu potencial e assuma suas próprias decisões.

    Boa sorte e peço que quando você der a volta por cima, compartilhe novamente nesse blog para servir de exemplo para outras pessoas que se encontram em situação semelhante.

    Um abraço.

  • http://www.contraditorium.com cardoso

    Guilherme, o tema aqui é pagar dívidas e estabilizar a situação financeira. Estudo é importante? Com certeza. Vai ajudar a equilibrar a situação? Dificilmente. Não estamos falando de “ah, mas se ele receber uma proposta que precise de inglês…” se for assim melhor pegar o dinheiro do curso e jogar na Megasena.

    NO MOMENTO o curso não é um fator que altere a vida profissional dele. Portanto, se torna despesa.

  • Jacson Jose Fink

    David, o Navarro esqueceu de dizer também para você para de acessar a internet, suspender a banda larga, dispensar os serviços da empresa de telecomunicação e vender seus equipamentos de informática. Por baixo acho que imediatamente você economizaria e arrecadaria uns R$ 2.800,00. E economizando por mês uns R$250,00, isso sem contar com a economia nos cartuchos de tinta para a impressora que em média despende por mês R$ 90,00 e folha de ofício R$ 13,00. Somam-se tudo e deduza o curso de inglês. Certamente você não deixará de aprender outra língua, por que sobrara o suficiente para pagar o curso.

  • Navarro

    Uau, o artigo está gerando excelentes discussões. Antes de comentá-la, gostaria de deixar uma observação: quando comento que ele tem 50% de renda comprometida, quero dizer que a metade do que ele ganha é destinada à rolagem de dívidas, ou seja, para pagamento de juros do cheque especial, cartão de crédito, contas atrasadas etc. O que está em dia é parte do orçamento. Portanto 50% de renda comprometida é muita coisa. Aliás, 25% já é considerado uma taxa altíssima.

    cardoso, você acertou em cheio com seu artigo sobre o EGO. Ele, ou melhor, nós somos responsáveis por quase todos os problemas que passamos. Com o dinheiro não é diferente.

    Emmanuel, a questão de ser ou não radical vai de encontro com a observação que escrevi no início deste comentário. Estar comprometido e continuar se divertindo é ser irresponsável.

    Ana Paula, seu comentário foi bastante inteligente, obrigado por compartilhar sua opinião.

    Gelson, obrigado pelas palavras. Tenho certeza de que o David vai ler e sair dessa.

    gustavo, é isso ai. Agora que a situação piorou o jeito é levantar a cabeça e fazer o que for preciso para sair dela.

    A discussão levantada pelo Guilherme é importante e vejo que o cardoso explicou bem o sentido do esforço que deve ser realizado agora pelo David. Inglês é muito importante e é investimento, mas quando a situação financeira permite e é favorável. Sim, se ele tiver outra língua no currículo (ficou estranha a frase) ele será um profissional diferenciado e poderá ganhar mais. Aqui é que vem o erro fundamental das pessoas quando o assunto é dinheiro versus dívida. Quase todo mundo quer acabar com as contas ganhando mais e não aprendendo a gastar menos, percebe Guilherme? O David não pode fazer o curso e continuar rolando uma dívida tão alta. Ele precisa “zerar” sua situação e então criar uma estrutura orçamentária que lhe permita fazer o curso e ainda assim manter-se limpo e sem dívidas. Agora é hora de parar e repensar tudo. Tudo é questão de momento, como bem disse o cardoso. Entenda que concordamos que inglês é importante. No entanto, ele precisa priorizar e safar-se da crise.

    Valério, suas dicas estão ótimas. Obrigado por compartilhá-las de forma tão atenciosa. Tenho certeza de que o David poderá se recuperar e ainda contaremos com um desfecho positivo desta história, que farei questão de publicar.

    Jacson, obrigado pelo comentário. Você foi ainda mais longe e a idéia é justamente essa. Repensar os gastos, colocá-los na ponta do lápis e pagar urgentemente tudo o que se deve por ai. O curso de inglês pode não pesar muito se ele acertar seus outros gastos, concordo. Valeu.

  • http://botecolosofia.blogspot.com Bruno

    Definitivamente subir muito o padrão de vida às custas de se endividar não é uma coisa muito boa a se fazer…E quando se acostuma, descer o padrão é terrível.

  • http://brunosette.blogspot.com Bruno Sette

    Está devendo 50% da renda mensal?

    Não acho muita coisa não, vocês estão fazendo uma tempestade em um copo de água.

  • marcia jozzolino

    Navarro
    Parabéns pelo site.
    Bom. se eu tivesse tido acesso a ele há 10 anos, no mínimo, tudo seria melhor (tenho 40). Mas, nunca é tarde, certo?
    Eu era um “David” na vida mas hoje, tenho minhas finanças sobre controle, graças ao seus conselhos sobre anotar tudinho, por exemplo.
    David, meu ex-colega de finanças, siga as instruções e você será feliz e dono da situação.

  • Navarro

    Bruno (Botecolosofia), obrigado pelo excelente resumo do artigo. É isso ai.

    Bruno Sette, agradeço e respeito sua opinião. Não sei se já deveu 50% de sua renda ou se tem idéia do que são juros de dívida corroendo seu orçamento, mas seria interessante ver sua opinião mais profunda sobre o tema. O que diria para o David numa situação como a que ele apresentou? Um abraço e obrigado pela visita.

    Marcia, obrigado pela nova visita. Seu testemunho sincero é muito motivante e fico feliz em poder ajudar. Fique à vontade para descrever sua situação e como conseguiu se livrar de seus problemas financeiros. Quem sabe não vira um artigo? Que tal? Abraço.

  • http://reflexoeseperdadetempo.blogspot.com Enio Luiz Vedovello

    À primeira vista, os conselhos do Navarro para o David parecem duros. E não vou dizer que não sejam, até que a casa esteja em ordem. Mas uma coisa importante a ser considerada, é que em nenhum post que eu tenha lido até hoje o Navarro aconselhou alguém a tornar-se escravo do dinheiro, a viver tendo como único objetivo o acúmulo infinito de reservas. Pelo contrário, o que ele nos ensina é a tratar as questões financeiras com seriedade, de modo que possamos usufruir do dinheiro, e não sermos escravos dele. No momento, queira ou não, o David é escravo de suas dívidas. O processo para mudar essa situação é complicado e doloroso. Mas, a partir do momento que ele supere esta fase, e continue mantendo uma relação saudável entre seus ganhos e seus gastos, com toda a certeza ele encontrará meios de poder investir em sua carreira, voltar a ter lazer e ainda poupar para futuras necessidades e sonhos. Ao invés de trabalhar para o dinheiro, como hoje, ele passará a ter o dinheiro trabalhando para ele. Como disse o Navarro em outro post, a diferença entre quem se interessa por suas finanças e quem não se interessa é que estes pagam juros, e aqueles recebem. Ou seja, quem se interessa e acompanha suas finanças, faz o dinheiro trabalhar para si. Quem deixa rolar, trabalha para o dinheiro.

  • valmir

    meu caro David, estamos numa situação parecida acho que a minha é um pouco pior,na busca da indepêndencia financeira, comprei um terreno de esquina que pode ser construida 3 casas para aluguel, construi a primeira que já esta alugada, a questão é que fiz estes investimentos sem ter o capital, dinheiro de emprestimos, cheque especial, cartão de credito, credito minuto, cheque pre-datado. Fui cair na real quando somei as dívidas e descobri o quanto estava devendo a vantagem é que o patrimonio cobre teoricamente estas dívidas.
    agora estou tentando pagar as que estão com um juro maior e tentando dar uma enxugada no orçamento. acredito que poderemos sair dessa abraço

  • Pingback: » Dívidas? Saia delas com efetividade, seguindo as dicas do Dinheirama - Efetividade.net

  • efe

    Adorei, acreditem q é a primeira vez q entro num blog q considero sério. Todo o processo de aprendizagem da valoração do capital deveria fazer parte de nossa educação desde a infância, porém crescemos consumidores e ansiosos para obtermos o que podemos e não podemos.É uma luta de forças e um apelo muito grande, que os meios de comunicação nos impõem.Mas com força de vontade é possível vencer as dívidas e recuperar a auto-estima, levando uma vida mais realista que gera inúmeras vantagens, como paz de espírito e tranqüilidade. Boa sorte a todos.Vou passar a vir sempre nesta página ver os comentários de todos(muito educados ) e aproveitar os conselhos.

  • http://www.webgshop.com.br Sidney Westen de Oliveira

    Bem, sou mais um parceiro do Davi, mas espero que não por muito tempo, após ter lido os comentarios deste blog irei repensar minhas atitudes monetárias, e melhor ainda, comentar e discutir sobre o aprendizado com minha esposa e filhos, e ver se juntos conseguimos sair da situação que nos encontramos.
    Agradeço a Deus por ter colococado vocês em meu caminho, Boa Sorte a todos.

  • Navarro

    Enio, obrigado pela visita. Os conselhos soam duros sim e sei que não é fácil. Trabalho com pessoas que sofrem destes problemas, mas o resultado é muito bom. Interesse pelo próprio dinheiro costuma ser confundido com avareza. Sua sensatez me tranquiliza.

    Valmir, obrigado pela sinceridade no comentário. Sinta-se em casa. Tenho certeza de que sairá dessa, assim como nosso amigo David.

    efe, obrigado pela visita e pelas palavras de apoio e apreço. Sinta-se em casa e livre para comentar e enviar suas mensagens. Abraço.

    Sidney, tenho certeza de que sairá dessa situação. Conte comigo e com o Dinheirama. Obrigado pela visita e volte sempre.

  • carla

    Todo mundo ensina formas milagrosas de ganhar dinheiro mais quando procuro alguma forma de ganhar dinheiro em menos de 24 horas nunca tenho uma respostas rapida sempre tem que fazer um blog ou enviar dinheir alguem no sei mais o que fazer estou desanomada

  • Arthur Gouveia

    Carla,

    ganhar dinheiro em menos de 24 horas acho que não existe! Dinheiro não nasce em árvore. Na melhor das hipóteses, se a situação é desesperadora, terás que tentar um empréstimo…

  • Pingback: Inteligência emocional e estratégias financeiras | Dinheirama - Conquistando dinheiro e lucrando idéias

  • Estela Niimi

    Quando a gente vive em família, nem sempre dá pra equacionar nossas contas como gostaríamos. Foi apenas com o fim de um casamento e – agora – com o início de outro, é que consegui transformar a situação tão adversa em que vivia e na qual a identificação com o David era marcante. Claro que nem sempre a coisa é tão radical, mas o apoio e colaboração de quem vive conosco é fundamental. Tomara que o David tenha isso em mente e consiga manter entendimento e harmonia junto à família!
    Boa sorte e abraços!

  • karina galindo

    eu devo mil reais na loja arthu consocios de um gojo de sofa eles ja vieram cobra muitas veses eu não tenho para pagar

    • morena

      EU ESTOU COM CHEQUE DEVOLVIDO NO BANCO MAS NÃO CONSIGO PAGAR A TAXA , OS BOLETOS ESTÃO COMIGO, E AINDA FALTA PEGAR MAIS 5 CHEQUES QUE TAO NA MÃO DE TERCEIRO, MAS O QUE TA FALTANDO É O PRINCIPAL DINHEIRO, SE PELO MENOS ALGUMA FINANCEIRA AJUDASSE OS ENDIVIDADOS A SAIR DO VERMELHO, NÃOS EI NEM COMO O Q PENSAR MAIS MINHA CABEÇA TA A MIL,FALTA 1000 REAIS PRA MIM LIGUIDAR A DIVIDA COM O BANCO DE CHEQUE E N]ÃO CONSIGO ESSE VALOR , POIS O BANCO SO ME FARÁ EMPRESTIMOD EPOIS QUE LIGUIDAR ESSES CHEQUES Q DEVO. TA DIFICIL DEU CONSEGUIR

  • Carla

    Sou mais uma das muitas pessoas que estão hj na net pesquisando este tema e querendo um final feliz… Realmente, a vontade de ser igual a muitos e querer rapidamente aquilo que eu não tinha, foi a válvula que me impulsionou à este dilema atual. Gostei muito de suas dicas e vou colocar em prática. Hoje, somando por alto, no valor atual das dívidas, acredito que levarei uns 4 anos para pagar (+ou- 50% da renda mensal), quem sabe mais. Já estou nesta situação a mais de 5 anos, estou desanimada e triste comigo mesma, pois nunca parei de gastar, lembro que há uns 3 anos somei e dava uns 20 mil reais, hoje está perto de 100 mil com o carro financiado. É verdade, qdo a família é grande isso pode acontecer. Espero poder continuar lendo neste site coisas tão legais, e se puderem me atender especificamente ficarei muito agradecida.

  • http://devonaonego.blogspot.com/ devedor

    O pior é você se sentir sufocado, mas tem solução, a gente tem que se empenhar muito!

  • CARLA GALVÃO

    Boa noite gostaria de dividir opiniões neste site, também estou passando por dificuldades muito agravantes na minha empresa.

  • MONICK

    Ola!também estou numa situação muito delicada mais tenho certeza que vou conseguir resolver todas.Tudo isso só porquê não disse não na hora que devia.

  • http://odetem_oliveira@hotmail.com maria odete

    Boa noite devo R$4.000,00 no cheque especial qual a melhor maneira de liquidar.
    agradeço muito

  • http://odetem_oliveira@hotmail.com maria odete marcondes

    Olá devo R$4.000,00 no bco com cheque especial, qual a melhor maneira para zerar.
    obrigada
    Odete

  • Juliana Martins Rodrigues

    Ola eu devo um total de R$4.000,00 entre crediario de lojas e bancos. O que posso fazer……
    ganho muito pouco e não sei como fazer para zerar estas dividas….
    Socoooooooorro!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • José Carlos

    O GRANDE DESAFIO.
    Para os especialistas em Finanças, Administradores e Economistas

    Ganho R$ 1.000,00 infelismente
    tenho Dívida de R$ 15.000,00
    Orçamento:
    Aluguel: ………. R$ 450,00
    Água e Luz …… R$ 150,00
    Telefones ……. R$ 100,00
    Alimentação …. R$ 250,00
    Combustível …. R$ 50,00

    TOTAL: ……… R$ 1.000,00

    Contato: clicweb.info@pop.com.br

    • Claus

      Água e luz estão caros. Tente fazê-los custas uns R$100.
      Telefones? Pré pago agora e cancele o fixo. Vai gastar uns R$ 20 por mês. Com esses R$ 130, que nem vão te fazer sofrer tanto assim, já tem uma liberação de 13% do orçamento. E com pouca dor.

  • Edson Chagas

    Gostaria somente de deixar uma colocação pessoal sobre a tentativa de restauração financeira e a administração dos novos proventos.

    “uma divida do passado com certeza será um problema no futuro; já um recurso atual nunca será a garantia para o futuro se não for corretamente administrado no tempo presente”.
    Edson Chagas.

  • Edson Chagas

    Deus pode nos ajudar a Restaurar nossas Finanças
    2Reis 12 1-13 / 2Cronicas 24 1-14

    Introdução

    Vamos contextualizar o tema desta campanha com os desafios que estão surgindo neste tempo presente.

    A tal crise econômica que traz abalos no âmbito mundial pode ser comparada com as “pequenas crise” enfrentada individualmente pelas diversas pessoas desse complexo mundo financeiro, pois, da mesma forma essas conseguem abalar de forma avassaladora não só o individuo como também, todos os que estão a sua volta.

    O individuo que está com problemas financeiros torna-se um individuo completamente vulnerável aos demais problemas possivelmente enfrentados e, conseqüentemente sujeito a total ruína de seus propósitos de existência, pois suas esperanças estão totalmente voltadas ao seu poder de aquisição.

    Quem sabe você pode estar dizendo: “Eu dependo de Deus e portanto esta situação não me diz respeito”.

    Concordo com você, mas para depender de Deus não basta somente declarar que existe tal dependência, na verdade precisa existir evidencias reais e praticas de que se depende de Deus e, tal afirmação é verdadeira somente quando vivemos três importantes leis espirituais no que diz respeito à provisão de Deus: “tudo pertence a Deus”; “eu sou mordomo de Deus” “faço tudo segundo os propósitos de Deus”.

    Será que podemos continuar afirmando que vivemos na dependência de Deus?

    Ou descobrimos que nunca, nem se quer por um momento, vivemos sob a provisão de Deus e, que a nossa vida sempre foi resultado de nossos investimentos pessoais e, que, por sinal não foram tão bons, tanto que nos levou aos maiores problemas atualmente enfrentados?

    O objetivo desta mensagem é levar as pessoas ao entendimento de que realmente Deus pode ajudá-las a superar tal problema, mas, para isso será necessário adquirir completamente os princípios instituídos por Deus.

    O principio que será abordado nesta mensagem é o principio da mordomia dos bens, isto é, a administração correta dos nossos bens e proventos.

    Uma forma de conseguirmos superarmos as ruínas financeiras é saber investir de forma correta os nossos proventos.

    “uma divida do passado com certeza será um problema no futuro; já um recurso atual nunca será uma garantia para o futuro se não for corretamente administrado no tempo presente”. (ECC)

    Contexto Bíblico

    Os dois textos referem-se à mesma passagem histórica que poderá nos servir como contexto bíblico para podermos compreender a administração dos bens e proventos como um meio eficaz para a restauração das finanças.

    É importante entendermos que nada acontece por acaso. Portanto a ruína financeira pode ser definida como a conseqüência maior dos atos e investimentos desprovidos de planejamento e controle por quem os detêm, não obstante mas de menos grau de cumplicidade fica os acasos e os imprevistos incalculáveis e incontroláveis.

    1. Joas e Jeoiada tiveram uma visão de restauração. O motivo da restauração deu-se por existir um grande estrago na casa do Senhor e, isto devido os mais de 7 anos de desprezo pela casa do Senhor pela ímpia família de Atalia que reinou sobre Israel de forma irregular e indesejada.

    – Primeiro passo para chegar à restauração é determinar o ponto de partida da decadência financeira e neutralizá-la para que o problema não persista impedindo qualquer tentativa de restauração. Jeoiada ordenou que fosse eliminada a causadora dos estragos na casa do Senhor. Precisamos eliminar o que tem causado estrago em nossas finanças.

    2. Nem todos estavam preparados para atuarem na restauração. Os sacerdotes e levitas não conseguiram empenhar todo os recursos adquiridos na restauração da casa do Senhor. Eles recebiam três tipos de recursos: o dinheiro do arrolamento do povo de Israel; o dinheiro da avaliação; e o dinheiro trazido voluntariamente. Nem assim conseguiam empenhar –se na restauração.

    – No momento da crise nem todos os envolvidos estão preparados para desenvolverem a responsabilidade de restauração e, portanto é necessária alguma importante observação como:
    A) Não é o muito que irá fazer a diferença. “Quanto mais se ganha mais se gasta”, quem nunca ouviu falar nisso?
    B) O dinheiro é um tipo de autoridade. Autoridade em mãos erradas produz grandes problemas e muitos deles irreversíveis.
    C) O dinheiro pode ser um empecilho ou um incentivo. Quem não sabe usar gera barreiras. Quem o sabe usar faz dele possibilidades.

    3. Joas estava com duas situações problemáticas: primeiro as fendas na casa do Senhor (a crise); segundo a incapacidade dos sacerdotes e levitas de repararem as fendas (restauração das finanças). Ele precisou de uma estratégia.

    – Normalmente é isto que enfrentamos na crise financeira: nos deparamos com a ruína das dividas e a falta de condições em resolvê-las. Nós também precisamos de uma estratégia.

    – A estratégia utilizada pelo rei e o sacerdote nos ensinam muitas coisas importantes no momento da restauração como:

    A) O rei mandou construir uma urna para que fosse depositados os recursos adquiridos pelos demais sacerdotes e levitas.
    – precisamos antes de tentar investir no problema gerar condições e estrutura para possibilitar o sucesso da nossa intenção. A centralização do deposito dos bens é uma garantia para a preservação dos bens estar dos participantes da comunidade – aqui cabe frisar que a família como uma organização que possui tudo em comum se quiser obter sucesso e continua preservação dos privilégios deverá centralizar a administração dos seus ganhos de modo que todos os investimentos sejam voltados para um mesmo propósito.

    B) Colocar os recursos nas mãos certas para gerar a providencia necessária. A cada fase da restauração havia pessoas qualificadas a frente para direcionar a reforma da casa do Senhor. Os dinheiros eram investidos de forma objetiva e cadenciados, isto é, conforme a necessidade, fazia – se o emprego dos recursos arrecadados.

    – Da mesma forma devemos agir no momento da crise. Temos que analisar quem tem as melhores condições de direcionar e empregar os recursos adquiridos. José nos da o exemplo de como administrar nos tempos bons à provisão para os dias maus.

    C) Determinar os objetivos principais e secundários na restauração. O que adiantaria comprar novos utensílios se a casa estava desprovida de segurança? O rei determinou. Não será comprado nada que não seja para a reparação das fendas da casa do Senhor.

    – Em que empregamos os recursos obtidos neste tempo presente? Já que as decadências financeiras nascem na maioria das vezes dos problemas passados, entende-se que o emprego errado dos recursos hoje será o motivo dos novos problemas futuros associados aos problemas não resolvidos do passado.

    – Precisamos determinar prioridades na restauração financeira: seja economizar, investir de outra forma, comprar, deixar de comprar, entre outras. O profeta Isaias declara a importância de se investir corretamente nossas provisões – naquilo que poderá nos satisfazer

    Aplicação da Mensagem

    O rei enxergou o problema existente na casa do Senhor e, determinou que algo deveria ser feito.
    Temos enxergado algum problema na estrutura dos nossos bens, existe algo comprometido, exposto a ruína? Se há, precisamos determinar uma medida para restauração.

    A primeira lição que temos é que precisamos depender de Deus e para que isto seja verdade é necessário nos enquadrarmos nos propósitos estabelecidos por Deus: “tudo pertence a Deus”; “eu sou mordomo de Deus” “faço tudo segundo os propósitos de Deus”.

    O nome do rei significa “aquele que é ousado”. Na luta pela restauração das finanças precisamos ser ousados. Se administrarmos corretamente, reduzindo, economizando, mudando a rotina de consumo, iremos conseguir alcançar o restabelecimento do controle financeiro de nossos proventos.

    O nome do sacerdote significa “aquele que é favorecido por Deus”. Precisamos principalmente do favorecimento de Deus e para isso a palavra de Deus nos determina que se formos fiéis nos dízimos e nas ofertas o Senhor nos abençoa.

  • mariza

    Desespero total, hoje tenho comprometido mais do que ganho em dois empregos. Consignição totalmente comprometida pelos próximos 4 anos mais outros emprestimos e cartões de crédito. Carro não pago e não consigo vendê-lo para quitá-lo. Estou pensando em deixar rolar e ficar com o nome sujo.

  • Isnaldo

    Olá, Navarro.
    Trabalho em três serviços, sou professor. Antes de me formar em um curso superior levava uma vida simples mas sem dívidas. Hoje, estou pagando caro por contas feitas para conseguir terminar meus cursos de graduação e pós-graduação. Entendo que tudo tem seu preço. Ainda sou como o David, mas não paro de trabalhar e gastar o necessário para sobrevivência minha e de minha família. O segredo, para mim, foi vender carro e moto e ir trabalhar de ônibus. Já não estou aguentando mais. Penso largar um dos serviços, mas temo que as coisas piorem novamente. Deixar o orgulho me fez muito bem. Qual o conselho que você poderia me dar para que eu liquide meus débitos mesmo largando um dos serviços?
    Bom dia!

  • Jaqueline

    Olá Gente!
    Me chamo Jaqueline e entendo o caso desse homem.
    Estou com 90% do meu salario comprometido e o pior é que sou estágiaria e meu contrato acaba em Mês que vem.
    A divida é uma coisa tão desgastante que com certeza causa doenças psicológicas.
    Estou procurando de tudo pra fazer pra contorna a situação e sei que ainda vou ralar muito.

  • Isnaldo

    Olá! Aqui é o Isnaldo.
    O meu conselho é que você renegocie seus débitos em parcelas que você possa pagar. Assim vai aumentar o poder de compra do seu salário e te dar um alívio. Muitas vezes endividamos muito porque queremos pagar tudo logo. Falta-nos paciência.
    Beijos!
    Isnaldo Esteves

  • Bete

    Agradeço a atenção.
    Fiz algumas tentativas de renegociação, porem, minhas propostas não são aceitas.
    Vou continuar tentando.
    Bjos carinhosos
    Bete

  • Maria

    Bom dia! Estamos no fundo do poço, acho q não temos saida, e peço ajuda, estamos devendo muito, já fizemos emprestimos para descontar em folha para quitar algumas dívidas, mas infelizmente as mesmas só crescem. Temos um ganho de R$3,000,00 e temos um débito fixo de 3,300,00 com reparcelamento de dívidas agua, luz e etc… devemos para agiotas, reparcelamos conta do cartão de credito, não vejo saida… não possuimos bens para vender a não ser a nossa casa q está avaliada em R$80,000,00, para pagar todas as dividas precisamos de R$40,000,00 estou pensando em vender a nossa casa quitar os débitos e financiar um apartamento e ficar só com a prestação do apartamento. O q vc acha? Qual a melhor solução? Obrigada!

  • Isnaldo

    Maria, aqui quem está falando é o Isnaldo.
    Às vezes as coisas tomam um rumo que não queríamos. Você diz no seu comentário nós. Espero que esta outra pessoa seja seu marido e esteja de acordo em vender o imóvel de vcs. Se for isso, a saída do problema financeiro seus já acabou. Apenas dou um bom conselho: não adianta vender a casa e continuar fazendo dívidas. Seria bom que depois de pagas todas as dívidas, vcs não usar mais o cheque, nem cartão de crédito, nem comprar a prazo e nenhuma agulha no crédito. Ficar com uma prestação do apartamento após dar todo o restante do dinheiro que sobrou depois que quitou seus débitos. Recomeçar pode ser difícil, mas suas vidas vão melhorar, inclusive o relacionamento afetivo se o nós aí for um casal.
    Bjim!
    Att. Isnaldo

  • Magda

    Olá
    Também estou no fundo do poço. Tenho dois empregos. Sou professora e possuo uma renda de 3 mil. No mês passado fiz um levantamento e descobri que a minha divida gira em torno de 17mil. Explico comprei um apartamento há 1 ano e montei tudo sozinha. Desde os moveis até o sustento da casa. Meu noivo que ganha só R$ 500 reais, mal aguenta pagar a conta de luz. Hoje acabei de vir do banco e fiz o 3 emprestimo. Detalhe para pagar a prestação da casa. Enfim gostei de ler as orientações aqui do blog. Acho que a minha saída agora e alugar o apartamento e voltar para casa dos meus pais. ou vender o carro, o que fica muito complicado pois dependo dele para chegar na hora no emprego de professora pois trabalho a noite e saio as 23h e o colegio e distante da minha casa. Mas acho que é o orgulho mesmo que atrapalha bastante. Mas essa semana vou convesar com meu noivo. Eu cheguei ao meu limite.

  • micaela

    ola .nem sei bem como começar a escrever neste momento tanbem estou um pouco abafada com dividas e tambem nao sei muito bem o que fazer.fiquei sem emprego e por isso os emprestimos a escola dos miudos enfim outras coisas tambem ficaram paratras para pagar começei agora a trabalhar mas com tanta carta que chega para pagar o que devo que nem sei como vou fazer por isso agradecia que se algem soubesse de uma maneira mais facil de tentar economisar para pagar as minhas dividas porque quero pagar quer dizer nao quero nao é mas tenho que as pagar e acho que devia aproveitar agora que tou a trabalhar .li o que estava em cima escrito mas nao compreendi muito bem por isso se algem me pudesse ajudar pelo a menos a tentar a esclarecer melhor agradecia
    com carinho
    fiquem bem

  • dea

    vcs estão achando que estão endividados?não tem situação pior que a minha.Sou correntista de um banco ,de um tempo pra cá minha conta vive negativa por causa do maldito LIS e para cobrir acabei fazendo empréstimo que de 2500 foi par 35 mil!!! teto negociar mas o banco não me ajuda.to passando um perrengue!!vendendo o almoço pra comprar janta

  • Goddess

    Bem.. minha situação é como a de todos aqui..
    estou apelando até para o lado esperitual.. acho q ñ tenho sorte com dinheiro. Dinheiro passa por mim e nem sinto.. diferente do ano passando q entrei encralacada de dívidas, este foi mto bom, estav tão feliz começei este ano sem dívida nenhuma.. nem com presentes de natal. Mas hoje, só deus sabe cm me encontro.. Contas atrasadas!!! muitas!!! em mas de 6 estabeleciementos, 3 cartões para pagar, alias, hj quitei as contas dos cartões do mês passado, trabalho, tenho minha rende de R$700, e tbm sou vendendora autonoma. Estou em dívida c a empresa a qual vendo os produtos.. e nosso posso ficar!! é dai tbm q o dinheiro entra sabe, estou devendo mas de R$600, a meu noivo.. tive q pegar dinheiro até escondido da minha mãe!! Estou morrendo de medo dela descobrir mas mês passado fiz um depósito e ainda falta + R$150, queria mto por esse mês mas estou vendo q ñ vai dar. Hj me sinto uma pessoa totalmente perdida, desiludida, não sei cm cheguei a esse ponto, quero mudar! naum estou comprando nda!!! parei!!! meu celular ñ pago desde fevereiro.. estou perdida! só deus para me dar mas determinação e cautela.

  • Anderson

    Boa Tarde á todos
    primeiramente gostaria de parabenizar a iniciativa Navarro, acredito que há centenas de brasileiros em situação parecida que precisam de esclarecimento.
    Minha situação é parecida com a do David, abri conta em um banco para quitar dividas pendentes em outro, e olhe a surpresa, as dívidas nesse aumentaram muito.
    estou morando de favor em uma casa de fundos de um amigo, vendi minha moto (não possuo mais nada alem do computador, sendo esse minha fonte de renda), a unica coisa que ainda estou pagando (e não gostaria de largar) é a faculdade, á qual possuo bolsa parcial pelo prouni.
    minha dívida total com um dos bancos é de 3302,00, onde hoje me ofereceram um parcelamento á 3.7% ao mes (em 36 meses a divida duplica).
    poderia eu fazer este acordo, mesmo á esta taxa e, quando possível (não tiver outras pendências) pagar 2 ou 3 parcelas á cada mês para abaixar os juros? (obs. meu nome irá á protesto no SPC/SERASA no final do mes).

    Obrigado pela sua atenção.

  • Alex

    Olá, estou com um problema enorme. O meu casamento não vai bem e estou pensando em me separar. O fato é que não sei o que acontecerá com os diversos empréstimos consignados que tenho em folha de pagamento após a inclusão do desconto da pensão alimentícia, pois eles consomem praticamente toda a minha margem consignável. Tenho medo de não sobrar o mínimo suficiente para a minha subsistência.

  • http://Joice_baixinha13@hotmail.com Rosangela

    como uma pessoa madura que sou tenho certeza que estou nesta situaçao por minha culpa pois sei que nao soube administrar o meu dinheiro hoje estou chegando ao fim do ano e na estaca zero dividas em atraso o que mais me encomoda é a escola das minhas filhas eu me sinto muito envergonhada são 9 meses de atraso não estou conseguindo dormir direito pois não tenho como pagar tudo de uma vez me orienta de maneira que eu consiga quitar tudo de uma vez até o mes de dezembro

    ´

  • Lucinha

    Olá, gostei muito de seus esclarecimentos. Eu estou em situação, acho que bem pior que o colega aí… tenho dívidas em 7 cartões de credito, todos em torno de 1.800,00, dividas a qual venho pagando o mínimo todos os meses. Devo R$ 2.000,00 no LIS, o qual fiz dois emprestimos ano passado pra poder pagar as dividas já acumuladas de outro emprestimos. Meu salario é de R$ 2.000,00. Fora as despesas com farmacia, medico, escola, babá do filho e outros emprevistos. Sinceramente, estou desesperada sem saber por onde começar. Ah! lembrando que fiz no inicio do ano dois parcelamentos de um ano no cartão de credito… Afff!!! Será que meu caso tem solução? Queria tanto sua ajuda! Me dê um conselho. Sei que preciso me livrar destes malditos cartões, mas não tenho forças… E o banco que ainda vou levar 4 anos com os emprestimo no valor de R$ 350,00.

    • Viviana Martin

      Lucinha estou na mesma situação sou autonoma, mae sozinha , ainda cuida de minha mae idosa, e estou vendendo o departamento , em 4 anos fiz 3 mudanzas e sempre para poder pagar a s dívidas , mais aumentan, e todo em medica´~ao, comida o básico nem saiu, em compro roupa ja ão sei o que e viver . Tenho síndrome de ir na cadeia, todo, não durmo, tenho tremores, de nervos e inseguranza.

  • CLAUDIA DIAS

    Preciso de ajuda, tenho tantas dividas que não sei mais o que fazer. Devo cartões de credito, lojas, emprestimos e banco. Tenho 2 emprestimos no banco e já estou com dois mil reais no vermelho. Tenho uma duvida: minha casa é financiada, graças a Deus está em dias, mas será que posso ficar sem ela caso o banco resolva entrar com uma ação contra mim? Agradeço se você me ajudar a esclarecer.

    • http://dinheirama.com/navarro Conrado Navarro

      CLAUDIA e Lucinha, com certeza o caso de vocês tem solução. Sempre há solução. Vocês precisam agir de três maneiras: 1) Assumir a responsabilidade e fazer um relatório detalhado das finanças de vocês atualmente: apontem tudo que recebem e ganham e vejam onde podem cortar, melhorar etc; 2) Listem as dívidas de forma organizada, com valor devido, juros, credor, contatos etc.; 3) Renegociem, entrando em contato direto com os credores e apresentando as possibilidades de pagamento de vocês. Façam propostas.

      Lembrem-se também que órgãos como Procon oferecem apoio para estas negociações. Busquem contato com seus profissionais também.

      É importante manter a cabeça erguida e agir! Agir significa parar de gastar em excesso, economizar, buscar fontes extra de renda e negociar os pagamentos pendentes.
      Abraço.

  • ANA

    Oi ,eu devo e nao sei o q faz para pagar as minhas dividas ,ja notei no caderno,mais nada resolver o meu problema nao consigo sai de todas as minhas dividas ,ja estou quase enlouquecedo sem saber o q faz com tantas dividas o pior q eu trabalho como autônoma ,ai nao sei quanto vou ter a cada mes ,por mais q eu faça media não sei ,mais o q fazer pra sai das dividas ,hoje ela chega por volta de 20,000, isto com juro e sobre juro.conseguir sai dos cheques .e de alguns cartões ,mais ainda assim tenho esta divida toda pela frente ,e ja nao sei mais o q vou faz ,me ajudemmmmm por favor…

  • Tati

    Oi! /comprei e não consigo pagar mais pois no momento estou desempregada e e aloja está fazendo a cobrança na casa de minha mãe e com isso nosso relacionamento ficou ruim oque de fazer??

  • Pâmela

    Boa tarde navarro, preciso muito de ajuda, pois , 90% da renda mensal da minha casa são para pagar dividas. Não Sei mas o que faço!
    Estamos muito desesperados. A unica coisa que nos conforta é a Fé em Deus!
    Por favor me ajude me dando uma sugestão!

  • Samira

    Devo não nego, pago se puder. Velho ditado.
    Eu estou pra lá com a corda no pescoço mas, quer saber, sei lá se estarei viva amanhã, então relaxo e gozo, afinal nasci de uma gozada. O dia de amanhã a Deus pertence.
    A financeira não quer saber de aprovar outro indivíduo para assumir meu carro, o cheque especial quando pago e peço para o banco tirar fora, uma mês depois eles colocam de novo, isto vai cansando, uma vez que todo mundo quer “comer” o outro pelas pernas, fo—-_se. Me prendam então, porque pelo menos na cadeia eu não farei mais contas. Eu parei de gastar, não estou nem comprando nota de cinco real por um real e nem assim minhas dívidas que estão pra lá de Bagdá não diminuem, então vou pagar pra ver onde vai dar isto tudo.
    Ganho $4.000,00 e gasto $8.000,00, é mole, ou quer mais? Bola de neve, vício, doença a qual será preciso eu ir para o fundo do poço pra criar vergonha na cara e parar de gastar.
    Legal este Blog, sei que tem muita gente sem dormir por causa doença, eu tomo remédio e tchau, vou para outro planeta. Se eu sair do absurdo em que me enfiei, voltarei pra contar como saí.
    bjins e boa sorte a todos

  • Maceioense endividada

    Se estar com 50% da renda mensal comprometida é superendividamento,ñ sei o q dirão da minha situação:
    Tenho uma renda mensal de R$ 2300,00, estou com o nome sujo no SPC e SERASA, devo para o cartão de credito R$ 3500,00, o colégio dos meus filhos está atrasado 04 meses, moro de aluguel(R$ 350,00), tenho contas de água e energia atrasadas, e outras “coisitas mas” . Minha renda mensal é toda comprometida, já tentei várias maneiras e ñ consigo me livrar dessa situação. Se alguém puder me ajudar com dicas para que eu consiga sair do fundo do poço o qual me encontro hj, serei grata eternamente.
    Abraço a todos.

    • leandro

      maceioense endivida. olá.
      Vou dar uma dica, primeiro tire seus filhos da escolas particular coloque na publique, cancele tv paga, telefone fixo, internet,etc
      procure seu banco, peça para renegociar sua divida com do cartão de credito em parcelas fixas, procure não gastar mais. Lembre-se a contas essencias (luz e agua/iptu etc) devem ser pagas primeiros, depois vc paga outras contas, tambem evite gastar em coisas nao essencias (lazer/diversão/beleza).

  • http://dinheirama Michel

    Parabéns… gostei muito da Materia, a coisa não ta bonita pra mim tambem… e vouseguir algumas dicas ….

    Mas concordo SR Cardoso, neste momento o Ingles pode esperar,,,,ja que não vingou tanto.
    o Rapaz ja esta se privando de várias coisas, e ainda tem que se matar de estudar,,, aí é fogo….

    desse jeito, vai gastar com remédios antidepressivos que por cima são bem caros…..
    então usa 150.00 pra cerveja, mas pro bar da esquina, não em Restaurante do Itaim, Moema, Jardins.. assim da pra voce beber mais . rss

    desulpe o senso de humor…. mas ajuda nessa hora tão difícil… rss
    abs a todos

  • http://dinheirama Michel

    SAMIRA ….. se não fosse tão crítico, seria mais engraçado…
    espero que voce volte pra contar como saiu dessa…..

    se eu sair da minha avalanche de neve tbm. volto pra contar..
    boa noita a todos

    abraços

  • Marilda

    Minha situação é tão ruim, tão ruim. Só um milagre pode me ajudar
    Tenho fé em Deus.
    “Posso pedir concordata?”

  • MARCINHAHGTA

    ESTOU NO MESMO BARCO E COFEÇO QUE ESTOU COMEDO DE AFUNDAR Ñ SEI COMO ISSO ACONTEÇEU FOI MUITO RAPIDO MAS VOUI CONSEGUIR …….SE DEUS QUESER

  • Paulo cesar p de faria

    Amigo estou numa situacao q si eu vender tudo q tenho nao da pra pagar minhas contas, ja nao sei mais oq fazer ja nao consigo mais dormir, nao estou conseguido fazer meu papel de pai de familia, ganho relativamente bem mais msm asim nao consigo sair desta situacao mim ajude por favor

    • Paula

      Paulo fique calmo… com o seu salário priorize o que não pode faltar em sua casa… alimentos para o mês, conta de agua e luz tudo no dinheiro… se tiver telefone.. cancele por um tempo. Quantos as dividas… como são muitas, foque em uma de cada vez e vá liquidando aos poucos…. demora mas no fim tudo se ajeita.
      Paula Silveira

  • suzana

    estou devendo muitos cartoes de credito banco e so ganho por comiçao? o que faço ? nao consigo nei dormir mais mim ajude

  • Fran sousa

    Estou devedo de mais ,pensão ,aluguel cartoes de creditos e nao sei mas o que faço ,meu salario nao ta dando e to sem saber mesmo ,o q fazer …..mim ajude por favor ….Antonio N…

    • Viviana Martin

      Fran estou na mesma situação e deseseperada em 4 anos mudie 3 vezes me descapitalizei e terminei peor do que estaba, só Deus

  • IVANIA DE OLIVEIRA

    EU ESTOU DESESPERADA TERMINEI DE CONSTRUIR MINHA CASA COM MUITO ESFORÇO QUE VENHO TENTADO A MAIDE QUATRO ANOS TERMINEI E AGORA ME ENCONTRO ATOLADA RECEBO 650,00 E MINHA DÍVIDA MENSAL ESTA ESSE MES EM 8 MIL NÃO SEI O QUE FAZER TÔ PENSANDO EM FAZER UMA LOUCURA AINDA POR CIMA ESTOU GRAVIDA E MEU MARIDO DESEMPREGADO E TENHO UM FILHO DE DEZ ANOS JÁ NÃO DURMO NEM CONSIGO COMER O QUE FASSO ESTOU DESESPEDADAMENTE DESESPERADA.

  • eladia

    amigo eu estou numa situação muito dificil meus pais falecero eu fiquei com meus dois filhos e meu marido mas ele esta desenpregado fiquei com muita conta pra pagar mesmo que eu venda minhas coisa não da pra pagar o que eu devo eu peço por favor me ajude eu não consigo nem dormir direito

  • http://profile.yahoo.com/QTR57IYF3E2PWF36RDG6IXE5EA Amigo de neymar do santos

    eu devo 49mil em banco com juros de 10% como sai dessa ganho um salario minimo

  • andre rogerio

    Olá queria colocar algumas coisas.Não uso cartão de credito ,coloquei minha conta em conta salario,não tenho tv a cabo nem banda larga,uso onibus,minha renda está comprometida dependedno o mês em 75 a 82%(aluguel,agua etc).Mudei de emprego para tentar uma arenda maior se for efetivado e hoje o cheque especial é 6x o mes salário.Bom,a não ser que eu ganhe algum premio não sei o que fazer.Não nego a divida,hoje tenho um controle financeiro excelente porem essa divida já existia e ficou assim por conta de alguns imprevistos(doença,falecimento de meu pai)alias além da perda de meu pai que é irreparável como se gasta pra fazer inventario,mas enfim.o que eu faço.Aliás não querendo me justificar,não parece despropositado o meu limite de cheque especial ser 4 x o meu salario.Não sei se tem solução mas se tiver por favor me ajude?

  • Davidjulho

    me encontro extremamente endividado, tudo de forma irresponsável da minha parte e se já não bastasse, minha conta corrente foi bloqueada pela justiça em razao de um emprestimo por mim realizado na poupex que deveria ser descontado a epoca em contracheque pela minha estação pagadora e os descontos foram interrompidos e eu irresponsávelmente não procurei quitar, o caso foi julgado pela justiça federal de sao gonçalo no rio de janeiro e fui condenado, agora tudo que cair na minha conta debita automaticamente até que eu conclua a totalidade do débito a pagar, o fato é que eu também já possuo inumeros emprestimos tanto em folha de pagamento, como consignados em bancos e financeiras, do que tornou a situação insustentável, não sei mais o que fazer, a quem recorrer, estou passando necessidade porque não tenho dinheiro nem pra comprar material higiênico, estou sem rumo, pensativo com os pés e mãos atadas, só não estou passando fome porque quem esta me dando comida é minha mãe com a pensão dela, eu moro com ela, ela tem 87 anos, e tudo sou eu que faço em casa, lavo, passo, cozinho e cuido da minha mãe, sinceramente eu não sei o que fazer, estou com o meu astral muito pra baixo e já pensei até no pior e não sei aquem recorrer, visto que não tenho nem como contratar serviços de um advogado.

  • 100002866008824

    As dicas são muitos boas tambem estou com a vida fimanceira doente..

  • Fernanda

    Mas eu quando sua casa e seu carro estão financiados??Eu dei prioridade para a casa e o carro e deixei os cartões e o banco o que faço??

  • priscila

    Eu tambem nao sei oq fazer to desenpregada so trabalhando em cas sou manicure
    mais nao estou guanhando mt para quitar minhas dividas …

  • http://www.facebook.com/doraci.oliveira.37 Doraci Oliveira

    Acho que vou começar enfiando a cabeça num balde gelo… rs nem sei por onde começar…

  • 100000973922287

    Depois de ler uns dez comentários estou vendo que a minha situação está ótima!

  • Você precisa de um empréstimo

    Você precisa de um empréstimo urgente de resolver seus problemas financeiros?? Ou você deseja iniciar um novo negócio?? Se por favor interessadas não hesite em contactar-nos através do e-mail (easyxmloan.department@gmail.com) … Obrigado ..

  • Edina

    EStou na mesma situação da maioria. Tentei me organizar, mas esta difícil deixar as dividas em dia. Se fosse somente em um lugar, mas são em vários. O erro foi meu, o pior deixei o desespero me invadir, e fiquei renegociando e virou uma bola de neve. Não sei mais o que fazer. Me sinto uma fracassada, tudo por erro besta meu…. Eu me culpo muito, tem horas, que me da vontade de morrer, mas como não tenho coragem de me matar. Fico vegetando, sem amigos. Porque a falta de dinheiro, a divida, me tornou uma pessoa amarga, com raiva, com ódio de tudo. Eu sei que errei, mas não sou uma ladra, nãos um caloteira. Somente cometi o erro de contrair divida. Estou quase no fundo do poço, não totalmente, porque ainda estou viva. Trabalho. mas não é suficiente. Hoje analiso tudo isso. digo, com você foi burra. Os meus gastos são referentes as frustrações da minha vida. GAstava e depois me arrependia. Mas não é desculpa para o meu erro. Vou falar acho que somente minha cachorra gosta de mim. O resto não. Eu sou uma imbecil… O desespero é grande. Tento me controlar, porque é ai que me perco de vez….. Tento ler os artigo sobre educação financeira. Mas com a minha divida é uma bola de neve. Nunca vai sobrar dinheiro para nada. Vou levar anos, talvez a minha vida toda pagando… Não sei…. mas gostaria de voltar aqui e dizer consegui pagar todas as minhas divida e agora viver em paz. Mas como eu pedi as esperança, da minha parte acho que vai ser dificil. Se alguém conseguir sair dessa, ficarei feliz por ela, porque sei o que é pesadelo da divida. Então se eu não tenho esperança para mim. Mas eu peço a Deus que ele ajude a todos vocês a pagarem suas dividas mais rapido possivel. Deus ajude-os eles aprenderam seus erros. Ajude-os com o milagre de conseguir pagar todas as suas dívida. Talvez isso possa me ajudar a ter esperança.

  • 100002178453299

    ta como fazer um emprestimo para cobrir cheque especial tando com o nome no serasa me esplica este milagre e qual financeira vai dar credito para quem não tem credito,, gostaria muito de saber pois todo artigo que leio sobre divida e a mesma coisa como consigo um credito de qualquer financeira sendo que não tenho credito etc etc blabla bla …

  • Savio Oliveira

    Hoje estou devendo 200 mil reais,90% dessa dívida a agiotas,tinha uma empresa de locação de Veiculos e ja vendi todos os carros só pra pagar juros,minha vida inteira foi de pagar juros,sei que sou o único e principal responsável pelo que estou vivendo hoje,estou completamente sem renda,não consigo empréstimos em bancos mesmo estando com o nome limpo,porque meu score é muito baixo,sempre paguei as contas atrasadas.Acho que vou ser o campeão de irresponsabilidades nesse blog,não sei se vou sair dessa vivo,estou desesperado!

  • san

    engraçado pelo que entendi o cara tá nervoso proque comprometeu 50% do salário e eu que comprometi 200% a mais do que eu ganho que se dane pois eu resolvi que não vou pagar mais nadas não vou ficar me lamentando ou deixar de viver, esse governo inútil que rouba tudo que conseguimos esses bancos com juros abusivo basta ver o juros de uma poupança e o juros do cheque especial que veremos a diferença por isso estou decidido que se dane o mundo da sociedade hipócrita vou ser feliz longe dos bancos…

  • ricardoferreira

    estoutodo enrolado com o cartao de credito comprei ums produtos e revendi para uma construtora ela nao me paga e eu nao posso pagar o cartao divida 80.000.00 o que pode acontecer comigo diante desta situacao

  • milena

    devo mais de 10,000 no cartão entre emprestimo e credito, esperando um dinheiro que ia entrar e não entrou,to desesperada o que pode acontecer comigo alem de restrição no nome. to pensando em esperar o cartão entrar em contanto para fazer um parcelamento to desesperada me ajudem

  • Austine Best

    Você precisa de 100% de Finanças? Eu posso atender sua necessidade financeira com menos problema de retorno é por isso que nós financiamos você para apenas 3%. Quaisquer que sejam suas circunstâncias, trabalhadores por conta própria, aposentado, tem uma má notação de crédito, pudemos ajudar. Reembolso flexível ao longo de 3 a 20 years.Contact-nos em: (austinebest9@gmail.com)

    . 1 Nomes completos: ……………………….
    . 2 Contato Endereço: …………………..
    . 3 Valor do Empréstimo Necessário: ………………..
    4. Duração do empréstimo ……………….
    . 5 Telefone direto: ……………..

    Atenciosamente,

    Sr. Austine

  • ronaldo

    ola sou pessoa juridica estou com o cheque que nao e especialestourado e nao estou conseguindo negocia-lo com o gerente do banco…ele afirma que é melhor ir repondo-o aos poucos. mas se nao estou conseguindo repo-lo como irei fazer se o banco nao quer negocia-lo?

  • botmoogheoo

    bom dia meus bons povo do Brasil, meu nome é Fernanda souza daqui Distrito Federal Brasil eu só descontou meu empréstimo hoje e eu quero que todos no Brasil para saber hoje que a senhora Stella Rene é realmente porque eu só descontou o meu empréstimo de R $ 2.000.000, no prazo de 40 minutos, porque eu tenho sido golpe de diferentes credores empréstimo, mas ontem eu vi um post na internet para que eu entre em contato com o e-mail abaixo e eu segui o passo que me pediram para tomar, mas a minha maior surpresa, eu só tenho o meu empréstimo em minha conta hoje e hoje eu estou muito feliz em anunciar esta grande notícia para todo o povo no Brasil incluem a Portugal para que entre em contato com a Sra Stella Rene Lon firme no e-mail abaixo {mrsstellareneloanfirm@hotmail.com} e seguir a política como é dito para fazer para receber a notícia de sucesso e alegria ao seu redor por isso, se conectar com ela hoje e ter a mente e fé 100% garantido e esta empresa empréstimo é livre de esquema não há nenhum truque nesta empresa são testados e confiáveis​​, e hoje eu tenho delicado e eu quero dizer a todos os meus bons povo do Brasil a esquecer a sua passagem e enfrentar uma nova vida, hoje eu estou muito feliz em ser um bom cidadão do Brasil e informar o meu povo agora há uma maneira de sair, você pode fazê-lo como Stella Rene fez por mim e minha família.
    Eu estarei aqui estender para ouvir sua próxima testemunho assim como o meu.

    Sra Fernanda Souza
    do Distrito Federal Brasil

  • Lance Morales

    My Nome is Morales, eu sou um homem casado e com cinco filhos. Eu vim para este fórum muito local para compartilhar e testemunhar o bom trabalho da senhora Kate Lisa Loan Serviço por me dar um empréstimo de consolidação de US $ R50,000.00 eu ser recusado em todos os lugares, eu passei por um monte de processo e ser enganado por diferentes empresas de empréstimo que me deparei, mas quando eu quis dizer Sra Kate Lisa eles acessados ​​e me aprovados para um empréstimo de US $ R50,000.00 depois de se reunir com os termos e condições que é a base de sua escolha para fazer um depósito antes de receber o montante do empréstimo ou não , no meu caso eu não estava tendo uma casa carregando o meu nome, então eu fui para o processo de não-garantia foram i fez um depósito de uma certa quantidade de dólares antes do meu valor do empréstimo foi acreditado na minha conta bancária. Tenho de ser à procura de um empréstimo para os últimos 2 anos on-line, mas depois de uma semana me deparei com Sra Kate Lisa Loan Início que usa esse endereço de e-mail: [mrskatelisaloanhome1@gmail.com] Então eu passei por todo o processo de obtenção do disse montante do empréstimo e após o processo de meu empréstimo foi concedido a mim com outra pessoa. Isso realmente me fez começar a vida de novo depois de todas as dificuldades que tive durante a minha busca por um verdadeiro empréstimo Home. Mrs Kate Lisa restaurada minha casa feliz novamente e meu negócio, que tem sofrido com o capital financeiro. Estou aqui para usar este meio para informar o público em geral que se você precisa de um empréstimo real, sem qualquer estresse e mesmo aprovação dias, você terá que entrar em contato rapidamente los imediatamente via e-mail em: [mrskatelisaloanhome1@gmail.com] me candidatei e trabalhar para mim e eu acho que também irá trabalhar para outras pessoas também que são sinceras. Mais uma vez, ajudar-me a agradecer-lhes.

    Sra Lance Morales

  • julei lucas

    Marvel Peter empréstimo da casa
    Oferecemos empréstimos privados, comerciais e pessoais com muito baixas taxas de juros anuais tão baixos quanto 2% em um ano e 50 anos de amortização período em qualquer lugar do mundo. Oferecemos empréstimos que variam de $ 5000 a US $ 100 milhões.
    Nossos empréstimos são bem segurado para o máximo de segurança é nossa prioridade. Você está perdendo o sono à noite preocupante como obter um emprestador empréstimo legítimo? Você morder suas unhas tão rápido? Em vez de bater-lo, entre em contato Marvel Peter Loan Firm (Loan Services) agora, os especialistas que ajudam os empréstimos parada histórico de crédito ruim para encontrar uma solução que a vitória é nossa missão.
    Os candidatos devem preencher um formulário de pedido de empréstimo abaixo:
    E-mail: marvelpeterloanfirm@hotmail.com
    Pedido de crédito FORM
    pedidos de empréstimo
    Seu nome completo *
    Seu e-mail *
    O seu telefone *
    O seu endereço *
    Sua cidade *
    Estado / Província *
    país *
    sexo *
    Data de nascimento *
    Você tem uma conta? *
    Candidatou-se antes? *
    O montante do empréstimo é necessário *
    A expectativa de vida *
    A finalidade do empréstimo *
    Envie-me uma cópia digitalizada do seu passaporte: *
    Credor: Mr. Marvel peter.
    O credor E-mail: marvelpeterloanfirm@hotmail.com