“Vou lhe dizer como ficar rico. Seja receoso quando os outros estiverem gananciosos. Seja ganancioso quando os outros estiverem receosos. ” (Warren Buffett).

Talvez não seja a primeira vez que você leia esta frase de Buffett, o investidor mais bem-sucedido de todos os tempos. Quem se interessa pelo assunto investimentos, certamente terá a oportunidade de encontrar esse pensamento outras diversas vezes.

Entre receosos e gananciosos, o principal índice de ações do Brasil vive um sobe-e-desce em 2014. O Ibovespa começou o ano na faixa dos 50 mil pontos, chegou a 55 mil pontos semanas atrás e agora voltou aos 53 mil pontos.

Copa e mercado de ações: fico longe dos palpites

Arriscar um palpite para a tendência do Ibovespa é tão aleatório quanto apostar no vencedor da Copa do Mundo. Estou fora do time dos palpiteiros, prefiro ir acompanhando e observando tantos os jogos como o mercado.

O fato é que o tema “Eleições” tem sido uma das principais influências na trajetória do Ibovespa neste ano. E uma vitória do Brasil na Copa pode repercutir no desenrolar da disputa presidencial.

Afinal, uma vitória do Brasil pode trazer de volta um pouco de bom humor às pessoas e, consequentemente, favorecer o atual governo. Trata-se de um pensamento que faz sentindo para alguns e não para outros.

Mas fique tranquilo. Depois daquele sufoco contra o Chile, trago duas boas notícias.

A primeira é que, em meio à instabilidade de ações e pesquisas eleitorais, eu embolsei uma grana na Bolsa. Fiz minha segunda operação com opções de ações, afinal a Copa não interrompeu as operações do mercado e eu percebi uma boa oportunidade.

E a segunda é que eu relato tudo isso no relatório de junho desta segunda temporada do Minha Primeira Ação. Convido quem tiver interesse em saber um pouco mais sobre o que fiz a assinar esse relatório.

Sob e desce na bolsa: vale sempre estar alerta

A mensagem que compartilho é que, por mais que o sobe-e-desce da bolsa seja uma constante dentro do atual cenário econômico do país, o bom investidor não desanima. Mesmo adotando em alguns momentos uma postura mais cautelosa, ele sabe que o mercado reserva bons resultados para quem aceita que a volatilidade faz parte do jogo.

Recebi muitos contatos de leitores interessados em conhecer um pouco mais sobre o Projeto Cartas da Iguatemi. Posso adiantar que para quem está começando no mercado de ações e tem valores relativamente pequenos, trata-se de uma ótima oportunidade de aprender e ao mesmo alcançar bons resultados.

Com R$ 100 por mês, já é possível ter acesso aos investimentos. Se você também quer saber mais sobre o projeto e receber o conteúdo gratuito do Cartas da Iguatemi, envie um e-mail para [email protected]

Nota: Esta coluna é mantida pela Empiricus, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Foto “Trading”, Shutterstock.

Conrado Mazzoni
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários