Recentemente, houve grande repercussão de uma notícia a respeito do apedrejamento de carros importados e raros durante uma manifestação em São Paulo. Esse fato despertou uma série de discussões e vale a pena, com foco na prosperidade financeira, refletirmos mais a respeito de comportamentos e pensamentos que temos perante alguns símbolos de riqueza.

Basicamente, pode-se dizer que, nessas ocasiões, há três atitudes possíveis: admiração, indiferença ou inveja.

As pessoas que têm uma mentalidade positiva e agem em busca dos seus objetivos costumam ser movidas por admiração. Elas sabem que, na maior parte dos casos (não vamos focar em exceções), os resultados bem-sucedidos correspondem aos frutos de uma longa fase de “plantio”, esforços e dedicação. Como também estão sempre dispostas a aprender, buscam exemplos de quem teve boas experiências em suas vidas.

Evidentemente, isso não significa que todos devem ter as mesmas aspirações materiais (algo que, aliás, nunca é defendido na área da educação financeira). Cada pessoa apenas precisa definir suas prioridades e ter as atitudes necessárias para buscá-las. Como esse caminho é sempre difícil e desafiador, torna-se fonte de inspiração observar e aprender com outros indivíduos que atingiram seus objetivos.

Para ilustrar, depois da notícia comentada no início, algumas pessoas lembraram que, no filme “À procura da Felicidade”, o protagonista, que enfrentava grandes dificuldades financeiras, encontrou uma Ferrari e seu proprietário em uma rua. Em seguida, ele perguntou a ele o que era preciso fazer para ter aquela condição.

A resposta do proprietário foi de que ele atuava como corretor de ações e, a partir daquele momento, o ator principal começou uma jornada de superação em busca de uma vida melhor.  Aliás, vale lembrar que esse excelente filme é baseado em uma história real.

Leitura recomendada: 3 atitudes capazes de mudar sua vida financeira

Pensando nesse tema, eu também encontrei uma antiga anotação pessoal, provavelmente extraída de algum livro (do qual não me recordo), no seguinte sentido: “O poder de conceber está relacionado ao de perceber. Podemos criar coisas tão grandes quanto as que sabemos admirar”.

Na mesma esteira, no best seller “Os Segredos da Mente Milionária”, o autor T. Harv Eker define como um princípio a ideia de que os ricos admiram outros ricos e bem-sucedidos, mantendo pensamentos fortalecedores. Por outro lado, os indivíduos com mentalidade pobre guardam ressentimento e inveja em relação àqueles que apresentam sucesso.

Curiosamente, nesse livro o autor também comenta que passou a ser bem mais hostilizado no trânsito após trocar um carro velho por um Jaguar. Desse modo, fica a reflexão de que dificilmente pessoas com visões negativas tendem a prosperar, até porque é difícil imaginar como elas caminhariam para algo que, para elas, parece ser desprezível.

Ainda temos o caso das pessoas que são indiferentes. Nessa hipótese, pode ser que elas tenham uma excelente capacidade interna de autodeterminação ou, por outro lado, é possível que estejam conformadas com seu patamar atual, tendendo a ficar nele. Em qualquer das situações, é necessário respeitar o perfil e as prioridades de cada um.

Leitura recomendada: Os 10 mandamentos da prosperidade

Para quem tem vontade de crescer em todas as dimensões da vida, a admiração é um combustível fantástico para impulsionar e inspirar as atitudes necessárias à evolução. Nietzsche já disse que: “Há uma inocência na admiração: é a daquele a quem ainda não passou pela cabeça que também ele poderia, um dia, ser admirado”.

Por isso, é bem interessante buscarmos comportamentos e resultados que também sejam fonte de influência e admiração, ao mesmo tempo em que mantemos nosso compromisso com a evolução constante.

PS: Considerando que estamos falando de carros e finanças, para quem pretende comprar o seu carro de modo planejado e consciente, o livro digital “Como Escolher o seu Carro Ideal” (clique agora para conhecer), de minha autoria, apresenta um roteiro completo com os passos essenciais. E para quem acha importante controlar os gastos do seu carro, como etapa de uma boa educação financeira, eu também elaborei uma planilha cujo donwload (gratuito) pode ser feito neste link: http://bit.ly/PlanilhaCarro

Obrigado pela atenção, um forte abraço e até a próxima!

Foto “Enjoy life”, Shutterstock.

Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários

  • Rodrigo

    Gostei muita da sua visão, Leandro. Por acaso vi as cenas da multidão apedrejando o carro, senti uma baita pena daquelas pessoas. Pra mim fica claro, que mesmo eles não admitam, o sentimento ali, é de inveja. No meu caso, acredito que tenha sido indiferença, pelo menos por uma boa fase da minha vida, mas tenho tentando mudar para admiração… ainda achando desnecessário gastar tanto dinheiro em um veiculo. Forte abraço