Por Felipe Miranda, analista CNPI e sócio fundador da Empiricus.

Em novembro de 2009, reuni um grupo de pesquisadores – incluindo matemáticos, engenheiros, físicos e economistas – para monitorar o comportamento dos mercados e identificar grandes oportunidades de investimento.

Hoje, em 2016, nos tornamos a maior consultoria de investimentos do Brasil, com mais de 150 mil assinantes e faturamento anual da ordem de R$ 200 milhões.

Nada mal, mas isso só foi possível porque nossos clientes acreditam cada vez mais no nosso trabalho, e o mais importante, lucram muito com ele. Temos conseguido levar ao investidor comum, aquilo que antes só era acessível aos grandes e sofisticados investidores.

Mas não estou aqui hoje para contar os feitos, e você poderá clicar aqui para entender melhor a nossa jornada.  Trago hoje para você, mais uma grande oportunidade de valor, como temos feito ao longo de nossas conversas por aqui.

Mais uma grande oportunidade de multiplicação de capital

Essa é a nossa vocação. Monitorar o mercado 24 horas por dia e selecionar, através de muito estudo e prática, aqueles tipos de investimento que são capazes de acelerar a multiplicação do seu capital.

Estamos num momento muito interessante da bolsa de valores:

Conheça o epicentro da maior oportunidade de valorização da bolsa

E encontramos mais uma oportunidade. Na verdade são mais quatro, imediatas, e capazes de gerar grandes lucros para você e acelerar o seu crescimento patrimonial.

Que tal investir em 4 ações de empresas na bolsa de valores que apresentam, segundo nossos estudos, chances de triplicar de valor nos próximos 18 meses? É disso que estamos falando.

Leitura recomendada:  As melhores estratégias para lucrar na Bolsa de Valores

E não se preocupe se você nunca investiu em ações de empresas. Aqui no Dinheirama você já tem um arsenal de conteúdos para ajudar nesse trabalho, e nós também ofereceremos um tutorial gratuito para você, ensinando o passo a passo para você comprar uma ação.

A hora de partir para a prática

Sei que é complicado ficar alertando sobre a urgência das coisas. Hoje em dia parece que tudo é urgente, mas é nossa responsabilidade aprender a filtrar as coisas importantes daquelas que são apenas ruídos.

Quando digo que você precisa agir agora, é porque o mercado financeiro é muito dinâmico, e não sabemos exatamente o momento em que os fatos estudados irão se desenrolar.

Assim, precisamos já estar posicionados (com as ações compradas), antes do movimento de alta dessas 4 ações começarem de fato a acontecer.

Você que acompanha este site, já deve lido várias vezes que não adianta ficar só na teoria. Se você não agir, não se permitir entrar no campo da prática, não conseguirá nunca alcançar os objetivos que pretende.

Então reforço, a hora é agora. Clique aqui para acessar a página que montamos com todas as instruções sobre como participar de mais este movimento muito lucrativo, que tem se mostrado ser o epicentro da maior oportunidade de valorização da bolsa brasileira, neste momento. Bons investimentos!

Nota: Esta coluna é mantida pela Empiricus, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Empiricus Research
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.