Você começou o seu próprio negócio, mas está tendo problemas para crescer? Tente estas dicas.

O objetivo de uma startup é não continuar a ser, para sempre, uma startup. Nenhuma startup quer ser uma startup para sempre!

Claro que os seus fundadores talvez queiram a mesma movimentação, a mesma energia, determinação e inovação por toda a sua existência, mas ninguém deseja permanecer empacado eternamente nos estágios iniciais de uma startup com pouco dinheiro.

Então, como crescer? Quais são as táticas que você deve utilizar para dar início ao crescimento do seu negócio? Eis aqui algumas das estratégias que me ajudaram a construir muitos negócios milionários.

Consiga indicações

No começo, quando eu era jovem e inexperiente, eu fiz ao menos uma coisa certa.

Eu consegui indicações; consegui que os meus clientes me indicassem para outras pessoas. Ninguém nunca me ensinou a forma correta de consegui-las. Eu simplesmente pedi e as pessoas me indicaram.

E foi graças a essas indicações que eu pude ampliar a escala do meu negócio de consultoria. Assim, quando o meu negócio começou a crescer mais rápido, pude criar diversos outros negócios sólidos e que estão agora indo muito bem.

Leitura recomendada: 8 sinais de que sua startup fracassou

Concentre-se naquilo que você faz melhor e esqueça todo o resto

Claro que as startups talvez precisem tentar ao máximo se destacar logo que são criadas, mas você também precisa ter outra coisa em mente: faça aquilo que apenas você pode fazer. E seja o melhor a fazê-lo.

Ao longo do crescimento do seu negócio, você descobrirá que há uma coisa na qual você é o melhor. Algo que você faz melhor do que qualquer outra pessoa no seu mercado. Geralmente, é aquilo que você ama fazer, a sua paixão.

Essa atividade, esse serviço ou produto fará com que você cresça mais do que qualquer outra coisa.

Portanto, identifique tudo aquilo que não contribui diretamente para a realização dessa atividade fundamental e terceirize. A contabilidade, o processo de transformação do seu negócio em uma corporação, impostos, RH, coleta e análise de informações, marketing: seja o que for, terceirize. O tempo gasto em atividades secundárias é um tempo que pode ser melhor empregado.

Claro que você deve manter um controle atento de todos os aspectos relevantes do seu negócio, mas não gaste todo o seu tempo com essas coisas. Ao invés disso, encontre aquilo que você sabe fazer bem e torne-se conhecido por fazê-lo.

Construa a sua reputação

Construir uma marca pessoal é uma das melhores decisões de negócio que você pode fazer. As pessoas são mais propensas a conhecer, confiar e comprar de um indivíduo confiável do que de um negócio. Ao se lançar na vida pública, você pode, também, fazer o seu negócio crescer.

Encontre o seu nicho

Nenhum negócio pode esperar ter um crescimento se antes não encontrar o seu nicho. Outra chave para o crescimento é conhecer o seu nicho, adotá-lo e, eventualmente, dominá-lo. Se você possui um nicho pequeno, não se preocupe. O crescimento não ocorre com base no tamanho do seu nicho, mas com base na dominância que você exerce dentro dele.

Construa uma plataforma de conteúdo

O marketing de conteúdo será a ferramenta mais eficiente para colocar o seu negócio em destaque do que qualquer outra forma de marketing. Dentre os aspectos vitais do marketing de conteúdo estão:

  1. Conteúdo de alta qualidade;
  2. As plataformas certas para divulgá-lo;
  3. Uma produção constante de material.

Umas das práticas mais estratégicas do marketing de conteúdo é o guest posting (escrever como convidado em outros lugares). O guest posting é a prática de utilizar uma plataforma maior para ter acesso a um público maior.

Se o seu conteúdo for publicado nos lugares certos, isso pode fazer com que a sua presença no mercado cresça, além de que os seus esforços de marketing terão o seu efeito amplificado.

Aumentar a sua produção de conteúdo vai catapultar o seu negócio para uma posição de forte liderança. Se você puder produzir conteúdo melhor do que qualquer outro negócio no seu nicho, você vai dominar completamente o espaço do marketing online. E, como resultado, você crescerá mais do que qualquer outro.

Vídeo recomendado: Dinheirama Pitch #3 – João Kepler, Investidor-Anjo e Empreendedor

Crie parcerias com os negócios certos

No universo das relações pessoais, o importante não é o que você conhece, mas quem você conhece. Isso é verdade na vida pessoal, assim como nos negócios. Robert Craven explica: “Para que você realmente possa fazer seu negócio crescer é preciso que, muitas vezes, você recorra a um parceiro maior que trabalhe em uma escala superior e, portanto, possui os recursos e estruturas necessários para te dar suporte nessa expansão”.

A formação de parcerias é a recomendação número um de Michael Skock, que possui um vídeo feito para o Harvard ILab, onde ele discute justamente esse assunto. Os benefícios de se criar parcerias são óbvios, mas algumas vezes o processo é complicado. Skock sugere que você se faça pelo menos quatro perguntas:

  • Que plano de negócios você pode sugerir que requer um parceiro ou um negócio maior?
  • Quais empresas melhor complementariam a sua?
  • Que áreas específicas complementam a sua?
  • Qual negócio seria o mais útil para uma parceria que só traria bons resultados e que te ajudaria a derrotar a concorrência?

Parcerias não são fáceis de se formar nem de se manter, mas elas te darão uma enorme vantagem quando você precisar ampliar a escala dos seus negócios.

Dê palestras em eventos

Quanto mais você expande a sua marca pessoal, mais você será convidado a falar em eventos pertinentes ao seu mercado de atuação. Aproveite isso como uma chance de expandir as oportunidades do seu negócio.

Seja notícia

Algumas das maiores startups são também as que mais geram notícias. Companhias como Uber, Twitter e Facebook aparecem nas manchetes de notícias relacionadas a negócios com frequência.

Claro que, em parte, isso se dá por conta do tamanho delas, mas também por causa de sua inerente pertinência para o noticiário. Você provavelmente não será capaz de causar um sério impacto em todo um mercado antigo e engessado como o Uber fez, mas você pode se inserir nas notícias relacionadas ao seu nicho de atuação de modo semelhante.

Contrate as melhores pessoas que você puder

Para crescer, você precisa de mais do que simplesmente encontrar os clientes certos. Você necessita também das pessoas certas para atendê-los. Procure e contrate as melhores pessoas que você conseguir – pessoas que vão preencher as fraquezas do seu empreendimento e que divulgarão a cultura da sua empresa.

Contrate uma empresa de relações públicas

Felizmente, há todo um mercado de profissionais que podem cuidar da sua imagem pública e melhorá-la. Quando você perceber que o seu negócio está numa trajetória de crescimento, nunca é cedo demais para contratar uma empresa de relações públicas. Ela permitirá que você cresça de modo adequado e até mesmo que seja capaz de capitalizar pequenas oportunidades que você talvez esteja desperdiçando.

Leitura recomendada: Como conseguir investimento para a sua startup?

Conclusão

O método mais seguro de crescer é simplesmente desenvolver um trabalho impressionante. Um trabalho excepcional não passa despercebido. Ao trabalhar para fornecer um serviço melhor, você será reconhecido e recompensado pelo seu valor. O que a sua startup está fazendo para crescer?

Neil Patel
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários