A pergunta do título é, de longe, a campeã entre os e-mails que recebemos de nossos leitores. Claro, ela sofre muitas variações no valor que as pessoas têm para investir e também no tempo do investimento.

Todo mundo quer obter bons retornos, mas se isso fosse fácil, todo mundo seria rico, não é mesmo? Precisamos trabalhar melhor esse assunto.

Educação gera autonomia

O ponto alto de todo o trabalho que fazemos no Dinheirama é disseminar o conhecimento em torno das finanças pessoais.

Em outras palavras, nosso objetivo é que você aprenda a ganhar, gerenciar e multiplicar o seu próprio dinheiro. Com isso você será capaz de melhorar sua qualidade de vida e realizar seus sonhos.

O conhecimento liberta. A falta dele te torna dependente de outras pessoas e abre precedentes para que os interesses delas prevaleçam sobre os seus.

Dinheiro é coisa séria e você é a melhor pessoa para decidir o que fazer com o seu. Por isso a educação financeira é tão relevante, embora seja negligenciada por muitos.

Ebook gratuito recomendado: Ter uma Vida Rica Só Depende de Você

A resposta é: “depende”

Apesar de ser muito mais fácil responder essas perguntas sobre investimento de forma simples e objetiva (ou “mastigada”), uma resposta adequada vai depender de pelo menos duas informações.

1. Quando você precisará deste dinheiro?

Isso significa que você deve planejar quanto do seu dinheiro você vai usar no curto, médio e longo prazo.

Essa resposta tem a ver com a liquidez, que é a possibilidade de você sacar rapidamente o dinheiro do local onde foi investido, caso precise.

Dependendo da resposta, há investimentos com melhor retorno, mas que vão “prender” o seu dinheiro por algum tempo – por isso é importante pensar nisso.

2. Qual é a sua aversão ao risco?

Esse assunto requer uma reflexão demorada antes da resposta. Muita gente não tem uma boa noção do que é gerenciar e correr riscos. Não é uma questão simples tipo “sou corajoso e vou arriscar”.

A dor da perda de uma quantia razoável de dinheiro, psicologicamente falando, é cerca de 5 vezes mais intensa do que a alegria de ganhar a mesma quantia.

Assim, leve este assunto a sério e entenda que maiores rendimentos envolvem maiores riscos. Investimentos seguros e conservadores têm menor retorno. Não existe mágica.

Leitura recomendada: Riscos e verdades sobre medo que você deve administrar para enriquecer

Olhe também as oportunidades ao seu redor

O mercado financeiro é um ambiente muito bom para se investir e multiplicar o seu dinheiro, mas não é o único.

Quando o assunto é investimento, existem muitas outras formas de buscar retorno além do mercado financeiro, e elas estão no mundo dos negócios.

Olhe ao seu redor, reflita sobre suas habilidades e verifique também se há negócios que você pode fazer com este dinheiro e que possam trazer um retorno até maior que o mercado financeiro e com menos riscos.

De igual modo, as duas perguntas anteriores continuam sendo válidas. Sempre as faça antes de investir seu dinheiro, onde quer que seja.

Leitura recomendada: Como você investe o seu dinheiro? Sacoleiro ou trader da bolsa?

Para você não ficar frustrado, tenho uma resposta rápida

Como eu não sei muito sobre a sua vida, então preciso ser responsável ao dar uma resposta rápida sobre a pergunta título deste texto.

Considerando baixo risco, perfil conservador e alta liquidez, invista seus R$ 20 Mil nos títulos públicos chamados Tesouro SELIC.

Eles são considerados a “nova poupança”, porque possuem características muito parecidas (e melhores) que a poupança.

Possuem rendimento diário (a poupança é apenas mensal) e com juros que vencem a inflação (a poupança está rendendo menos que inflação, ou seja, perdas).

Aula online gratuita recomendada: Tudo sobre Tesouro Direto

Conclusão

Sempre prefira estudar e aprender mais sobre finanças pessoais em vez de procurar respostas prontas.

Se você trabalha tanto, luta com todas as suas forças, tudo isso para adquirir seu suado dinheiro no fim do mês, por que ser negligente na hora de administrá-lo?

É como eu sempre digo: a riqueza é uma questão de escolha. Fique atento ao seu comportamento em relação ao dinheiro e faça as mudanças necessárias, para melhor, é claro!

Despeço-me deixando um vídeo em que convido você a pensar que as suas finanças são um reflexo da sua vida. Um grande abraço e até a próxima!

Conrado Navarro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários