Inadimplência: mais de 7 milhões de pessoas quitam suas dívidasCredores estão vendo um aumento no número de pagamento de dívidas neste começo de ano. Segundo o Serasa, 7,2 milhões de pessoas buscaram quitar suas dívidas no primeiro trimestre de 2013. Isso marca um número recorde de consumidores que deixaram a lista de inadimplentes.

Em comparação com o mesmo período no ano passado, nota-se um aumento de 4,5% no volume de consumidores que quitaram suas dívidas. O número é o maior registrado para o primeiro trimestre desde 2006, quando a medição iniciou.

A notícia é boa para todas as partes. Os credores estão vendo seus devedores pagarem suas contas, assim como os inadimplentes mostram um controle maior sobre suas finanças e conseguem sair de uma posição economicamente desfavorável.

Para os economistas do Serasa, cada consumidor teve que administrar entre três e quatro dívidas de janeiro a março para sair da lista de inadimplentes. Segundo os especialistas há alguns motivos que podem ser apontados como os principais agentes para a regularização das pendências: a expansão das renegociações de dívidas (pela internet também, inclusive), os juros reduzidos, o desemprego baixo e a evolução da renda.

Como a baixa da inadimplência dos consumidores, os economistas lembram a importância de aproveitar o bom momento para o devedor colocar sua vida financeira de volta aos eixos.

Inadimplência encerra trimestre em alta

Recentemente publicamos um artigo informando a alta da inadimplência no primeiro trimestre do ano. Nele mostramos que, de janeiro a março, a inadimplência cresceu 9,68% em relação ao primeiro trimestre do ano passado.

Se há tantas pessoas quitando suas dívidas, como é possível o aumento da inadimplência?

A resposta pode ser bastante simples. O desempenho das vendas continua bastante aquecido e, além disso, a inadimplência tem picos históricos em março por causa das dívidas de fim de ano.

Assim, é possível notar que mesmo com os 7,2 milhões de consumidores pagando suas dívidas, o número de pessoas adquirindo pendências é superior pelos motivos apresentados.

O número recorde de pessoas deixando a lista de inadimplentes comprova a declaração de Roque Pellizzaro, presidente da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas). Para ele, a estabilidade do mercado de trabalho e o aumento da renda média trazem um ambiente de confiança para que os brasileiros consigam quitar suas dívidas e a inadimplência não fuja do controle.

Não ao endividamento

O Dinheirama preza pela sua saúde financeira e o assunto inadimplência é recorrente em nosso artigos. Por isso, convidamos os leitores a buscar conhecimento em nossos textos através das tags:

Nós também temos um excelente artigo sobre como limpar seu nome com dignidade, publicado por Conrado Navarro.

Fonte: R7. Foto de freedigitalphotos.net.

Willian Binder
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários