Susan Boyle e suas lições para a vidaNa semana passada, um vídeo virou febre na internet. Nós, do Dinheirama, gostamos de apanhar assuntos atuais e interpretá-los de forma a conectá-los ao mundo financeiro e econômico. Vejamos: o vídeo em questão foi durante um episódio do programa de talentos e calouros chamado “Britain’s got talent”. A grande estrela do programa, Susan Boyle, emocionou a todos e já conta com fãs no mundo inteiro. A repercussão toda se deve ao fato de Susan Boyle não representar, definitivamente, nenhum estereótipo de sucesso e/ou beleza.

Além disso, algumas outras particularidades chamaram a atenção dos presentes e dos jurados: tem 47 anos, estava desempregada mal sabia comentar sobre sua cidade natal. Durante a conversa com os jurados que precede a apresentação, Boyle viu a cara de pouco caso feita pelos entrevistadores e enfrentou o sorriso de deboche da platéia ao comentar que seu sonho era ser uma cantora profissional e famosa como Elaine Page.

Quando Susan começou a cantar rapidamente todos perceberam que algo mágico estava prestes a acontecer. Sua voz ecoou como um bálsamo aos ouvidos, as pessoas arregalavam os olhos buscando uma interpretação para aquele som angelical. O que veio em seguida foi um show[bb] de voz e ritmo que deixou os jurados sem palavras. Boyle saiu do evento como uma verdadeira estrela.

A arte imita a vida
Quantos de nós nos encontramos em situações como a de Boyle e simplesmente baixamos a cabeça ao primeiro sinal de dificuldade. Dizemos não ao desafio. E é claro que todos nós sabemos que nada é fácil, nada vem de “mão beijada”. É preciso lutar. Aprendi que lutar com nossas limitações é um santo remédio para treinar e polir nossas qualidades – que, sem exceção, todos temos.

Às vezes, motivados pela vontade de acertar e recuperar o terreno perdido, falhamos, excedemos o que é justo ou aceitável. Faz parte. Neste momento, respire fundo e enfrente a platéia da vida, que sempre aponta o dedo para sua ferida e impõe obstáculos que parecem intransponíveis.

Quando lidamos com o dinheiro[bb], estamos lidando com o futuro. Quando enfrentamos os nossos medos e limitações, enfrentamos e construímos uma história, algo real que significará muitas vezes um recomeço – ou mesmo o verdadeiro começo. Quem jogou a toalha por ver que o objetivo era caro demais ou não cabia no bolso não soube planejar e fraquejou.

A educação financeira é a oportunidade que, quando absorvida e provocada, torna viável a realização de sonhos e objetivos. Transforma vidas, criando oportunidades reais. Se você quer fazer algo diferente no futuro, precisa construir isso hoje. Poupar e investir hoje. E quando a hora chegar, terá que acreditar e dar o passo adiante.

Deixe sua estrela brilhar
Aposte no seu futuro e vá a luta. Se você tem dívidas, encare-as de frente, negocie, brigue, esperneie e faça o que for necessário para resolver o problema. Assuma o papel de agente – afinal, você se endividou porque quis – e vá atrás de informação e conhecimento. E deixe a vergonha de lado: negocie.

Boyle enfrentou seus medos, suas dificuldades e hoje é uma celebridade mundial, que possui entre seus fãs astros e estrelas como Oprah Winfrey e Demi Moore. Você pode dar hoje os primeiros passos rumo ao sucesso e à sua independência. Você não sonha? Quer ser um grande cantor, um cineasta, um médico, um milionário?

Enfrente seus medos, encare a “platéia”, ria de si mesmo e siga em frente: busque a felicidade. É aquela história, que vez ou outra surge e nos dá um tapa na cara: “sim, eu posso, eu consigo”. Susan Boyle conseguiu. Coincidência? Sorte? Preparo? Paixão? Pois é, acredite no que quiser, mas ela não venceu por vencer. Ela merece seu sucesso[bb] porque teve coragem de enfrentá-lo.

Para terminar, que tal assistir à impressionante apresentação de Susan e ver os incrédulos jurados mordendo a língua? Impossível não se emocionar. Veja o vídeo no Youtube. Boa semana.

——
Ricardo Pereira é educador financeiro e palestrante credenciado pelo Instituto DiSOP, trabalhou no Banco de Investimentos Credit Suisse First Boston e edita a seção de Economia do Dinheirama.
Quem é Ricardo Pereira?
Leia todos os artigos escritos por Ricardo

Crédito da foto para stock.xchng.

Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários