SIPAT - Educação financeira e planejamento na pautaRecentemente, as empresas no Brasil detectaram que funcionários com problemas financeiros comprometiam sua capacidade produtiva e desempenho profissional. Mas, como ajudá-los? No primeiro momento pareceu mais rápido e eficiente conceder empréstimos consignados (juros mais baixos) e abonos. Por um instante, especialmente naquele momento crucial, saldar dívidas e proporcionar um recomeço foi possível.

Se as intenções foram boas, o resultado na prática mostrou-se apenas um paliativo. Os colaboradores e suas famílias estão em um Brasil diferente, com acesso facilitado ao crédito e cheio de possibilidades de consumo. Acabou que uma das soluções se transformou em problema: o empréstimo consignado, uma linha de crédito com juros menores, foi utilizado amplamente para o consumo[bb] e elevou em muito o nível de endividamento das famílias.

Educação Financeira, uma cultura que veio para ficar
Após o susto, as empresas começam a buscar entender, de fato, o seu papel neste cenário. Assim, logo perceberam que o pior ainda pode estar por vir, pois a massa de endividados só aumenta. Cabe ressaltar que, ainda que os indicadores de inadimplência sejam relativamente baixos e estejam estáveis, a preocupação com o endividamento e a falta de planejamento por conta das dívidas contraídas transtorna muitas pessoas e prejudica o ambiente de trabalho.

Consumo sem critério, um grande perigo!
Abordar as finanças da família é tão importante quando dar condições ideais de trabalho. Na prática, não é tão fácil. Ao incentivar o planejamento financeiro, as empresas estão colocando o dedo na ferida e cobrando uma postura diferente de todos. Aos poucos, os resultados começam a surgir. Maior produtividade e até mesmo relatos de agradecimento são alguns exemplos.

O papel das empresas
Aos poucos, os gestores começaram a perceber que as saídas para questões financeiras iam além dos valores: trata-se de uma questão cultural, ligada à falta de educação financeira. Para solucionar o problema, muitas empresas começaram a oferecer a seus colaboradores uma oportunidade transformadora: cursos, palestras e consultoria na área de finanças pessoais[bb]. Sem “dar o peixe”, as empresas começaram, pela primeira vez, a mostrar aos seus funcionários “como pescar”.

A SIPAT (Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho) mostrou-se uma excelente oportunidade de incluir o tema finanças no dia-a-dia de todos os funcionários e colaboradores. Nesse período do ano, as empresas que ainda não possuem um programa voltado à educação financeira dos seus colaboradores têm na SIPAT uma excelente oportunidade. A pausa para instruções específicas sobre o tema tem trazido resultados e elogios aos empresários e gestores.

Dinheirama: Educação Financeira para todos!
O Dinheirama tem sido convidado por muitas empresas para participar de SIPAT e por entender que se trata de um publico especial, oferece duas palestras de Educação Financeira e Finanças Pessoais: “Independência Financeira” e “Vamos falar de Dinheiro?”. Ambas são ministradas por Conrado Navarro, criador do Dinheirama e autor dos livros “Vamos falar de Dinheiro?” (Ed. Novatec) e “Dinheirama” (Ed. Blogbooks Ediouro). Se você trabalha e sua empresa ainda não percebeu os benefícios da educação financeira, é hora de lutar por isso. Sugira uma palestra ao seu gestor ou mesmo diretamente na área de Recursos Humanos.

Se você, empresário ou gestor, quer levar uma palestra do Dinheirama para sua empresa, entre em contato conosco através do e-mail [email protected] e envie sua consulta. Nos últimos anos, o Brasil tem dado passos largos rumo a um futuro melhor. Saber tomar as decisões financeiras certas nesse momento é crucial. Portanto, é hora de enfrentarmos com força o desconhecimento financeiro e quebrar o tabu em torno do dinheiro. As empresas também são um ambiente muito apropriado para isso.

Crédito da foto para freedigitalphotos.net.

Comentários

  • Pingback: Tweets that mention SIPAT - Educação financeira e planejamento na pauta | Destaques | Dinheirama - Economia, Investimentos e Educação Financeira ao alcance de todos -- Topsy.com()

  • Rosana

    Ricardo
    Acho que esse tipo de palestra é muito útil para todos, principalmente nas empresas, onde a maioria dos funcionários provavelmente nunca se interessou muito em levar a sério um planejamento financeiro pois as pessoas geralmente falam de problemas, dívidas, reclamações mas quase nunca sobre projetos, planos e soluções.
    Abraços e sucesso,

  • Bom artigo
    Parabéns!

  • Com certeza este assunto pode ser tratado em uma SIPAT!
    Parabéns!

  • Ótimo tema para ser tratado em uma SIPAT.
    Mais do que nunca as empresas têm visto que o que se passa com o funcionário no dia a dia irá influenciar em seu desempenho na empresa. Portanto, falar sobre educação financeira é uma forma de educar para que o funcionário tenha alguns cuidados para não ficar com a “cabeça em outro lugar” durante o expediente.

    Parabéns.