Home Mercados Ibovespa: veja os 10 destaques desta quarta-feira; Weg sobe quase 5%

Ibovespa: veja os 10 destaques desta quarta-feira; Weg sobe quase 5%

Às 10:47, o Ibovespa caía 0,16%, a 129.705,94 pontos

por Reuters
0 comentário
Ibovespa

O Ibovespa (IBOV) tinha um declínio marginal nesta quarta-feira, com a cautela antes da ata da última decisão de juros do Federal Reserve sendo contrabalançada pela repercussão positiva a resultados corporativos, entre eles o balanço da Weg.

Às 10:47, o Ibovespa caía 0,16%, a 129.705,94 pontos. O volume financeiro somava 2,36 bilhões de reais.

O banco central dos Estados Unidos divulga às 16h (horário de Brasília) a ata da última reunião de política monetária, quando manteve o juro entre 5,25% e 5,50% e disse que precisava de mais “confiança” em relação à inflação para começar a cortar.

Naquela ocasião, o chair do Fed, Jerome Powell, esfriou de vez as apostas de um corte ainda no primeiro trimestre do ano ao afirmar que avaliava não ser “provável que o comitê atingirá um nível de confiança no momento da reunião de março”.

Em Wall Street, os futuros acionários sinalizavam uma abertura negativa para as bolsas norte-americanas, com agentes financeiros também na expectativa do balanço da Nvidia, após o fechamento do mercado.

Para a equipe da Ágora Investimentos, a ata deve reforçar a chance de os cortes de juros começarem apenas em junho, num ritmo gradual, diante do desafio do BC norte-americano de controlar a inflação e, ao mesmo tempo, evitar uma desaceleração da economia.

Destaques

Weg (WEGE3) subia 4,81%, a 35,92 reais, após a fabricante de motores elétricos reportar lucro líquido de 1,74 bilhão de reais no quarto trimestre do ano passado, uma expansão de 46% sobre o desempenho de um ano antes.

A companhia também aprovou 1,25 bilhão de reais em dividendos complementares.

Iguatemi (IGTI11) avançava 1,79%, a 23,89 reais, em meio à análise do balanço da operadora de shoppings centers, com lucro líquido de 119,8 milhões de reais no quarto trimestre do ano passado, 28,3% acima do registrado no mesmo período em 2022. A companhia também divulgou suas projeções para 2024.

ISA Cteep (TRPL4) valorizava-se 1,90%, a 27,32 reais, após a empresa divulgar um lucro líquido de 900,6 milhões de reais para o último trimestre de 2023, 147,7% acima do registrado um ano antes.

Executivos da companhia também disseram à Reuters que a transmissora de energia vai focar na execução de seu plano de investimentos que destinará 15 bilhões de reais nos próximos anos a novas linhas e subestações e reforços e melhorias nas redes existentes.

Vivo (VIVT3) subia 1,83%, a 53,90 reais, após a operadora de telecomunicações dona da marca Vivo divulgar aumento de 42% em seu lucro líquido no quarto trimestre do ano passado, ante mesmo período de 2022, para 1,6 bilhão de reais. O presidente-executivo, Christian Gebara, também afirmou que a companhia deve concluir neste ano plano de tornar sua rede de fibra disponível para 29 milhões de domicílios no país, e a expansão futura deve passar a se dar por meio de outras alternativas que incluem aluguel de redes neutras.

Gerdau (GGBR4) subia 1,59%, a 21,74 reais, tendo no radar declínio de 45,1% no lucro líquido ajustado do quarto trimestre do grupo siderúrgico, para 732 milhões de reais, em meio a incertezas relacionadas ao cenário macroeconômico internacional. A empresa também anunciou dividendos de 0,10 real por ação.

 Vale (VALE3) tinha variação positiva de 0,09%, a 66,07 reais, apesar de mais um dia de queda do minério de ferro na Ásia, tendo ainda no radar resultado da rival Rio Tinto. Investidores aguardam o balanço da Vale, previsto para quinta-feira, após o fechamento, e monitoram movimentações relacionadas à troca de comando da mineradora.

Petrobras (PETR4) recuava 0,14%, a 42,39 reais, tendo como pano de fundo fraqueza dos preços do petróleo no exterior, onde o barril de Brent era negociado em baixa de 0,15%, a 82,22 dólares.

Itaú Unibanco (ITUB4) ganhava 0,08%, a 35,71 reais, e Bradesco (BBDC4) operava estável, a 13,97 reais, após desempenho robusto na véspera.

Taesa (TAEE11) cedia 0,62%, a 35,21 reais, após a empresa de transmissão de energia elétrica informar que André Moreira renunciou ao cargo de diretor-presidente, posto que será ocupado de forma interina pelo diretor financeiro da companhia, Rinaldo Pecchio Junior.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.