Home Economia e Política Girão denuncia “manobra” em votação dos jogos de azar na CCJ

Girão denuncia “manobra” em votação dos jogos de azar na CCJ

O resultado é que R$ 105 do Bolsa Família já estão sendo consumidos, em média, pelo brasileiro com apostas esportivas

por Agência Senado
3 min leitura

Durante pronunciamento na quarta-feira (19), o senador Eduardo Girão (Novo-CE) repudiou a aprovação, pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), do projeto que autoriza o funcionamento de bingos e cassinos.

Agora a proposta deve ir a votação no Plenário do Senado. Para Girão, a iniciativa é uma “tragédia anunciada”. Ele defendeu que o texto tramite em outras comissões da Casa, como a de Segurança Pública (CSP) e a de Assuntos Sociais (CAS). 

Faço um apelo aos colegas desta Casa, ao senhor [Rodrigo Pacheco], que já me disse que haverá um amplo debate.

Acredito que, além de uma sessão temática, o projeto precisa passar por algumas outras comissões da Casa.

A Comissão de Segurança Pública tem tudo a ver [com o tema]. Se acabamos de ver aqui os postos de gasolina, hoje, você está vendo todo dia na mídia, sendo utilizados pelo crime organizado, muitos deles para lavar dinheiro, com uma força poderosa, você imagine com o bingo? Você imagine com o bingo? É uma tragédia totalmente anunciada!

A matéria, que tramitou por mais de um ano na CCJ, foi aprovada por essa comissão na quarta-feira, com 14 votos favoráveis e 12 contrários e agora aguarda apreciação do Plenário.

Girão criticou as “manobras” feitas por parlamentares que defendiam o texto durante a votação na CCJ, inclusive, segundo ele, com a troca de membros titulares por suplentes.

Na opinião de Girão, o Brasil já possui problemas críticos em várias áreas, como saúde e segurança pública, e o Senado precisa assumir a responsabilidade de barrar o projeto. 

Que a gente possa, com muita sabedoria, dizer “não”, com a ampla maioria desta Casa, para não sujarmos as nossas mãos com sangue.

O senador disse ainda que a proposta é “direcionada a conglomerados e magnatas de fora”, vai comprometer a saúde mental da população e facilitar a lavagem de dinheiro e a corrupção.

Ele também criticou o atual governo por ainda não ter regulamentado a lei que autorizou as apostas esportivas. 

O resultado é que R$ 105 do Bolsa Família já estão sendo consumidos, em média, pelo brasileiro com apostas esportivas. Isso é gravíssimo.

Nós estamos empobrecendo, endividando as pessoas mais pobres deste país, que, em vez de levar comida para casa, em vez de levar um tênis para a filha, em vez de ter alguma situação para trocar a geladeira, estão fazendo apostas esportivas.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.