Ao investir no mercado financeiro, você precisa levar em conta a evolução da taxa Selic. Se ela estiver numa tendência de alta, como ocorreu em 2015, fique atento aos produtos financeiros pós-fixados, pois serão mais rentáveis.

Ao contrário, em movimentos de baixa, como estão acontecendo em 2017, os investimentos com parcelas pré-fixadas, ou prefixados em sua totalidade, passam a ser mais rentáveis.

O COPOM (Comitê de Política Monetária – do Banco Central) continua promovendo cortes na taxa básica de juros, a Selic. Oportunidade: Aprenda a investir com a queda da taxa selic.

Oportunidade: Aprenda a investir com a queda da taxa selic

O atual cenário de juros no Brasil

Em sua última reunião, o corte foi de 0,75 ponto percentual o que reduziu a Selic de 8,25% ao ano para 7,5%.

A expectativa do mercado, é de ainda em 2017 novo corte deve acontecer, fazendo com que os juros alcancem o patamar mais baixo da história? Juros em baixa: Descubra os melhores investimentos.

Juros em baixa: Descubra os melhores investimentos

Um cenário de mudanças para o investidor

O brasileiro se acostumou com os juros altos. Na realidade os juros daqui quando comparados a maior parte dos países no mundo continuam muito altos. Ainda assim, é natural que o investidor comece a se movimentar procurando diversificar sua carteira de investimentos.

Acontece que poucas pessoas têm de fato o conhecimento necessário para investir com propriedade.

Aproveite: Os melhores investimentos com juros baixos

Saiba como investir com a queda da Selic

Os amigos da Inversa Publicações, parceiros de conteúdo do Dinheirama, criaram um relatório gratuito e esclarecedor sobre esse momento de decisão da economia brasileira.

Ao baixar o relatório, você terá a sua disposição a opinião contundente de um time de profissionais altamente qualificados que vivem o mercado financeira diariamente.

As oportunidades costumam passar rapidamente em nossas vidas, não perca tempo!

Aproveite, e baixe seu relatório gratuitamente.

Nota: Esta coluna é mantida pela Inversa Publicações, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.