Copom eleva a Selic 9,5% ao ano para controlar a inflaçãoNão houve surpresa, o Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central elevou a taxa Selic em 0,5 pontos percentuais e alcançou o patamar de 9,5% ao ano. Esta foi a quinta elevação da taxa desde que os ajustes começaram a ser feitos em 2013 como um remédio para controlar a inflação.

O mercado considera que na última reunião do ano, que acontecerá no final de novembro, um novo ajuste de 0,5% será anunciado, o que levaria a Selic de volta ao patamar de dois dígitos, para 10% ao ano.

No final da reunião, o comunicado dos diretores do BC foi semelhante aos últimos posicionamentos e manteve o discurso de controle da inflação: “O Comitê avalia que essa decisão contribuirá para colocar a inflação em declínio e assegurar que essa tendência persista no próximo ano”.

Caderneta de poupança

Com a Selic em 9,5% ao ano, a caderneta de poupança continua competitiva quando comparada a fundos de renda fixa que apresentam taxa de administração igual ou superior a 1,5% ao ano. Com a Selic em 9,5%, a rentabilidade da poupança obedece a regra de remunerar os poupadores em 0,5% ao mês mais a TR.

Acompanhe a evolução da Selic

Evolução da Taxa Selic

O próximo ano será um grande teste para avaliar a credibilidade e o real comprometimento do Banco Central. Estaremos no meio de uma eleição presidencial e o desempenho da economia certamente será o grande desafio para uma possível reeleição da Presidente Dilma.

O controle da inflação no meio de ajustes de preço de combustíveis será um teste de fogo e o desafio do crescimento continuará pressionando o governo. Vamos acompanhar de perto. Um abraço e até a próxima.

Foto danger to 2014, Shutterstock.

Ricardo Pereira
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários