Aplicar dinheiro no mercado de ações é realmente fascinante. Você vira sócio de empresas que admira ou que julga que geram (ou vão gerar) resultados fortes e a partir daí ganha com a valorização das cotações ou por meio dos lucros distribuídos aos acionistas.

Hoje eu vejo a coisa toda dessa forma. Subi degraus desde o início da jornada investidora.

Lá atrás era diferente. Bem antes de setembro de 2013, mês em que comprei a minha primeira ação, eu só pensava em como guardar uma grana para aprender a mexer com ações.

Economizando aqui e ali consegui separar R$ 5 mil para fincar meus pés na Bolsa. Sim, definitivamente, só se aprende de fato na prática, além do mais esse dinheiro havia sido planejado exclusivamente para isso, eu conhecia os riscos e oportunidades.

Ao lembrar de como tudo começou, constatei que talvez outros interessados em conhecer o investimento em Bolsa se encontram na mesma situação.

E talvez alguns (ou muitos) assinam o Minha Primeira Ação, espaço em que eu conto em mais detalhes como tem sido essa minha jornada no mercado de ações. Pessoas, que como eu pensam em como aproveitar ainda mais as oportunidades que todos os dias acontecem para transformar dúvidas em prosperidade.

Mas como conseguir isso, onde encontrar informações valiosas e realmente úteis? Por isso gostaria de apresentar o Cartas da Iguatemi, empresa afiliada da Empiricus. Trata-se de um projeto de construção de riqueza por meio de conselhos valiosos, fora do mercado financeiro.

Grosso modo, uma aula desde como aprender a juntar dinheiro até caminhar rumo à independência financeira. Isso inclui recomendações para criar fontes secundárias de renda, comprar e vender imóveis, fundar um negócio próprio, gastar menos, poupar mais, conseguir um aumento de salário e proteger a renda da inflação.

O plano de investir em ações começa com a economia de R$ 100 por mês. E como fazer isso de forma eficiente e prática, sem sacrificar muito o orçamento pessoal? O Cartas da Iguatemi tem a resposta e você irá conhecer uma maneira muito interessante de ver o mundo e priorizar seu crescimento financeiro.

Quem estiver interessado em acessar o conteúdo gratuito do Cartas e receber as newsletters do projeto, basta enviar um e-mail para [email protected] e quem quiser conhecer um pouco mais do nosso trabalho convido para assinar gratuitamente nossa newsletter. Ótima semana a todos.

Nota: Esta coluna é mantida pela Empiricus, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo diário de qualidade e gratuitos.

Foto: “Financial data”, Shutterstock.

Conrado Mazzoni
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários